Sábado, 5 de Dezembro de 2009

Infantis: G. D. Lusitano de Évora – Sport Club Alcaçovense (4-3)

 

 

 

Equipa Inicial: Henrique Branco, André Silva, João Ilhéu, Elson, Victor Hugo, Mário Carvalho e Zé Mbombé.

 

 

Um jogo muito equilibrado.

 

 

Este jogo resume-se a dois aspectos essenciais: Um árbitro desastrado e um jogo muito equilíbrio entre as duas equipas.

 

 

A nossa equipa começou bem com um golo de Mário Carvalho. Mas não se anteviam facilidades.

 

 

Na primeira parte, surgiu o primeiro erro grosseiro do árbitro: um jogador do Lusitano recebe a bola em posição claramente irregular e empata a partida.

 

Pouco tempo depois, uma distracção do Henrique Branco permite a equipa de Évora passar para a frente do marcador.

 

Ainda houve tempo para a nossa equipa empatar por Zé Mbombé. Mais do que justo.

 

Depois foi o erro mais grosseiro deste desastrado árbitro: um jogador do Lusitano encontrava-se encostado ao poste, para mais de 2 m em fora de jogo, marca de cabeça e o árbitro valida o golo. Depois dos nossos protestos, o árbitro reconhece que errou, mas tudo ficou na mesma. Na minha opinião, penso que ele não conhecia ou não se lembrava da regra de fora de jogo em Infantis. Percebendo da asneirola grosseira, diz que sozinho não dá para ver tudo. Enfim!

 

Na segunda parte, foi a procura por parte do SCA em recuperar da desvantagem. Mas tudo aconteceu ao contrário, foi o Lusitano quem marcou.

 

Pouco tempo depois, marcámos o terceiro golo por Mário Carvalho. A partir daqui, foi a tentativa de chegar à igualdade. Infelizmente a sorte não esteve do lado da nossa equipa.

 

 

Melhor Jogador em Campo: nº 8 do Lusitano.

 

Arbitragem: Um horror.

 

António Costa da Silva

 

publicado por alcacovas às 18:47
| comentar

Publicado por:

André Correia (AC); António Costa da Silva; Bruno Borges; Frederico Nunes de Carvalho; Luís Mendes; Ricardo Vinagre.

Posts recentes

_

***

“Alcáçovas Vila Global”

Inauguração da obra de Re...

Recordação do nosso Blog:...

Há 6 anos atrás começou a...

Vitória

Um brinde à Arte Chocalhe...

O Fabrico de Chocalhos já...

Mostra de Doçaria de Alcá...

Arquivos

Fevereiro 2019

Outubro 2016

Agosto 2016

Fevereiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Blogs

Pesquisar neste blog