Segunda-feira, 13 de Julho de 2009

Quinzena Cultural das Alcáçovas

A Quinzena Cultural das Alcáçovas é uma iniciativa muito simpática. Parece-me no entanto que deveria ser menos “introvertida”, ou seja, não deveria estar centrada apenas para a freguesia (e de certo modo para o concelho), mas muito desenvolvida para o exterior. Esta poderia ser uma excelente oportunidade para mostrar o melhor que se faz em Alcáçovas.

 

Teríamos então a oportunidade de mostrar a dinâmica associativa que existe nesta freguesia, nomeadamente na área cultural e organizativa. Poderíamos desenvolver e apresentar fortes projectos culturais. Seria também possível, aproveitando a dinâmica das tasquinhas (stands) no Jardim das Alcáçovas, para promover a excelência ao nível da produção agro-industrial local. Estaríamos assim a promover os excelentes enchidos da Casa da Matança, Lda do Veríssimo Chora, os Queijos das Alcáçovas do Joaquim Alberto Porfírio, o Pimentão do Morita & Filhos, Lda, os doces e salgados da Maria Vitória e do Gregório Merca, o Pão dos diferentes produtores como o senhor João Ilhéu, Ernesto Marujo e João Santos, os Doces da empresa Maria do Monte, Lda de Aires Costa, a doçaria dos doceiros locais, entre muitos outros produtores.

 

Poderíamos promover o artesanato local: os chocalhos Pardalinho são o melhor exemplo. A questão não é estarem ou não presentes na iniciativa, mas sim "aproveitar" a sua presença e participação e dar-lhes outra projecção e impacto. Para isso, seria findamental apostar numa promoção profissional e adequada do evento. Será difícil ou nunca foi essa a intenção? Deverá servir apenas para divertir a população local ou para procurar dividendos muito mais interessantes e duradouros para as Alcáçovas?

 

Na prática, estaríamos a promover Alcáçovas e o bom-nome das Alcáçovas. Estaríamos a virar Alcáçovas para fora e não só para dentro.

 

Para isso é preciso pensar diferente e arriscar um pouco mais.

 

António Costa da Silva

 

publicado por alcacovas às 12:38
| comentar
19 comentários:
De Cristina a 13 de Julho de 2009 às 16:03
Enquanto elemento da Banda da SUA e sobretudo ALCAÇOVENSE quero apresentar o meu desagrado à forma como a BANDA da SUA foi "acolhida" por parte da Junta de Freguesia, na quinzena cultural. Sendo um símbolo de cultura e de referência do Concelho, não foi merecedora de apresentar um concerto às centenas de pessoas que se encontravam no jardim público no sábado à noite. Como se não bastasse, a pequena actuação que lhe foi permitida realizou-se de pé, sem que fosse avistada pela maioria dos visitantes da quinzena, frente ao palco ocupado com microfones para actuação seguinte (grupo "Trigo Roxo" ) e ao lado do CORETO, que pelos vistos apenas serve para embelezar o jardim! Será que o "Grupo Ti Maria da Peida" tem mais mérito para os organizadores da quinzena do que a BANDA DA SOCIEDADE UNIÃO ALCAÇOVENSE?
Para o Junta de Freguesia vai o meu voto negativo relativamente à organização desta quinzena!
De eu a 14 de Julho de 2009 às 10:25
Não poderia estar mais do que de acordo com a Tina. Foi uma vergonha o que fizeram com a Banda da SUA... Ao longo destes anos todos bem se tem visto a Banda sempre disponivel para a JFA e para a CMVA, e agora a JFA agradece assim... Actuaram feitos canitos, porque era bastante dificil desviar pro lado no palco meia duzia de cadeiras e microfones.... Eles merecem muito mais... -Dedicam-se, esforçam-se e depois são recebidos daquela linda maneira... eu no lugar deles e se fizesse parte da direcção nem sequer la tinha ido...
Cumprimentos a Banda da SUA... Voces são excelentes, continuem
De Ana a 15 de Julho de 2009 às 15:57
Nao sou Alcaçovense mas desloco-me com alguma
frequencia a essa bonita vila.
Tambem sou admiradora da sua banda e já assisti a algumas actuações, e sempre com muito agrado.
E mais uma vez estive presente na quinzena cultural e concordo plenamente com o comentário
da Cristina, e acrescento , foi simplesmente vergonhoso .
Mas também não posso deixar passar em claro
outro ponto, que foi a actuação da marcha.
Faço uma pergunta a alguem da organização,
porque é que nos mês das Santos Populares , a
marcha saiu para outras terras e não nas Alcaçovas.
Tinham a agenda preenchida ?
E ridiculo não acham?
Este desabafo ouvi da boca de alguns Alcaçovenses
e com muita razão.
Mas enfim, é como o Pais andamos à balda!
De anonimo a 14 de Julho de 2009 às 17:17
É normal neste elenco da junta este tipo de atitudes. Primeiro e como tenho reparado péssima é a apresentação dos espectáculos, sem jeito nenhum, só envergonha as nossas gentes, depois o tratamento aos nossos artistas. Uns nem convidados foram, pagando-se rios de dinheiros a outros que nem do concelho são, quando se esquece de grupos com sucesso ultimamente, casos do Seara Nova e dos Alencanto. Enfim e temos José Jacinto candidato à Camara... Viva a ti maria da peiiiiiida
De alcaçovense a 15 de Julho de 2009 às 14:49
ah sim a apresentação dos espectáculos tem sido o máximo...não passa do "prometo que não me vou alargar muito...ahhh hummmm....", o encerramento que está previsto com um teatro não tem informação que não é o grupo de cá....o que querem mais pessoas a assistir?! não é uma feira de associações...onde está a ASSOCIAÇÃO DE PAIS? pareçe-me que um grupo de jovens não é uma associação, qual a finalidade dos lucros?! MOSTREM O Q DE MELHOR Á NA TERRA (CONCELHO) POR FAVOR!
De Diogo Grosso a 16 de Julho de 2009 às 11:14
Primeiro dirija-se à barraca do grupo de jovens e veja para que são os fins lucrativos, depois pergunta porque não à associação às pessoas certas!
Nem merecia resposta porque nem a cara sabe dar quando critica !
Ah! E depois venham cá dizer que os jovens não fazem por nada! Não participam! Com pessoas assim a "enxota-los"! Mostre a cara e faça algo para melhorar as nossas actividades, QUE É O QUE NÓS JOVENS ESTAMOS A TENTAR FAZER!
Gostava de saber o que o senhor alcaçovense andava a fazer pelas actividades que cá se passam porque até agora a única coisa que eu sei que faz é sentar-se em frente ao computador a dar ao dedo criticando negativamente sem tentar fazer melhor, pelo menos não o vejo a fazer, pois não dá a cara! Meteu-se com os jovens errados, sabia? E já agora se quiser vá comer o crepezito à nossa barraquinha ou um bolinho, se quiser comprar-nos uma senha sai uma piriquita xD

Um bem-haja
De joaquim a 17 de Julho de 2009 às 17:03
não é esta a feira das associações e uma forma de promover o que melhor há na terra? se bem me lembro quando lá passei não me pareçeu q fossem uma associação?! nem tem nada q promova a terra!? ao têm?
De Alexandre Santos a 18 de Julho de 2009 às 01:30
Caro Joaquim.

Respondendo à sua primeira pergunta: não é uma feira de associações não senhor. Se fosse não estariam lá presentes pessoas a titulo individual e no programa estaria lá: abertura da feira das associações, mas não está (veja lá bem).

Quanto à segunda questão. Digo-lhe que promove-mos algo da nossa terra. Sabe o que é? Não consegue adivinhar? Promove-mos nem mais nem menos do que a juventude existente em Alcáçovas, pelo menos uma parte dela. Já que há tanto individuo que se queixa que a juventude não faz nada, nós fazemos. Fazemo-lo em prol do nosso desenvolvimento pessoal, da nossa terra e em nome de Algo maior em que acreditamos. Isto é, promovemos a existência de um grupo diferente dos padrões habituais do associativismo juvenil, mas que pertence a esta terra igualmente.

Cumprimentos
De o musico a 16 de Julho de 2009 às 17:43
o que fizeram à banda da SUA foi pura e simplesmente uma vergonha, tocar de pé em frente a um palco porque um grupo de meia dúzia de pessoas tinha que fazer o som às 6 da tarde para actuar às 10h30m da noite!!!!!!!!!! e por isso a banda não cabia no palco??????????? Sou sócio da SUA admiro muito a banda e o seu maestro todo aquele grupo unido que todos os alcaçovenses e socios se orgulham de ver e ouvir e que os barões da junta de freguesia os ignoraram e os despejaram em frente a um palco como se fossem uns coitadinhos. O que mais me admira foi como o sr. presidente da SUA deixou isto acontecer gostava de saber realmente o que se passou porque a banda não merecia este tratamento. E já agora a peça de teatro que se vai realizar na SUA também fosse á frente do palco??? será que gostavam?? Pois è sr. presidente da JUNTA se fosse eu director da nossa Sociedade digo nossa porque o sr também è sócio se o quizesse fazer que o fizesse no jardim em frente ao palco ou debaixo dele ou no coreto ou no centro cultural ou ainda no cine teatro de viana tenham vergonha e peçam desculpa à BANDA, ao MAESTRO e à DIRECÇÂO. VIVA A NOSSA BANDA
De Associação Pais a 16 de Julho de 2009 às 23:47
A Associção de Pais e Encarregados de Educação da EBI/JI de Alcáçovas, vem por este meio dar conhecimento a toda a população, que este ano não se encontra a participar na Quinzena Cultural com a sua tradicional «barraquinha» dos crepes, porque a Junta de Freguesia se esqueceu de reservar o stand. É de lamentar que ao fim de 12 anos de participação na referida Quinzena isto tenha acontecido. Mas a vida é assim , feita de encontros e desencontros e de coisas dificeis de entender e aceitar.
De ........... a 17 de Julho de 2009 às 13:42
É realmete de lamentar.. Primeiro o desagrado da Banda, agora a Associação de Pais... Que se pasas com esta Quinzena???? Será que o mal é das pessoas, ou mesmo da organização????
Depois de tudo o que tenho visto ao longo desta semana, e afirmou-o porque tenho lá ido todos os dias, é grande o desagrado desta população para com esta organização, ou seja, para com a JFA....
É triste, mas enfim é o que temos....é mais bonito vir gente de fora do que mostrar o de realmente temos de bom no nosso Concelho.
De Anónimo a 17 de Julho de 2009 às 17:57
Acho que esta quinzena esta ao nível das anteriores, ligeiramente acima, tanto na programação das actividades como na participação de publico, ate agora.
O que mudou foi o ano e este ano em que há eleições autárquicas tudo serve para dizer mal, o que existe e o que não existe. Então a Banda e a Sociedade tem alguma razão para se queixar da Junta como está a fazer? Tem Sr. Casaca? Onde tem faltado o apoio? Só se for agora porque tenho ouvido sempre nos aniversários da Sociedade o Presidente dizer o contrario. E a Associação de Pais, da Dr. ª</a> Sara da farmácia , sabe-se muito bem o que pretende, agora que é candidata dos socialistas á Junta de Freguesia. O Dr. fabi , percebeu agora que a Quinzena existia e devia ser mais assim ou assado, ao fim de 12 anos não ta mau não Sr.ª
O puto Diogo disse muito bem.

Viva as Alcáçovas e quem quer trabalhar todos os dias não apenas de 4 em 4 anos.
De o musico a 17 de Julho de 2009 às 20:28
afinal há mais sem ser a banda e bem vistas as coisas ainda aparecem mais têm è medo de falar façam favor de o fazerem porque quem quer ser vereador da cmva não pode tratar assim as associações sabem porquê??? porque nenhuma associação foi tratada assim pela cmva e o presidente da cmva nem das alcáçovas è !!! ou seja somos mais bem tratados pelos de fora da nossa vila dos que dizem ser amigos da nossa terra tacho é o que o srº quer.......... o feijão frade é que tem duas caras e o presidente da junta é igual parabéns por nos enganar a todos os alcaçovenvses.
De antonio casaca a 18 de Julho de 2009 às 11:18
neste blog que eu pouco vejo porque só serve para as pessoas "algumas" desabafarem e dizer o que lhe vai na alma sem se ter no minimo o conhecimento muitas das vezes dos factos veridicos das situações e fazem os comentários sobre o anonimato, não sei bem porquê . Falando da relação entre Sociedade e Junta de Freguesia queria dizer que quando ouvirem da minha boca palavras que não temos sido apoiados ou ajudados pela junta aí sim poderão dizer com muito á vontade que eu o disse e eu assumo mas meu caro anónimo nunca o disse e nunca o direi. Quanto ao que se passou em relação à Banda e a sua actuação (e já li os comentários) e quem os fez é porque sabe o que se passou uns sobre o anonimato outros dão a cara porque não tem medo de o fazer, e quem quizer saber na realidade o que se passou estou dísponivel para o fazer (aliás a banda sabe o que se passou)mas não aqui mas no lugar certo que é no Gabinete da Direcção da Sociedade e para que não haja dúvidas pode perguntar a quem estava na reunião na Junta para a elaboração do programa qual era a actuação da Banda na Quinzena. Não vou andar aqui a fazer o jogo do agora escreves tu respondo eu porque não é o meu género e é este tipo de situações o que as pessoas querem mas comigo tenham paciência não desço a esse nivel, fico á espera que apareçam para lhes ser explicado o que realmente se passou. Há já agora foi o primeiro comentário que fiz neste blog e se fizer mais algum que duvido muito nunca o farei sobre o anonimato. obrigado pela atenção.
De Diogo Grosso a 18 de Julho de 2009 às 16:42
Ainda queria elucidar as pessoas que fazem da quinzena a feira das associações de uma coisa.
Fui a um dicionário e procurei a palavra "grupo" e vejo que diz no significado o seguinte:

nome masculino
1.conjunto de pessoas ou objectos, tomados como constituindo um todo ou uma unidade
2. certo número de pessoas reunidas
3. pequena associação, em geral de índole cultural, recreativa ou desportiva

Parece que um grupo é uma associação... Enfim mas se quiserem nós pensamos em mudar para Associação de Jovens Cristãos xD uma pessoa tem de rir-se
De Anónimo a 19 de Julho de 2009 às 21:29
Parece-me que interessa realmente pensar que em todos estes dias de Quinzena há pessoas a trabalhar para que as coisas corram bem... que fazem o melhor que podem e sabem, sendo grupo, associação, organização ou interveniente. Para essas pessoas uma palavra de apreço. Normalmente são os esquecidos, ainda mais em ano de eleições.
De Anónimo a 19 de Julho de 2009 às 21:35
Durante estes dias em que se realiza a Quinzena tendemos a esquecer as pessoas que tudo fazem para que as coisas corram bem,independetemente das coisas correrem bem ou mal. São essas pessoas que merecem da minha parte uma palavra de apreço e reconhecimento

Comentar post

Publicado por:

André Correia (AC); António Costa da Silva; Bruno Borges; Frederico Nunes de Carvalho; Luís Mendes; Ricardo Vinagre.

Posts recentes

_

***

“Alcáçovas Vila Global”

Inauguração da obra de Re...

Recordação do nosso Blog:...

Há 6 anos atrás começou a...

Vitória

Um brinde à Arte Chocalhe...

O Fabrico de Chocalhos já...

Mostra de Doçaria de Alcá...

Arquivos

Fevereiro 2019

Outubro 2016

Agosto 2016

Fevereiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Blogs

Pesquisar neste blog