Terça-feira, 25 de Abril de 2006

Discurso do Presidente

O discurso do Presidente da Republica, na sessão de comemoração do 25 de Abril, foi de certo modo surpreendente.

O  PR focou a sua comunicação em problemas graves sociais, nomeadamente a exclusão, a pobreza, o fosso, cada vez maior, entre ricos e pobres, a violência sobre mulheres e crianças, etc.

 Pode dizer-se que este discurso é, essencialmente, um texto de esquerda, que poderia ser subscrito por, por exemplo, um socialista. Julgo que este discurso, muito bom (aplaudido pela maioria dos deputados desde o PS até ao PP), contem várias mensagens:         

- Os problemas importantes podem ser vistos, no essencial, de forma semelhante por pessoas com ideologias diferentes. Talvez possam diferir na forma de os resolver, mas o objectivo será o mesmo.

- Os problemas referidos só podem ser resolvidos se houver desenvolvimento económico. Poderá dizer-se que é indispensável, mas não suficiente e com isso não posso deixar de concordar. Sem justiça na distribuição da riqueza criada não se diminuirá o fosso entre os mais favorecidos e os excluídos .

- A oposição sobretudo do PSD e, em certa medida do PP e até do PC, fica colocada numa posição delicada perante o País, terá que, pelo menos nesta matéria, de colaborar/apoiar esta luta contra os problemas sociais, criticando, mas trabalhando para o objectivo comum.

- Algumas possíveis diferenças entre PS e PSD esbatem-se, ainda mais, perante este discurso de um social-democrata.

- Os ataques ao Governo serão da parte dos 2 partidos à esquerda do PS cada vez mais virulentos. Sobretudo o PC continua, perseverantemente, a atacar a economia de mercado ou, melhor, o capitalismo, num Mundo onde até a China teve que enveredar por esta via para desenvolver o País. E os resultados estão à vista.

A terminar quero fazer uma pequena observação sobre dois comentários lidos no nosso blog, criticando uma eventual tentativa de algumas pessoas de politizarem e partidarizarem o blog. O nosso blog é generalista, nele se dão notícias, se fala de Alcáçovas, das suas coisas boas e menos boas. Nele se fala do País e até do Mundo, se transcrevem versos e se mostram fotos. Nele se fala um pouco de tudo e, eveidentemente , se "faz" política ou se abordam problemas sob uma óptica política. Alguns de nós declaram ou expressam o que são, mas alguns, poucos, continuam a esconder a cara.

Falem. critiquem, dasabafem . Aqui não há dogmas, nem leaders , nem seguidismos. Pretendemos apenas que haja correcção, respeito pelo outro e capacidade para aceitar que todos somos diferentes. Aqui não há escritos politicamente correctos, só há (ou deveria haver) pessoas correctas.

Viva o 25 de Abril, que nos deu a liverdade e a democracia. Algo que temos que acarinhar, melhorar e defender.

AC

publicado por alcacovas às 22:21
| comentar
4 comentários:
De rmgv a 25 de Abril de 2006 às 23:52
bom post, eu também vi o discurso do PR e não posso deixar de concordar com o que foi dito.
pois foi a realidade nua e crua.
quando a ultima parte subscrevo interiramente as suas palavras.
com os melhores cumprimentos
De nuno cavaco a 27 de Abril de 2006 às 00:29
Caro amigo, li com atenção o post e deixe-me que lhe escreva o seguinte:

O discurso do nosso presidente não é sentido e isso viu-se em alguns anos em que o senhor foi nosso 1º ministro.

O Partido Comunista, do qual sou e orgulho-me de ser militante ataca o sistema capitalista por vários motivos e é um pouco redutor dar o exemplo da China como um bom caminho a seguir. Nós comunistas pensamos que este sistema tem muitas contradições e que precisa deles para se autosustentar. Necessariamente precisa de guerras e só garante aos povos o minimo para que o sistema continue.

Esta é a minha opinião, mas como marxista que sou não acredito em dogmas, pelo que não lhe digo que a minha é mais correcta que a sua, apenas que é a minha opinião.

Saudações democráticas
De alcacovas a 27 de Abril de 2006 às 13:33
Li o coment do Nuno, claro que não concordo, mas fico muito satisfeito por ver alguem a defender as suas ideias.
AHavemos de continuar a discutir pontos de vista e convicções.
AC
De alcacovas a 28 de Abril de 2006 às 17:05
Com pena minha não assisti ao discurso do nosso Presidente da República a marcar esta data tão importante para todos os portugueses. Ainda tive mais pena quando li este post, por me parecer um bom discurso e até, quanto a mim, um pouco surpreendente. Confiando nas suas palavras André, fico surpreendido por um discurso deste tipo ter vindo de Cavaco Silva, mesmo sabendo qual o seu papel a desempenhar. Fico contente por saber que o nosso presidente tem uma boa visão dos problemas, afastada de partidarismos, focada nas pessoas. Acho que é de louvar sempre que alguém com influência no país, como a do PR, alerta os partidos políticos para a sua união neste combate aos problemas sociais e económicos que o país atravessa. È uma boa visão, de aplaudir, e quanto a mim deveria ser generalista.
Quanto ao que escreve no final acerca do blog…subscrevo inteiramente o que diz e dou-lhe os meus parabéns pela forma como passa esta ideia de “liberdade de expressão sem partidarismos implícitos forçados” e pela sua pertinência.
Já vai a ser altura de elogiar e agradecer o excelente trabalho que tem vindo a desenvolver neste blog…Parabéns pelos seus escritos, obrigado por partilhar informações, discussões e principalmente as suas ideias e o seu ponto de vista! Um abraço, bruno
B.Borges

Comentar post

Publicado por:

André Correia (AC); António Costa da Silva; Bruno Borges; Frederico Nunes de Carvalho; Luís Mendes; Ricardo Vinagre.

Posts recentes

_

***

“Alcáçovas Vila Global”

Inauguração da obra de Re...

Recordação do nosso Blog:...

Há 6 anos atrás começou a...

Vitória

Um brinde à Arte Chocalhe...

O Fabrico de Chocalhos já...

Mostra de Doçaria de Alcá...

Arquivos

Fevereiro 2019

Outubro 2016

Agosto 2016

Fevereiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Blogs

Visitas a partir de 5/3/2006

Pesquisar neste blog