Segunda-feira, 24 de Setembro de 2007

Concurso externo de ingresso para admissão de um estagiário car. téc sup. (licenciatura Psicologia)

Diário da República, 2.a série—N.o 184—24 de Setembro de 2007 27 971

CÂMARA MUNICIPAL DE VIANA DO ALENTEJO

Aviso n.o 18 191/2007

 

Concurso externo de ingresso para admissão de um estagiário na carreira de técnico superior (licenciatura em Psicologia)

 

1—A Câmara Municipal de Viana do Alentejo torna público que, por despacho do vereador em regime de permanência Manuel António Mendes Fadista, no uso de competência delegada de 28 de Junho de 2007 e nos termos do Decreto-Lei n.o 204/98, de 11 de Julho, aplicável à administração local pelo Decreto-Lei n.o 238/99, de 25 de Junho, conjugado com o Decreto-Lei n.o 404-A/98, de 18 de Dezembro, alterado pela Lei n.o 44/99, de 11 de Junho, aplicável à administração local com as adaptações constantes do Decreto-Lei n.o 412-A/98, de 30 de Dezembro, se encontra aberto, pelo prazo de 12 dias úteis a contar da data de publicação do presente aviso no Diário da República, concurso externo de ingresso para admissão de um estagiário na carreira de técnico superior (licenciado em Psicologia).

 

2—Ao referido concurso poderão concorrer os indivíduos que até ao termo do prazo fixado para apresentação das candidaturas reúnam os seguintes requisitos:

2.1—Requisitos gerais:

a) Ter nacionalidade portuguesa, salvo nos casos exceptuados por lei especial ou convenção internacional;

b) Ter 18 anos completos;

c) Possuir as habilitações literárias e ou profissionais legalmente exigidas para o desempenho do cargo;

d) Ter cumprido os deveres militares ou de serviço cívico, quando obrigatório;

e) Não estar inibido do exercício de funções públicas ou interdito para o exercício das funções a que se candidata;

f) Possuir a robustez física e o perfil psíquico indispensáveis ao exercício da função e ter cumprido as leis de vacinação obrigatória.

2.2—Requisitos especiais—os candidatos terão de possuir licenciatura em Psicologia.

3—A remuneração é a constante do anexo a que se refere o n.o 1 do artigo 13.o do Decreto-Lei n.o 412-A/98, de 30 de Dezembro (escalão

1, índice 321—actualmente E 1048,87). As condições de trabalho são as genericamente vigentes para os funcionários da administração local.

4—O conteúdo funcional do lugar a prover é resumidamente o seguinte: desenvolver funções de investigação, estudos, concepção e aplicação de métodos e processos enquadrados em conhecimentos profissionais inerentes à licenciatura exigida; desenvolver as tarefas que no âmbito da Divisão de Acção Sócio-Educativa se vierem a mostrar necessárias na área social.

5—O concurso é externo de ingresso, destina-se apenas ao preenchimento da vaga existente e caduca com o respectivo provimento.

6—O lugar posto a concurso insere-se no grupo de pessoal técnico superior, carreira de técnico superior (licenciado em Psicologia), categoria de estagiário.

7—Local de prestação de trabalho—o trabalhador exercerá funções no edifício sede da Câmara Municipal de Viana do Alentejo.

8—O júri do presente concurso terá a seguinte composição: Presidente—Estêvão Manuel Machado Pereira, presidente da Câmara Municipal de Viana do Alentejo.

Vogais efectivos:

Maria d’Aires Vera Figueira Vilela, chefe da Divisão Administrativa e Financeira da Câmara Municipal de Viana do Alentejo, que substituirá o presidente do júri em casos de falta e ou impedimento. Cláudia Isabel Varela Ribeiro, técnica superior de 2.a classe (jurista) da Câmara Municipal de Viana do Alentejo. Vogais suplentes: Domingos José Nunes da Rocha, técnico superior assessor (engenheiro civil) da Câmara Municipal de Viana do Alentejo. Pedro de Sousa Andrade e Silva, chefe da Divisão de Administração Urbanística da Câmara Municipal de Viana do Alentejo.

9—Os métodos de selecção constarão de realização de uma prova teórica de conhecimentos, na forma escrita, e de entrevista profissional de selecção. A prova teórica de conhecimentos, com carácter eliminatório (serão eliminados os candidatos com nota inferior a 9,5 valores), terá a duração de duas horas e trinta minutos e incidirá sobre a seguinte legislação: Lei n.o 169/99, de 18 de Setembro, com a redacção dada pela Lei n.o 5-A/2002, de 11 de Janeiro, Decreto-Lei n.o 24/84, de 16 de Janeiro, Resolução do Conselho de Ministros n.o 18/93, publicada no Diário da República, 1.a série-B, n.o 64, de 17 de Março de 1993, e ainda sobre as seguintes obras: Psicologia Social, Jorge Vala e Maria B. Monteiro, Serviço de Educação e Bolsas, Fundação Calouste Gulbenkian, e Qualidade, Inclusão e Diferenciação, José Morgado, Colecção Teses/11, ISPA.

A prova de entrevista profissional de selecção terá a duração de trinta minutos e destinar-se-á a avaliar as aptidões profissionais e motivações pessoais dos candidatos para o desempenho das funções, sendo ponderados os seguintes factores de apreciação:

a) Capacidade de relacionamento;

b) Motivação e interesse pelo lugar a prover;

c) Perfil para o cargo.

A avaliação efectuada será traduzida de acordo com o seguinte:

a) Favorável preferencialmente—de 16 a 20 valores;

b) Bastante favorável—de 13 a 15 valores;

c) Favorável—de 11 a 12 valores;

d) Favorável com reservas—10 valores;

e) Não favorável—menos de 10 valores.

10—Cada uma das provas será classificada de 0 a 20 valores e a classificação final dos candidatos será resultante da seguinte fórmula:

CF = (PC + EP)/2

em que:

CF = classificação final;

PC = prova teórica de conhecimentos;

EP = entrevista profissional de selecção.

11—A acta da reunião do júri em que conste a classificação final dos candidatos será facultada aos candidatos sempre que solicitada.

12—Os requerimentos deverão ser dirigidos ao presidente da Câmara Municipal de Viana do Alentejo, remetidos pelo correio até ao termo do prazo fixado para apresentação das candidaturas, sob

registo, com aviso de recepção, ou entregues pessoalmente na Divisão Administrativa e Financeira da mesma Câmara, devendo dos mesmos constar os seguintes elementos:

a) Identificação do candidato (nome, estado civil, profissão e residência completa);

b) Identificação do concurso a que se candidata, com indicação do Diário da República em que o aviso foi publicado;

c) Declaração, sob compromisso de honra e em alíneas separadas, da posse dos requisitos gerais exigidos;

d) Indicação de quaisquer outros elementos que os candidatos considerem concorrer para melhor apreciação do seu mérito;

e) Para candidatos com deficiência, declaração sob compromisso de honra do respectivo grau de incapacidade e tipo de deficiência e menção dos elementos necessários ao cumprimento do artigo 7.o do Decreto-Lei n.o 29/2001, de 3 de Fevereiro.

O endereço para o qual devem ser remetidas as candidaturas é o seguinte: Câmara Municipal de Viana do Alentejo, Rua de Brito Camacho, 13, 7090-237 Viana do Alentejo.

13—Os requerimentos dos candidatos serão obrigatoriamente acompanhados da seguinte documentação:

a) Documento comprovativo das habilitações literárias exigidas;

b) Documentos comprovativos das circunstâncias eventualmente mencionadas na alínea d) do n.o 12 do presente aviso.

14—A não apresentação do documento referido na alínea a) do n.o 13 do presente aviso determina a exclusão do concurso.

15—A lista dos candidatos admitidos será afixada no edifício dos Paços do Município de Viana do Alentejo, cumprida que seja a tramitação para o exercício do direito de participação dos candidatos que devam ser excluídos. A lista de classificação final será afixada

no edifício dos Paços do Município de Viana do Alentejo e notificada aos candidatos nos termos das alíneas a) ou b) do n.o 1 do artigo 40.o do Decreto-Lei n.o 204/98, de 11 de Julho.

16—Os candidatos serão convocados para prestação das provas de conhecimentos, nos termos do n.o 2 do artigo 34.o do Decreto-Lei n.o 204/98, de 11 de Julho.

17—A frequência do estágio será feita em regime de contrato administrativo de provimento durante o período de um ano, findo o qual o estagiário apresentará o relatório de estágio.

18—A avaliação e classificação final do estagiário será feita pelo júri do estágio, que tem a composição indicada no n.o 8 do presente aviso, sendo traduzida na escala de 0 a 20 valores.

19—O estagiário aprovado com classificação não inferior a 14 valores será provido, a título definitivo, no lugar vago de técnico superior de 2.a classe (licenciado em Psicologia).

20—Quota de emprego—aplica-se o disposto no n.o 3 do artigo 3.o do Decreto-Lei n.o 29/2001, de 3 de Fevereiro.

21—Em cumprimento da alínea h) do artigo 9.o da Constituição da República Portuguesa, a Administração Pública, enquanto entidade empregadora, promove activamente uma política de igualdade de oportunidades entre homens e mulheres no acesso ao emprego e na progressão profissional, providenciando escrupulosamente no sentido de evitar toda e qualquer forma de discriminação.

22—Para efeitos de recrutamento foi consultada a bolsa de emprego público, tendo-se verificado não existir pessoal em situação de mobilidade, nos termos previstos no artigo 41.o da Lei n.o 53/2006, de 7 de Dezembro, tendo sido, pela Direcção-Geral da Administração

Pública, emitida declaração de inexistência de pessoal com o perfil pretendido relativamente ao pedido n.o 5559, registado em 3 de Abril de 2007.

12 de Setembro de 2007.—OVereador, em regime de permanência da Câmara Municipal, no uso de competência delegada, Manuel António Mendes Fadista.

2611048272

Retirado de http://www.dre.pt/pdf2sdip/2007/09/184000000/2797127972.pdf

Editado por António Costa da Silva

publicado por alcacovas às 20:07
| comentar

Publicado por:

André Correia (AC); António Costa da Silva; Bruno Borges; Frederico Nunes de Carvalho; Luís Mendes; Ricardo Vinagre.

Posts recentes

_

***

“Alcáçovas Vila Global”

Inauguração da obra de Re...

Recordação do nosso Blog:...

Há 6 anos atrás começou a...

Vitória

Um brinde à Arte Chocalhe...

O Fabrico de Chocalhos já...

Mostra de Doçaria de Alcá...

Arquivos

Fevereiro 2019

Outubro 2016

Agosto 2016

Fevereiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Blogs

Pesquisar neste blog