Sexta-feira, 19 de Junho de 2009

Risco de Mudanças irreversíveis no clima da Terra

O artigo que aqui se edita foi retirado do DN online de hoje-

por FILOMENA NAVES<input ... >Hoje<input ... >

Um relatório publicado ontem por um grupo de 12 cientistas do IPCC alerta para risco de mudanças abruptas e irreversíveis no clima da Terra se não forem dados passos rápidos e eficazes para diminuir drasticamente as emissões de gases com efeito de estufa. A publicação do relatório surge a poucos meses de negociações decisivas em Copenhaga.

A seis meses da conferência do clima, em Copenhaga, onde 180 países terão de definir as medidas que a partir de 2012 vão permitir reduzir as emissões de gases com efeito de estufa, um grupo cientistas do clima publicou um relatório que alerta para "um risco acrescido de mudanças climáticas irreversíveis", se não houver uma reacção rápida e adequada.

A conferência, que se realiza em Dezembro sob os auspícios da ONU, deverá dar seguimento aos compromissos dos países industrializados no âmbito do Protocolo de Quioto, cuja vigência termina em 2012. O documento ontem publicado foi elaborado por um grupo de 12 cientistas, dos cerca de dois mil do Painel Intergovernamental para as Alterações Climáticas (IPCC), com base nas conclusões de uma reunião em que estes fizeram o ponto da situação das alterações climáticas.

De acordo com os dados ali avançados, os vários parâmetros climáticos estão a evoluir "perto do limite mais alto" das projecções publicadas pelo IPCC no seu relatório de 2007. No caso da temperatura, por exemplo, o painel traçou uma estimativa de um aumento global entre os dois graus Celsius, no mínimo, e os seis graus no máximo, para as últimas décadas do século. É preciso dizer que os dois graus, de acordo com o IPCC, são o máximo que a temperatura global pode aumentar sem que ocorram disrupções graves no sistema climático da Terra. Isso produziria catástrofes ambientais em vários pontos do planeta.

O desaparecimento de grandes volumes de gelo no Árctico, a subida do nível do mar e a sua acidificação são já alguns dos sinais da mudança em curso.

No relatório, que foi coordenado pela investigadora Katherine Richardson, afirma-se que uma das alterações mais espectaculares que ocorreu desde a publicação do último relatório do IPCC, em 2007, foi o degelo no Árctico, que em 2007 atingiu um novo recorde absoluto.

Os cientistas recomendam uma redução de 25 a 40 por cento de emissões de gases com efeito de estufa entre 2012 e 2020, para que o aumento da temperatura global, no final do século não ultrapasse os tais dois graus Celsius. Mas os valores neste momento em cima da mesa, para negociação em Copenhaga, em Dezembro, não ultrapassam os 8 a 14 por cento de redução. Não chega, dizem os peritos.

 

AC

publicado por alcacovas às 17:26
| comentar

Publicado por:

André Correia (AC); António Costa da Silva; Bruno Borges; Frederico Nunes de Carvalho; Luís Mendes; Ricardo Vinagre.

Posts recentes

_

***

“Alcáçovas Vila Global”

Inauguração da obra de Re...

Recordação do nosso Blog:...

Há 6 anos atrás começou a...

Vitória

Um brinde à Arte Chocalhe...

O Fabrico de Chocalhos já...

Mostra de Doçaria de Alcá...

Arquivos

Fevereiro 2019

Outubro 2016

Agosto 2016

Fevereiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Blogs

Pesquisar neste blog