Domingo, 23 de Novembro de 2008

Giesteira foi um justo vencedor

S. C. ALCAÇOVENSE - GIESTEIRA

 

 

Iniciámos o jogo com a seguinte equipa: Guarda-Redes: Pernas; Defesas: Grazina, Batalha, Nuno Maurício (Chinês) e Aires; Meio-Campo: Zé Eduardo (Treinador Jogador), Gansinho, Pedro Santos (Gadunha) e Nuno Galvão Atacantes:, Jorginho e Nuno Esteves (45).

 

A grande diferença neste jogo teve a ver com um aspecto determinante: A equipa mais confiante foi a que conseguiu pôr melhor em prática o seu futebol. Neste caso foi a Giesteria.

 

A Giesteira, equipa que lidera muito bem a nossa série, encontra-se extremamente motivada. Desta forma, tudo é mais fácil. Com confiança e também muito bem orientados por Canivete, é mais fácil tirar partida das falhas do adversário.

 

 

Ao contrário, a nossa equipa procura encontrar o seu melhor momento. A ânsia de resultados é o nosso maior pecado. Zé Eduardo continua a fazer um excelente trabalho, no entanto as coisas não acontecem. As lesões são várias (ex: Francisco Valente, Manuel Jorge, Salsinha, Mochila; Nelson, João Neves), outros que acabaram de sair delas (ex: Zé Eduardo, Gansinho, Batalha, Nuno Galvão, Gadunhas, etc, etc) e ainda alguns castigos (Nelson e Batalha), têm sido os maiores factores inibidores para o desenvolvimento e progressão da nossa equipa.

 

  

Apesar das muitas ausências na nossa equipa, conseguimos ter em campo um grupo cheio de determinação. No entanto, os pupilos de Canivete acabaram por comandar as operações.

 

Na primeira oportunidade, num livre frente à baliza de Pernas, conseguiram inaugurar o marcador.

 

No início da segunda parte a equipa forasteira teve tudo a seu favor. Primeiro, alargaram a vantagem e pouco tempo depois conseguiram um panaltie, após um lance em que Batalha fez falta com a mão. A situação agravou-se porque a Giesteira marcou o seu terceiro golo e ficámos sem Batalha (segundo amarelo).

 

No final do jogo surgiu naturalmente o quarto golo da Giesteira.

 

Realçamos três falhas descaradas da nossa equipa ao longo do jogo que poderiam ter dado golo. Infelizmente a falta de sorte não nos larga.

 

Vitória incontestável da Giesteira.

 

Pela Direcção do SCA

 

António Costa da Silva

 

publicado por alcacovas às 17:57
| comentar
17 comentários:
De snisga a 23 de Novembro de 2008 às 22:43
entao mas as alcaçovas jogaram cm 12 jogadores de inicio??lolol
De alcacovas a 24 de Novembro de 2008 às 09:59
Repetição de um nome.
Cumprimentos
António Costa da Silva
De luis a 23 de Novembro de 2008 às 23:41
fabi podia me explicar a situaçao do mantas e do painho..ouvi dizer que ja nao faziam parte do palantel..qual foi o motivo??
De alcacovas a 24 de Novembro de 2008 às 10:01
A razão destas ausências deve-se a problemas disciplinares. O Victor Mantas foi dispensado.
Cumprimentos
António Costa da Silva
De adepto do s.c.a a 25 de Novembro de 2008 às 11:47
eu bem disse que no inicio da época o mantas ia dar barraca..quem nao se lembra dos meus comentarios..ele no reguengos deu ele barraca e agora vinha parar ao s.c.a para dar frutos..presidente a equipa preçisa urgentemente de ser reforçada..pelo o menos um avançado ja que o 45 está passado á historia..e tem que puxar as orelhas a alguns jogadores..é porque jogos aos domingos é complicado..nao é por ser de dia, o pior é as notes de sabado..a minha opiniao é que agora ja para a segunda volta o ze eduardo passa-se so a jogador e iam buscar o mister novo...porque é sempre bom ter uma pessoa a dar indicaçoes no banco de suplentes..e nao é o irmao do ze eduardo que tem esta capacidades..abraços e metam os olhos nestas equipas como a giesteira e valenças sao umas aldeias e tem boas equipas..força s.c.a..
De socio a 26 de Novembro de 2008 às 13:14
Com tantas ideias brilhantes para resolver os problemas da equipa do SCA! é mesmo de pessoas assim que o SCA precisa para ir em frente! e como não conhece a pessoas de que esta a falar, devia era andar menos nas NOTES e acompanhar mais a vida da equipa de DIA e depois sim, falar! Sobre as equipas de aldeia, a diferença é que se calhar têm mais gente a trabalhar para os clubes e menos a criticar!
De Hugo Painho a 27 de Novembro de 2008 às 02:15
Carta aberta ao senhor Presidente

Amigo e distinto senhor presidente, pessoa que bastante admiro e respeito, ao passar pelo blog que dá notícias deste meu clube (com o passar dos tempos também já o sinto bem cravado no meu coração, e por isso digo “meu”), hoje deparei com a sua resposta ao “Luís” (peço desculpa mas não estou a ver quem é, mas com certeza é um amigo do clube) e fiquei bastante triste, pois quem lê a sua resposta facilmente deduz que eu fui afastado da equipa ou algo do género, pois lê-se “problemas disciplinares”, e não queria jamais, independentemente do futuro, que a minha ausência fosse considerada igual à do Mantas (a quem desejo a melhor sorte do mundo, porque embora aqui diga sem qualquer rodeio que detestei como colega de equipa, também afirmo que a vida social nada deve ter a ver com a vida “da bola”, por isso tudo de bom para ele!), pois a verdade tem apenas dois pontos e aproveito a oportunidade para as deixar ao conhecimento de todos:

A minha vida profissional mudou, nomeadamente o meu horário de trabalho, pelo que saindo às 9h da noite todos os dias de semana, é-me totalmente impossível fazer os 75km que me separam para ir treinar

No último jogo que realizei, fui eu quem disse que não concordava com o mister em algumas decisões, porque achava que estavam a prejudicar o clube, mas não “mandei recado” disse-lho pessoalmente assim como ao seu adjunto.

Agora é importante saber o seguinte:
Em relação ao ponto 1:
Claro que sei que assim seria difícil exigir algo, muito menos que merecia ser titular, mas prontifiquei-me a estar disponível sempre que o mister entendesse, para ajudar no que pudesse, que não iria mudar de clube, indo ao fim de semana sempre que fosse necessário, porque sabemos que o grupo é curto e “Todos somos Poucos” para ajudar. Tenho que referir que o mister foi impecável, e que ficámos assim entendidos, sendo que inclusivamente nos dois últimos jogos que joguei nem sequer tinha treinado, por isso nada posso apontar, muito pelo contrário agradecer a confiança em mim depositada pelo mister e pelos excelentes colegas que entenderam a situação. Restava-me treinar aqui pela minha zona e estar pronto para ajudar sempre que os responsáveis assim entendessem.
Em relação ao ponto 2:
Aceitando que não foi correcto da minha parte, pois ele é que manda e se calhar eu deveria calar e engolir como sei que alguns colegas estavam a fazer, mas é esta a minha maneira de ser, e como aprendi a amar o SCA estava-me a custar muito as coisas que se passavam, nomeadamente as suas ultimas opções nas substituições, pois em Cabrela estávamos a ganhar fomos perder, em casa com o Mora estávamos empatados e contra dez fomos perder, nos Canavias estávamos a virar o jogo e ele ia mexer, e depois por também não concordar com duas ou três situações que se passavam, nomeadamente com as atitudes do Mantas em relação aos colegas, em relação a mim e até mesmo em relação ao Zé Eduardo, assim como ser notório que o Zé estava a atravessar uma fase má (lesionado) mas mesmo assim continuava em campo nos jogos quando se calhar seria mais útil a orientar de fora (e ATENÇÃO, não estou a dizer que eu é que tinha razão, apenas que é a minha opinião, valendo por isso o que vale!).
Agora tenho que referir o seguinte, compreendo que se calhar a minha forma de o expressar não foi a correcta, foi no calor da discussão, por isso me penitencio, assim como também não gostei da forma como o mister me tratou, mas…Cá está, ele é que manda, eu só tinha que calar!!

Ponto Final!

Peço desculpa amigo Fabi (penso que também conquistei o direito de carinhosamente assim o tratar!) por vir aqui responder, mas faço-o com todo o respeito, sem querer lavar qualquer roupa suja, nem atear qualquer discussão, apenas porque senti que aquele “problema disciplinar” não seria bem o correcto de fazer transparecer, pois fui eu quem saí, porque como já dizia o ditado “quem está mal é que se muda”, e realmente quem não estava a concordar era eu, logo eu é que tinha que sair.

Para terminar queria deixar a seguinte mensagem, e quem me conhece sabe que é do fundo do coração:

De Hugo Painho a 27 de Novembro de 2008 às 02:17
- Sou do SCA, aprendi a amar o clube, a lutar e sacrificar-me por ele, e tenho orgulho de o afirmar a toda a gente!!
- Não tenho nada a apontar ao clube, nomeadamente aos seus dirigentes, pois nada me faltou nestes 3 anos, sempre demonstraram carinho e amizade para comigo, e sempre foram leais na defesa do seu clube!!
- Admiro o Zé Eduardo, e respeito como pessoa e treinador, assim como o João, não tendo nada que me faça não lhes querer bem, porque discussões e maneiras de pensar diferentes sempre houve e haverá no futebol e sei (porque vivi naquele balneário muitas horas!) que independentemente das decisões que eles tenham, com certeza pretendem o melhor para o clube e para eles próprios!!
- Quero pedir desculpa aos sócios e simpatizantes por todas as vezes que o jogo não me correu bem, mas deixar-lhes bem claro que sempre tentei dar o meu melhor em prol do grupo
- E para terminar, deixar um grande abraço aos grandes amigos que por aí tenho, os meus colegas destes 3 anos, TODOS, porque é esta a beleza do desporto amador, é esta a riqueza que nos dá, a AMIZADE!! Queria que guardassem esta mensagem:
FOI O DESTINO QUE ME FEZ VOSSO COLEGA, MAS FOI O CORAÇÃO QUE ME FEZ VOSSO IRMÃO!!

Um grande abraço a toda a FAMILIA DO SCA

Hugo painho

PS: As vitória vão chegar, o grupo merece!!
De alcacovas a 27 de Novembro de 2008 às 21:34
Caro Hugo,
A resposta à questão que foi levantada deve-se ao facto de já haver bastante especulação sobre esta matéria. Por isso respondi globalmente, porque a pergunta era sobre os dois. No entanto, está lá bem claro na minha resposta que o Mantas foi dispensado, o mesmo não é referido ao Hugo Painho, porque no fundo sempre acreditei que (acalmando algumas águas) ainda seria possível que não deixasses o SCA. Sempre tiveste e terás toda a minha consideração, quer como atleta, quer como pessoa. Sempre foste um excelente elemento e sempre contei contigo.
Tudo o resto será falado e tratado pessoalmente. Espero brevemente poder-te visitar em Estremoz.
Um Abraço Amigo
Fabi
De Diogo Grosso a 1 de Dezembro de 2008 às 00:38
Grande Painho foi bom ter-te por cá!

Força SCA é para melhorar ;)
De zépovinho a 24 de Novembro de 2008 às 15:08
Vi o jogo e não gostei da atitude da equipa. Há jogos de futsal que tem menos golos.
De João a 25 de Novembro de 2008 às 10:32
Este f.semana levam mais 4 aqui no Ciborro deixa. Abraços
De Manuel Jorge Guerreiro a 26 de Novembro de 2008 às 12:28
Em vez de andarem por ai a criticar, mais valia apoiar-nos em todos os momentos, não é só quando ganhamos, porque nas derrotas é que precisamos do apoio de todos os adeptos, agora em relação a contratações é um pouco complicado para um Clube que os jogadores jogam com amor a camisola.
Isto não é como começa, mas sim como acaba. As contas do campeonato fazem-se no fim.
Um abraço para aqueles que gostam do S.C.A .
De liberato a 29 de Novembro de 2008 às 13:51
ó manel tu de bola nao percebes nada e muito menos de toiros...lol...loll...lol...abraços
De Anónimo a 29 de Novembro de 2008 às 21:00
"A equipa de Juvenis do Juventude Sport Clube conseguiu hoje á tarde uma excelente exibição no Campo do Lusitano e venceu de forma inequivoca por 1-3. O primeiro golo do encontro foi apontado de forma superior por intermédio de João Pisco em lance de canto directo. O mesmo jogador aumentou ainda antes do intervalo para 0-2 . No ínicio da segunda parte o Lusitano esboçou reacção e viria a conseguir reduzir para 1-2. Os jogadores de José Domingos voltaram então a carregar e num lance de bom entendimento iniciado em Luis David, João Pisco assistiu de cabeça para Pires que atirou a contar para o terceiro golo do Juventude."

É como muito orgulho que vejo um jovem alcaçovense que fez parte da sua escola no SCA a decidir um derby eborense (2 golos e 1 assistência) e também a liderar a selecção de évora (capitão da selecção de sub-16).
Deviam valorizar este miúdo.
Cumprimentos.
De Diogo Grosso a 1 de Dezembro de 2008 às 00:42
Merece mesmo ser valorizado:

http://juventudesportclube.blogspot.com/2008/11/juvenis-lusitano-1-juventude-3.html#links
De Emanuel Mauricio a 5 de Dezembro de 2008 às 12:23
companheiros ,em relação ao caso MANTAS quem segue o futebol da região certamente já tinha ouvido falar deste (SEM DUVIDA BOM JOGADOR ) mas nem sempre pelos melhores motivos e falo nomeada mente do mau ambiente que tem causado em alguns grupos . Eu como normalmente costumo seguir a equipa vi algumas atitudes menos correctas por parte do mantas com alguns colegas . isso claro causa mau ambiente . Quanto á situação do Painho , o Painho parece me uma pessoa sensata e que sabe respeitar o clube os colegas os treinadores e os adeptos , penso que nesta situação e depois de esclarecerem as coisas ( numa conversa de amigos ) entre a direcção os treinadores e o atleta , este devia voltar a ajudar a nossa equipa pois será sempre 1 elemento útil . Quanto ao ZÉ Eduardo e ao João resta me dizer que acho estão a fazer 1 bom trabalho e que dia melhores viram não baixem os braços e continuem o trabalho como ate aqui tem feito . E em resposta ao outro comentário quem mete em causa as capacidades do João e do Zé dixe me dizer lhe que tanto 1 como o outro andam no futebol muitos anos e estão mais do que qualificados para treinar esta ou qualquer outra equipa . ABRAÇOS A toda a família do SCA

Comentar post

Publicado por:

André Correia (AC); António Costa da Silva; Bruno Borges; Frederico Nunes de Carvalho; Luís Mendes; Ricardo Vinagre.

Posts recentes

_

***

“Alcáçovas Vila Global”

Inauguração da obra de Re...

Recordação do nosso Blog:...

Há 6 anos atrás começou a...

Vitória

Um brinde à Arte Chocalhe...

O Fabrico de Chocalhos já...

Mostra de Doçaria de Alcá...

Arquivos

Fevereiro 2019

Outubro 2016

Agosto 2016

Fevereiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Blogs

Pesquisar neste blog