Sexta-feira, 8 de Janeiro de 2010

***

No dia em que o Eurostat divulga estas informações: A taxa de desemprego em Portugal voltou a subir e atingiu os 10,3% em Novembro, de acordo com os dados do Eurostat. Este é o nível mais elevado desde que o instituto de estatística europeu começou a recolher os dados em 1983.

 
O primeiro-ministro empenha-se no casamento entre homossexuais.
 
As prioridades de José Sócrates estão trocadas! Ou será que uma franga residual da população portuguesa merece mais atenção que 10,3% da população?
 
Ricardo Miguel Vinagre
publicado por alcacovas às 12:12
| comentar
7 comentários:
De Anónimo a 8 de Janeiro de 2010 às 16:00
APOIADO!!!
De alcacovas a 8 de Janeiro de 2010 às 19:30
Permite-me a questão:
O que é que pretendes exactamente com este tipo de posts?
B. Borges
De alcacovas a 8 de Janeiro de 2010 às 20:19
Caro Bruno,

A amizade que por ti tenho, não me permite responder-te como eu acho que o teu comentário mereceria.

Por isso respondo-te objectivamente à questão que me fazes.
Com “estes posts” como tu dizes, eu pretendo duas coisas:
1) Demonstrar a minha discordância com a lei que permite o casamento entre pessoas do mesmo sexo; e
2) Mostrar, que mesmo que um dia o casamento entre pessoas do mesmo sexo fosse alvo de debate por parte do parlamento português, esse debate só deveria ser feito após a resolução de problemas sérios que assolam o nosso país como o desemprego, a improdutividade do país e a estagnação económica, etc…

Para além disso, acho que ainda tenho o direito de dar a minha opinião, mesmo que ela não seja do teu agrado.

Ricardo Miguel Vinagre
De alcacovas a 9 de Janeiro de 2010 às 12:57
Caro Ricardo,
A minha dúvida está na junção dos dois assuntos sem aparente ligação.
Fiquei sem entender se estás preocupado com o desemprego ou se apenas quiseste uma vez mais demonstrar o teu preconceito relativamente ao casamento homossexual.
A economia e o desemprego são indiscutivelmente assuntos que devem estar na linha da frente no debate parlamentar, mas não podem ser os únicos, há muitos mais assuntos emergentes e urgentes que também merecem a atenção de todos nós, e nisso penso que concordarás. A economia é apenas um dos pilares do desenvolvimento, não o único.
Fiquei também sem entender este post por considerar que conheces a agenda política do PS, votada para liderar o parlamento.
Agora, depois deste teu comentário, fiquei sem entender que tipo de resposta diferente do que a que deste merecia o meu comentário..
Tens com certeza todo o direito de dar a tua opinião, e não se trata de eu gostar ou não, assim como eu também tenho direito a opinar. O meu comentário foi no sentido de entender o teu post como despropositado. É só a minha opinião.
(já agora, pensava que não publicavas anónimos..)
Abraço,
B. Borges
De alcacovas a 9 de Janeiro de 2010 às 23:00
Se querer entrar em conflitos ou aprofundar clivagens, permite-me Bruno também discordar de ti quando dizes « A economia é apenas um dos pilares do desenvolvimento, não o único.
», subentendo eu que achas então que o casamento entre homossexuais é um dos pilares do desenvolvimento. curiosamente a esmagadora maioria dos países tidos como desenvolvidos não permitem este tipo de celebração!! Mas talvez eles é que estejam enganados e, nós, propulsores do desenvolvimento e do modernismo, aliás, bem patente na nossa História, é que, mais uma vez marcámos pontos junto dos nossos pares.
Bom Ano.
Frederico Nunes de Carvalho
De alcacovas a 10 de Janeiro de 2010 às 13:01
Caríssimos,
Eu considero que esta questão do casamento entre pessoas do mesmo sexo é inevitável. Chamem-lhe casamento, ou outra coisa qualquer. Apesar de me fazer muita impressão, aceito perfeitamente. Agora, ser considerado uma prioridade na política nacional, é uma verdadeira mentira. Não é mais do que arranjar um pretexto, entre muito, estilo Sócrates e PS, para disfarçar a triste realidade do País. Melhor, é mais um assunto para andar a entreter e a desviar as atenções dos grandes problemas do País. È claro que o Ricardo tem razão, não tem nada de absurdo.
Casem lá os homossexuais de uma vez por todas, se é isso que se pretende, porque a “economia dos casamentos” vai melhorar de certeza.
Cumprimentos
António Costa da Silva
De alcacovas a 10 de Janeiro de 2010 às 18:04
Este post provocou vários comentários. E, tristemente, esta conversa toda só serve os interesses do nosso PM. Enquanto discutimos feijões a casa vai ardendo.
Tanto para discutir, tanta coisa para nos preocuparmos, coisas que podem (e vão) afectar a nossa vida e a das próximas gerações.
Ouvir o noso PM dizer que a defesa do caamento entre pessoas do mesmo sexo é uma prova de que o PS é um partido moderno, liberal e os outros são conservadores, etc é triste e vendo bem não passa de pura demagogia.
Vamos lá acabar com estas cortinas de fumo e atacar os verdadeiros problemas de Portugal. Por exempço:
O fraco investimento na investigação pura e aplicada.
O fraco investimento na cultura.
O fraco investimento nas PME
O fraco, quase nulo, aproveitamente dos fundos comunitários (QREN).
A falta de vontade para reformar a nossa administração pública.
Etc, etc.
AC
PS - Eu não sou contra nem a favor do casamento entre pessoas do mesmo sexo.
Posso ter amigos com diferentes inclinações sexuais, mas o que conta é o carácter, a honestidade das pessoas.

Comentar post

Publicado por:

André Correia (AC); António Costa da Silva; Bruno Borges; Frederico Nunes de Carvalho; Luís Mendes; Ricardo Vinagre.

Posts recentes

_

***

“Alcáçovas Vila Global”

Inauguração da obra de Re...

Recordação do nosso Blog:...

Há 6 anos atrás começou a...

Vitória

Um brinde à Arte Chocalhe...

O Fabrico de Chocalhos já...

Mostra de Doçaria de Alcá...

Arquivos

Fevereiro 2019

Outubro 2016

Agosto 2016

Fevereiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Blogs

Pesquisar neste blog