Terça-feira, 23 de Maio de 2006

Raízes..

 

 

 

 

 

                

Por que abandonamos nós as nossas raízes em função do crescimento?

B.Borges 

publicado por alcacovas às 11:16
De rmgv a 23 de Maio de 2006 às 12:54
O tema que o Bruno traz a debate é extremamente importante e diz respeito a todos nós. De facto é um problema que me faz pensar e com o qual me preocupo. Mas acho que não é necessário um grande exercício para encontramos alguns dos motivos desta migração de pequenas vilas como a nossa para os grandes centros urbanos mas em minha opinião existe uma razão mais forte de que todas as outras, o grave problema que é o desemprego que muito embora atinja todo o território nacional faz-se sentir de uma forma mais profunda em pequenas terras como a nossa. Resultando disso a saída de pessoas para os grandes centros onde a existem um leque mais vasto de empregos, mas também é bom lembrar que as cidades já não são um novo mundo de oportunidades pois também lá cada vez mais se sente as consequência da crise económica do nosso país, com grandes fabricas a fechar ou a mudarem-se para outros países onde mais uma vez tem oportunidade de encher os bolsos à custa dos subsídios de Estado.
Por outro lado queria dar os parabéns ao Bruno por mais estas lindas fotos da nossa terra, mas não poderia deixar de salientar a tristeza que elas causam por ver a destruição a que estão sujeitos os monumentos da nossa terra. Que estão a cair aos poucos há muitos e muitos anos perante uma total passividade dos responsáveis da nossa terra.
Estes monumentos poderiam ser utilizados como o bilhete de identidade da nossa terra numa forte campanha de marketing territorial onde se podia promover a nossa terra como uma vila histórica, onde os turistas poderiam vir e conhecer as nossas maravilhas. Mas não quem é que se vai deslocar para ver um convento que tem frescos lindos, mas que num acto de vandalismo praticado por sei lá quem mas que deveria ser punido, foram caiados, um convento que como podemos ver na foto do Bruno quase nem telhado já tem. Quem é que é o turista que vai quer visitar uma das capelas mais bonitas (pelo menos na minha opinião) quando esta está num lastimável estado de degradação, estando ainda pior os lindos jardins à sua volta. Meus senhores no nosso palácio foi assinada um dos tratados mais importantes da história de Portugal, apontando em alguns livros como o primeiro acto de globalização. Agora respondam-me: acham que um espaço com esta importância merece o tratamento que tem?
Este espaço de excelência poderia ser o cartão de visita da nossa terra mas não está condenado ao abandono e à degradação.
Todos juntos nós alcaçovenses podemos fazer a diferença e lutar por aquilo que é a nossa história, a nossa cultura a nossa identidade e dizer basta a esta degradação não só patrimonial mas cultural.
Comentar:
De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Publicado por:

André Correia (AC); António Costa da Silva; Bruno Borges; Frederico Nunes de Carvalho; Luís Mendes; Ricardo Vinagre.

Posts recentes

_

***

“Alcáçovas Vila Global”

Inauguração da obra de Re...

Recordação do nosso Blog:...

Há 6 anos atrás começou a...

Vitória

Um brinde à Arte Chocalhe...

O Fabrico de Chocalhos já...

Mostra de Doçaria de Alcá...

Arquivos

Fevereiro 2019

Outubro 2016

Agosto 2016

Fevereiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Blogs

Visitas a partir de 5/3/2006

Pesquisar neste blog