Quinta-feira, 24 de Julho de 2008

Em Aguiar também se queixam

Alcatroeiros!!

 

 

 

 

Aguiar sempre foi uma freguesia pobre, sem muitos predicados no que diz respeito ao património arquitectónico. Estrategicamente foi sempre um ponto de passagem e nunca de fixação de populações, até á bem pouco tempo. Quando a CMVA fez alguma coisa para alterar esta politica, mesmo sem criar pólos de atracção, limitando-se a abrir espaço de edificação pouco tempo teve de esperar. O espaço foi ocupado com muita rapidez, a iniciativa privada investiu alguns milhões na freguesia e num par de anos tivemos um crescimento populacional relevante, não sei se existem registos, mas pelos menos 100 novos habitantes, o que num local onde residiam 699 é um acréscimo muito significativo, depois sentaram-se á espera, fizeram umas festas da primavera, e umas comemorações do 25 de Abril. A pedido de muitas famílias arranjaram e dotaram a pré escola de melhores condições (desde há muitos anos que a pré escola de Aguiar não tinha duas salas em funcionamento), deram um toque aqui ou ali e ultimamente alcatroaram 2 ruas indo neste momento para a 3ª.
 
O largo da Igreja está a ser alcatroado também, ainda não percebi se vão alagar a rua até ás portas da igreja ou se querem assar os velhotes que no verão concorrem os velhinhos bancos colocados aleatoriamente por aqui e por ali. Por considerar que por questões estéticas e de conforto o largo da igreja (o centro de Aguiar) era uma aberração, insistem em manter tamanha aberração. Uma casa de banho pública marca a paisagem com um impacto visual perfeitamente desajustado, sendo no entanto o local mais confortável para o descanso dos velhotes quando chove muito ou já não se aguenta estar no alcatrão. A cabine telefónica mais parece ter sido abandonada ali por alguém que ia com muita pressa. E as belíssimas amoreiras (penso eu que sejam), que proporcionam sombra, partem o pavimento e inviabilizam totalmente o espaço praça ou rossio, a muito custo consigo vislumbrar a igreja mas não deixo nunca de reparar na excelente iluminação publica tirada de um filme de fellini que para além de iluminar muito pouco está colocada nos locais mais improváveis, note-se o candeeiro que ilumina a entrada da igreja que passo a descrever: - Belíssimo exemplar em latão pintalgado por aqui e ali a cal, denota alguma corrosão e aparenta uns bons 30 anos, coroa a entrada da igreja e surpreende-nos com o seu design anos 70, de referir que a cablagem que escorre pela empena da igreja já se confunde com a própria parede após 30 demãos de cal.
 
O excelente estado de conservação do imóvel é de bradar aos céus, pelo que sei, uma obra de reparação ao telhado realizada á pouco tempo denota no mínimo falta de profissionalismo de quem o fez. Colar telhas de barro em pranchas de lusalite está comprovado há já muitos anos não ser um opção correcta por questões de amplitude térmica elevada e fraca resistência das placas que por serem de fibras de cimento absorvem muita água e pela mesma razão ao serem atingidas pelo nosso sol abrem fissuras que normalmente resultam em fendas, estas descolam as telhas, por outro lado neste tipo de recuperação os canais são invariavelmente estreitos, o que proporciona o deposito de detritos e a consequente plantação que cresce invariavelmente nos telhados das nossas igrejas. Como posso reparar o alcatrão tem sido uma solução por aqui, aproveitem e alcatroem também o telhado da referida igreja, com toda a certeza cria um bom revestimento e se no verão aquece em demasia o espaço de culto, no inverno vai ser bom visitar o templo para aquecer o corpo e talvez a alma.
 
Excelentíssimo Sr. Presidente da Junta de Freguesia de Aguiar, sei que no meio do desnorte de liderança da CMVA e com eleições á porta, se torna urgente fazer alguma coisa, mas como o senhor sabe tão bem como eu, isto é empatar, não se resolve nada e fica tudo na mesma. Na minha qualidade de cidadão peço-lhe que interceda por nós, nem tudo em Aguiar tem de ser provisório e essa coisa do alcatrão que embora seja bom para passear de automóvel, não é concerteza o ideal para pavimentar uma praça. Proponha um pequena requalificação do espaço, existem programas específicos que a CMVA pode estudar e apresentar uma proposta com qualidade, para que quem passe lhe apeteça parar e usufruir do espaço que por ser publico, central e com algum interesse mais que não seja pela história do relógio pode tornar-se num cartão de visita e num local com dignidade.
 
Retirado do http://peixebanana.blogs.sapo.pt/
 
Editado por António Costa da Silva
publicado por alcacovas às 19:55
Comentar:
De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Publicado por:

André Correia (AC); António Costa da Silva; Bruno Borges; Frederico Nunes de Carvalho; Luís Mendes; Ricardo Vinagre.

Posts recentes

_

***

“Alcáçovas Vila Global”

Inauguração da obra de Re...

Recordação do nosso Blog:...

Há 6 anos atrás começou a...

Vitória

Um brinde à Arte Chocalhe...

O Fabrico de Chocalhos já...

Mostra de Doçaria de Alcá...

Arquivos

Fevereiro 2019

Outubro 2016

Agosto 2016

Fevereiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Blogs

Visitas a partir de 5/3/2006

Pesquisar neste blog