Segunda-feira, 4 de Agosto de 2008

Anedotas com séculos

 

As anedotas mais velhas do Mundo até 1900 a.C.
 
O humor, com irreverência e ousadia já se praticava há milhares de anos. Bem se diz que não há nada de novo entre os homens.
 
1- A mais antiga, dos Sumérios (actualmente sul do Iraque), aí pelo ano 1900 a.C., seria assim: “ desde há muitos, muitos anos que uma mulher jovem não arrotava no colo do marido”.
2 - Outra datada de cerca de 1600 a.C., contada sobre um faraó, possivelmente o rei Snofrou dizia: “Como é que se entretém um faraó entediado ? Enche-se um barco com jovens mulheres vestidas apenas com rede de pesca e manda-se o faraó apanhar um peixe”.
3 – Três condutores de bois de Adab estavam cheios de sede: um era o dono do boi, outro era dono da vaca e o outro era o dono da carga da carroça. O dono do boi recusou ir buscar água porque tinha medo que um leão lhe comesse o boi. O dono da vaca recusou-se também porque tinha medo que a sua vaca se afastasse e se perdesse no deserto. O dono da carroça recusou-se porque temia que lhe roubassem a carga. Então foram os três e na sua ausência o cobriu a vaca, que teve um bezerro, a vaca comeu a carga que estava na carroça. Pergunta: quem é o dono do bezerro?
4 – Uma mulher era cega dum olho e estava casada há 20 anos. Um dia o marido arranjou outra mulher e disse que se ia divorciar da velha, porque ela só tinha um olho. E esta respondeu: Só agora depois de 20 anos é que descobriste? (Egipto, cerca de 1000 a.C.
5 – Ulisses relata que o nome real do Ciclope é ninguém. Quando Ulisses instruiu os seus homens para atacar o Ciclope este gritou: “Socorro ninguém me vai atacar”. E assim ninguém o foi ajudar (Homero, 800 a.C.
6 – Adivinha: Qual é o animal que de manhã anda a quatro pés, a dois ao meio dia e a três ao fim do dia? É o homem...(Grécia, numa peça, no ano 429  a.C.)
7 – O homem é ainda mais ardente sexualmente do que o burro. É a sua bolsa (carteira) que o refreia (Egipto entre os anos 300 e 30 a.C.)
8 – Quando Augusto viajava pelo seu Império viu um homem na multidão que se parecia imenso com ele. Augusto chamou o homem à sua presença e perguntou-lhe: “O tua mãe esteve em tempos ao serviço do palácio?”
Resposta do homem: “Não alteza, mas o meu pai sim.” (Creditada ao próprio Imperador, 63 a.C. e 29 d.C )
9 – Querendo ensinar o seu burro a não comer um pedante deixou de lhe dar comida. Quando o burro morreu de fome ele disse: “Sofri uma grande perda. Quando ele já tinha aprendido a não comer morreu.”(Entre os séculos 4 e 5 d.C.).
10 – Quando o barbeiro perguntou como queria o cabelo cortado, o rei respondeu: “em silêncio”.(Entre o 4 e o 5 séculos d.C.)
E, ainda:
A anedota mais velha entre os britânicos, do século X mostra o lado devasso dos anglo-saxãos: “O que é que está pendurado na coxa dum homem e quer furar o buraco que já foi furado várias vezes? A chave.”
  
Visto e traduzido do site: www.dave-tv.co.uk.

 

 AC

publicado por alcacovas às 14:40
Comentar:
De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Publicado por:

André Correia (AC); António Costa da Silva; Bruno Borges; Frederico Nunes de Carvalho; Luís Mendes; Ricardo Vinagre.

Posts recentes

_

***

“Alcáçovas Vila Global”

Inauguração da obra de Re...

Recordação do nosso Blog:...

Há 6 anos atrás começou a...

Vitória

Um brinde à Arte Chocalhe...

O Fabrico de Chocalhos já...

Mostra de Doçaria de Alcá...

Arquivos

Fevereiro 2019

Outubro 2016

Agosto 2016

Fevereiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Blogs

Pesquisar neste blog