Segunda-feira, 26 de Outubro de 2009

Entrevista com o novo presidente da Câmara Municipal de Alvito, João Penetra, eleito pela CDU

“Envelhecimento e desemprego são preocupantes”

 

 

A expressão da vitória eleitoral deixou-o surpreendido?

De forma nenhuma. Este foi um cenário que sempre se nos afigurou possível embora difícil, pois há já oito anos que não detínhamos a presidência da Câmara. Mas a forma como conduzimos toda a nossa campanha, como contactámos e auscultámos a população e a adesão progressiva que esta vinha manifestando às nossas propostas e à nossa equipa, expressava já um clima inequívoco de vitória eleitoral.

 

Realizámos uma campanha com elevação, sem maledicência nem ataques pessoais. Apresentámos um programa eleitoral que consideramos exequível e adequado à realidade e às necessidades do Concelho de Alvito. O povo reconheceu a bondade das nossas propostas e manifestou isso mesmo nas urnas. Nós tudo faremos para honrar essa confiança que em nós foi depositada.

 

Como olha para o concelho de Alvito?

O concelho de Alvito tem grandes potencialidades. Está situado entre duas importantes barragens (de Alvito e Odivelas), encontra-se a meio caminho entre Évora e Beja. Está relativamente perto do futuro aeroporto de Beja. Detém um importante património, histórico, arquitectónico, patrimonial, cultural e paisagístico. Conta com uma conceituada escola profissional. Tem alguns estabelecimentos hoteleiros com qualidade. O que é necessário é saber aproveitar todas estas mais-valias e potencia-las em favor do desenvolvimento integrado do concelho.

 

Quais os maiores problemas?

Os maiores problemas do concelho são sem dúvida o envelhecimento da população, e a pequena dimensão do tecido empresarial, o que origina por sua vez uma diminuta criação de emprego local e uma grande dificuldade em reter no concelho os jovens quadros.

 

Qual a sua prioridade para os próximos quatro anos?

Das muitas propostas apresentadas no nosso programa eleitora, podemos eleger como elementos cruciais, a aposta na educação e na criação de conhecimento, o desenvolvimento económico, nomeadamente através da promoção do empreendedorismo, da criação de condições para a atracção de investimento que leve à criação de emprego e também o aumento e alargamento do apoio social aos mais desfavorecidos para reduzir as situações de pobreza.

 

Na área social, quais os projectos onde vai apostar?

Vamos criar o cartão “Alvito Social” para os munícipes mais desfavorecidos, apoiar a construção da creche do concelho, apoiar a natalidade no concelho concedendo apoios financeiros às famílias dos recém-nascidos, apoiar as instituições de solidariedade social e as organizações representativas da terceira idade, e também criar uma oficina domiciliária para apoio aos idosos e aos mais necessitados.

 

Como é possível atrair investimento económico para o concelho?

Uma das nossas prioridades nesta área é a elaboração dum plano de desenvolvimento estratégico que defina as áreas chave para o desenvolvimento do concelho e de um plano de marketing territorial que promova o concelho a nível turístico e económico, aproveitando as potencialidades do mesmo. Simultaneamente é necessário criar espaços para que as empresas se instalem, por isso nos propomos infra-estruturar zonas industriais e de actividades económicas. Propomos também levar a cabo a criação de um ninho de empresas, estrutura importantíssimas para dar oportunidade à instalação de empresas emergentes.

 

Retirtado do Jornal Registo

 

Editado por António Costa da Silva

 

publicado por alcacovas às 14:34
| comentar

Publicado por:

André Correia (AC); António Costa da Silva; Bruno Borges; Frederico Nunes de Carvalho; Luís Mendes; Ricardo Vinagre.

Posts recentes

_

***

“Alcáçovas Vila Global”

Inauguração da obra de Re...

Recordação do nosso Blog:...

Há 6 anos atrás começou a...

Vitória

Um brinde à Arte Chocalhe...

O Fabrico de Chocalhos já...

Mostra de Doçaria de Alcá...

Arquivos

Fevereiro 2019

Outubro 2016

Agosto 2016

Fevereiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Blogs

Visitas a partir de 5/3/2006

Pesquisar neste blog