Domingo, 26 de Abril de 2009

Discurso do Vereador Rui Gusmão - PS

 

Bom dia a todos os presentes:

Presidente da Assembleia Municipal, Presidente de Câmara, Vereadores, Presidentes de Junta de Freguesia, Presidentes das Associações e Colectividades presentes na sala, senhoras e senhores

 

Comemorar o 25 de Abril hoje à distância de 35 anos é recordar e manter viva na nossa memória o Portugal cinzento e triste, um país que vivia a guerra colonial, isolado e condenado no seio da Organização das Nações Unidas, sem liberdade de expressão, das perseguições políticas, da PIDE, da caridadezinha, da ditadura.

Comemorar o 25 de Abril é também recordar o Movimento das Forças Armadas que abriu o caminho da liberdade, juntamente com o povo.

Por isso devemos viver e celebrar esta data e realçar que a Liberdade e a Democracia são valores fundamentais para a humanidade.

Recordo-me dos três D do MFA

Democracia

Descolonização

Desenvolvimento

A democracia trouxe-nos liberdade de expressão, de opinião e de imprensa e embora recentemente a Presidente de um partido político tenha dito que para implementar certas reformas, em Portugal, era necessário suspender a Liberdade por 6 meses tenho a certeza que quem viveu em ditadura não se sentiu bem com esta ameaça.

A descolonização pôs fim a uma guerra injusta e sem fim.

O desenvolvimento foi sendo cumprido e hoje em dia embora seja visível a insatisfação de muita gente, podemos afirmar que se cumpriu Abril.

Passámos a eleger os nossos representantes directos na Assembleia Municipal, na Câmara e nas Juntas de Freguesia e o Partido com maior número de votos irá governar a Autarquia, esperando-se da parte destes eleitos locais o exercício do Poder Local Democrático com empenhamento, muito trabalho e que esse trabalho se reflicta no desenvolvimento do nosso Concelho.

Infelizmente não é isso que se verifica no Concelho de Viana do Alentejo e pelo que ouvimos isso é responsabilidade do Governo Central, actualmente o Governo do Partido Socialista.

Usando a liberdade de expressão e o direito de opinião – conquista de Abril – numa observação crítica às vilas do nosso Concelho eu pergunto:

- Será que é culpa do Governo Central o estado lastimoso das ruas de Aguiar, Alcáçovas e Viana? É possível melhorar? Porque não se melhora?

- Será culpa do Governo Central que uma obra como o Parque de Mercados esteja em construção há mais de quatro anos?

- Será que é culpa do Governo Central que a conclusão da ETAR de Alcáçovas esteja há dois meses à espera de conclusão?

- Quem deve ser responsabilizado pelo atraso da revisão do Plano Director Municipal, que ficou dois anos parado devido a um incumprimento processual?

- A aposta num modelo de desenvolvimento deste Concelho baseada em exclusivo no incentivo à construção de casa própria em bairros residenciais, aos loteamentos de terrenos sem espaços verdes e equipamentos lúdicos para crianças é do Governo Central?

- Já que falamos em eleitos locais que reflexão merece a atitude da CDU relativamente à renúncia do mandato do Vice-Presidente eleito (o Vereador das Alcáçovas) para a Câmara Municipal de Viana do Alentejo?

À semelhança de um Pimeiro-Ministro de Portugal que disse ter encontrado o País de tanga e foi protagonista, na minha opinião, da vergonhosa Cimeira dos Açores que deu luz verde à guerra no Iraque, este Primeiro-Ministro virou as costas a Portugal, ao País de tanga, para aceitar o lugar de Presidente da Comissão Europeia.

No caso da nossa Autarquia a renúncia do Vice-Presidente, deu origem à candidatura à Autarquia vizinha de Alvito com o apoio da coligação que o elegeu em Viana do Alentejo, sujeitando-se a CDU à lógica do interesse pessoal deste senhor.

Esta manifestação de afirmação pessoal teve ainda como consequência a alteração da equipa da Junta de Freguesia de Alcáçovas que na lógica da CDU foi a melhor saída encontrada para a recomposição do executivo da Câmara Municipal de Viana do Alentejo.

Para quem se diz empenhado e dedicado na construção de um Concelho mais desenvolvido, respeitando sempre a vontade que as populações têm no processo de escolha dos seus mais directos representantes, esta não parece ser a conduta de quem se afirma defensor do Poder Local Democrático.

Isto é possível? Sim, é possível e aconteceu em Viana do Alentejo com a CDU.

Mas porque hoje celebramos Abril, não quero encerrar a minha intervenção sem antes ler um poema de um dos poetas que cantou Abril, um poeta que admiro e que desapareceu há 25 anos, o poeta José Carlos Ary dos Santos.

 

 

 

Isto vai meus amigos isso vai

Um passo atrás dois à frente

E um povo verdadeiro não se trai

Não quer gente mais gente que outra gente

 

Isto vai meus amigos isso vai

O que é preciso é ter sempre presente

Que o presente é um tempo que se vai

E o futuro é o tempo resistente

Depois da tempestade há a bonança

Que é verde a cor que tem a esperança

Quando a água de Abril sobre nós cai

 

O que é preciso é termos confiança

Se fizermos de Maio a nossa lança

Isto vai meus amigos isso vai

 

 

VIVA o 25 de Abril

 

Rui Gusmão – Vereador da CMVA Eleito pelo PS

 

Editado por António Costa da Silva

 

publicado por alcacovas às 12:42
Comentar:
De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Publicado por:

André Correia (AC); António Costa da Silva; Bruno Borges; Frederico Nunes de Carvalho; Luís Mendes; Ricardo Vinagre.

Posts recentes

_

***

“Alcáçovas Vila Global”

Inauguração da obra de Re...

Recordação do nosso Blog:...

Há 6 anos atrás começou a...

Vitória

Um brinde à Arte Chocalhe...

O Fabrico de Chocalhos já...

Mostra de Doçaria de Alcá...

Arquivos

Fevereiro 2019

Outubro 2016

Agosto 2016

Fevereiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Blogs

Pesquisar neste blog