Quinta-feira, 26 de Fevereiro de 2009

Blogosfera Local 7 - Fim de Fevereiro

 

[cortesia blogue Peixe Banana http://peixebanana.blogs.sapo.pt]

 

Quarto erro capital: Propaganda

 

Quarto erro capital. A propaganda eleitoralista dos eleitos pela CDU local feita com os impostos pagos por todos nós.

Ainda faltam oito meses para as eleições autárquicas, mas já vimos como esta máquina de esbanjar recursos humanos, materiais e financeiros em eleitoralismo puro e duro anda a gastar os impostos dos munícipes em fogos de artifícios,  festarolas por tudo e por nada, almoços e beberetes, passeatas absurdas, cartazes idiotas, obras desnecessárias, cabazes de não sei quê para não sei quem. Agora fiquei a saber que os nossos impostos até servem para pagar musicais, almoços, discoteca e bebidas no dia 7 de Março quando só no dia seguinte se assinala a efeméride! Estranha gestão.  

 

Alguns eleitos, até agora, andaram a "engonhar", tinham cálculos meramente com base no próprio calendário eleitoral. Não contaram com cidadãos activos e participativos, com listas de candidatos fortes. Ignorantemente não souberam prever a crise económica e social mais tarde ou cedo acabaria por cá chegar, pior, hoje não querem ver e aceitar que o mundo mudou muito e para novos problemas são necessárias novas soluções.

Agora, quase em desespero oferecem tudo a todos, lançam-se em ataques pessoais e boatos na Internet, usam os piores métodos de perseguição política, instalam uma cultura de medo nos trabalhadores e munícipes, não aceitam a diferença nem o pensamento contrário, agarram-se com unhas e dentes aos pequenos poderes.

Em três anos e quatro meses quase nada foi feito no concelho, esteve tudo parado "na mesma como a lesma". Subitamente até às eleições autárquicas, a pseudo-equipa eleita que se juntou na Câmara quer fazer tudo e mais alguma coisa, obras aqui e acolá, não poupando trabalhadores, aparências e artifícios para todos os lados, aproveitam o analfabetismo e a iliteracia de muitos populares, deixaram de ter acção para passar a ser reacção.

 

Lamento não haver mais seriedade na política. Se estas são as prioridades políticas e as escolhas para encaminhar os parcos recursos de um concelho pobre, muito mal vai esta gestão, na minha modesta opinião prioritária é a questão económica e a social, se depois disso sobrar recursos aí sim poder-se-á usá-los para fins recreativos. Os eleitos deviam ter mais responsabilidade em gerir com rigor e competência as políticas públicas, assim é um regabofe inaceitável.

Se isto não é eleitoralismo puro e duro da CDU de Viana do Alentejo então não sei o que será. Num ano desgraçado, dificuldades económicas extremas, com a miséria das famílias à vista, esbanjar os recursos económicos, fruto dos nossos impostos, com fins meramente eleitorais acho sempre uma má solução. Descartes era um grande filósofo, dizia que até pode haver muita vontade, mas se não houver entendimento não se chega nunca à razão.

Vamos ver se os próximos tempos confirmam ou não esta tese, por estes dias Viana do Alentejo não tem uma estratégia de desenvolvimento consistente, os cidadãos não se revêm naquelas práticas pouco democráticas, infelizmente acho que é desta que se vão os dedos e os anéis, lá se vai o futuro das gerações vindouras neste concelho. Por aqui, enquanto houver pão e circo, as hostes vão estando animadas e distraídas, como diz uma música do Sérgio Godinho "cá se vai andando com a cabeça entre as orelhas".     

 

Retirado do http://polvorosa.blogs.sapo.pt/

 

Editado por António Costa da Silva

 

publicado por alcacovas às 19:17
| comentar
1 comentário:
De Mélanie a 27 de Fevereiro de 2009 às 13:31
Bom dia,
estou há muito tempo à procura da origem da tradição do baile da pinha. Saberá responder-me? é uma tradição muito antiga? e porque veneram a pinha? muito obrigada por me responder! Cumprimentos Mélanie

Comentar post

Publicado por:

André Correia (AC); António Costa da Silva; Bruno Borges; Frederico Nunes de Carvalho; Luís Mendes; Ricardo Vinagre.

Posts recentes

_

***

“Alcáçovas Vila Global”

Inauguração da obra de Re...

Recordação do nosso Blog:...

Há 6 anos atrás começou a...

Vitória

Um brinde à Arte Chocalhe...

O Fabrico de Chocalhos já...

Mostra de Doçaria de Alcá...

Arquivos

Fevereiro 2019

Outubro 2016

Agosto 2016

Fevereiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Blogs

Pesquisar neste blog