Quinta-feira, 30 de Agosto de 2007

Faleceu o Dr. José Flamínio Roza

"Faleceu o Dr. José Flamínio Roza,

Presidente da Fundação Alentejo Terra-Mãe de Évora e Benemérito da Associação "Terra-Mãe" de Alcáçovas

 

O Presidente da Associação «Terra-Mãe» e a Associação «Terra-Mãe», receberam com imenso pesar, consternação e emoção a triste notícia do falecimento de José Flamínio Roza, no passado dia 28 de Agosto, vítima de doença prolongada, aos 61 anos de idade. Advogado conceituado de profissão e presidente da Fundação Alentejo – Terra Mãe. Era natural de São Cristóvão, concelho de Montemor-o-Novo, onde nasceu em 17 de Junho de 1946, fez estudos pré-universitários no Alentejo (Distrito de Évora) onde residiu até finais de 1967. Em 1972 licenciou-se em Direito pela Universidade Clássica de Lisboa e era Advogado desde 1974. A Fundação Alentejo-Terra Mãe foi o grande sonho da sua vida que conseguiu tornar realidade em Fevereiro de 2005. Uma Fundação dedicada à divulgação do ‘seu’ Alentejo, da história, cultura e das suas gentes, e também à promoção da acção social junto das crianças desfavorecidas e idosos. A revista “Alentejo – Terra Mãe”, que viu a luz em Outubro de 2005 e mais recentemente a “Rádio Terra Mãe” eram as ‘meninas dos seus olhos’... Na advocacia destacou-se desde cedo. Foi membro da Comission de l' Arbitrage – CCI/Paris (Delegação Portuguesa) e Director do Gabinete Jurídico da Siderurgia Nacional (de 1975 a 1979). Com experiência em arbitragens nacionais e internacionais, quer como árbitro, quer como advogado, as suas áreas preferenciais de intervenção como advogado e consultor jurídico foram: Contratos Públicos, Direito Comercial, Societário, Financeiro, Bancário, Fiscal e investimentos estrangeiros.

José Flamínio Roza, lutou ao longo de dez meses pelo “bicho”, como ele designava a doença, que o atingiu mortalmente. O Alentejo perde um dos seus maiores e ilustres filhos, porque homens de fibra e calibre como este, já existem poucos, a defenderem os valores do povo e da cultura alentejana. “Homem baixo, mas não lhe olhassem para o físico, de uma energia felina” (José Maria Parreira) e possuidor de enormes capacidades e dotes de oralidade e escrita invejáveis.

                            

        (Cortejo de Oferendas, 29 de Julho de 2006, onde fez um contributo financeiro)

 

A Associação «Terra-Mãe perde fisicamente o seu principal benemérito, mas ganha espiritualmente uma tenacidade de honrar este homem. A Associação «Terra-Mãe assinou com a Fundação no dia 16 de Dezembro de 2005 um protocolo onde as duas instituições se comprometiam a divulgar os seus objectivos e as suas actividades. Na altura disse-me, “espero começar hoje consigo um caminho de unidade, pois a Fundação que eu fundei e a Associação que o Luís fundou têm quase o mesmo nome, por isso deve ter sido Deus que nos juntou na mesma causa, não pelo nome, mas pelo amor que temos ao Alentejo”. Pelas mãos do seu filho, Dr. Tiago Almeida e coordenador do CASA – Centro de Acção e Solidariedade do Alentejo da Fundação, realizamos em conjunto o II Cortejo de Oferendas em Alcáçovas no dia 29 de Julho de 2006 e onde o Presidente da Fundação Alentejo Terra-Mãe esteve presente. A partir desse momento nasceu uma equipa de trabalho que foi percebendo que ambas as instituições podiam criar outras raízes para além das culturais: as sociais. Mas foi pela Casa de Nossa Senhora da Esperança que o Dr. José Flamínio Roza lutou, acreditando no projecto social e educativo que a «Terra Mãe» de Alcáçovas possui, dizendo com firmeza e teimosia “não desista, lute pelo seu sonho como eu luto pelo meu, eu estou consigo”. Após saber da doença no início do Outono de 2006 e sabendo que o “bicho” era fulminante, mais se aproximou desta causa social para crianças e jovens desfavorecidos. No dia 24 de Abril comunicou-me na sede da Fundação, em Évora, numa conversa profundamente emocionante, que iria deixar um legado a esta instituição para se construir nas Alcáçovas a Casa de Nossa Senhora da Esperança, nomeadamente as valências «Lar e Centro de Acolhimento para crianças e jovens em risco José Flaminio Roza». Foi de lágrimas nos olhos que me comovi não só pela notícia do contributo financeiro mas também pelo aspecto debilitado que já era visível nessa altura. Chorava diante dele porque estava diante de um Homem que acreditava num jovem de 33 anos e um depósito incondicional de confiança na minha Direcção e Corpos Sociais.

Foi no dia 29 de Junho que recebi oficialmente por escrito a disponibilidade total da Fundação em iniciar as reuniões de acompanhamento ao projecto e à obra. As reuniões iniciaram-se imediatamente, porque lutávamos agora contra o «bicho» e contra o tempo, já que era da vontade do Dr. Flamínio assistir ao lançamento da primeira pedra. Foi com comoção que recebi a notícia da sua morte, com profunda tristeza assisti aos seus actos fúnebres. Tenho agora em mãos e em conjunto com a minha Direcção e Corpos Sociais, de num futuro próximo iniciarmos tão benemérita causa que vai dignificar o Alentejo, «Terra-Mãe» destas duas instituições e uni-las para sempre nos seus ideais.

Esperamos que Deus nos permita assistir a este grande acontecimento tão breve como desejado. Por isso, como Presidente desta instituição, farei de tudo para dignificar a memória e exemplo de José Flamínio Roza em Alcáçovas, no Alentejo e em Portugal.

As interrogações e as respostas que carrego na minha alma e às quais não encontro ainda resposta, vão sendo escritas futuramente na vida das duas instituições e na história dos alcaçovenses. Espero que do alto da colina, no Convento, Nossa Senhora da Esperança acolha a alma deste grande alentejano e continue a abençoar a vida da Associação «Terra-Mãe».

 

Alcáçovas, 30 de Agosto de 2007

 

O Presidente da Direcção da «Associação Terra-Mãe»

 

 

Luís Filipe Braga Matado da Silva Maia "

Editado por Luís Mendes

publicado por alcacovas às 20:26
Comentar:
De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Publicado por:

André Correia (AC); António Costa da Silva; Bruno Borges; Frederico Nunes de Carvalho; Luís Mendes; Ricardo Vinagre.

Posts recentes

_

***

“Alcáçovas Vila Global”

Inauguração da obra de Re...

Recordação do nosso Blog:...

Há 6 anos atrás começou a...

Vitória

Um brinde à Arte Chocalhe...

O Fabrico de Chocalhos já...

Mostra de Doçaria de Alcá...

Arquivos

Fevereiro 2019

Outubro 2016

Agosto 2016

Fevereiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Blogs

Pesquisar neste blog