Segunda-feira, 30 de Julho de 2007

Fim-de-semana aficionado em Alcáçovas

Integrada na Feira de Alcáçovas, todos aqueles que gostam, puderam usufruir de um fim-de-semana bem aficionado.

Na Sexta-feira, dia 27, após o concerto do grupo EzSpecial, por volta das 00h30m, ocorreu a garraida para todos aqueles que estivessem dispostos a um cara-a-cara com 5 vacas cedidas pelas Casa Agrícola Maria Genoveva Mira e Filho.

 

 

No Sábado, dia 28, pelas 22h, na praça instalada no recinto da Feira os aficionado puderam apreciar uma bela Corrida de Toiros à Portuguesa. Aqui fica a Crónica de Nelson Lampreia para o sítio da Internet www.toureio.no.sapo.pt.

 

 

Alcáçovas
28 de Julho de 2007
Corrida de toiros
Toiros
Branco Núncio
Cavaleiros:
Luis Rouxinol
Francisco Núncio
Brito Paes
Forcados Amadores
Montemor
Évora
 
 
"Corrida entretida em Alcáçovas

Na noite de 28 de Julho, a localidade de Alcáçovas ( Évora ), por ocasião da sua Feira Anual, viveu a sua tradicional corrida de toiros, em mais uma organização da dinâmica e aficcionada ASSOCIAÇÃO TAUROMAQUICA ALCAÇOVENSE. O publico respondeu afirmativamente, preenchendo 3/4 da lotação da praça instalada no campo da feira.
 
Saiu à praça um curro de 2004 com ferro e divisa de Branco Núncio, regulares de apresentação a darem jogo desigual, de melhores condições o primeiro, a deixarem tourear-se o 2º. e 5º. e levantarem mais problemas revelando sentido os 3º, 4º e 6º.
 
Luis Rouxinol provou que está um 'todo-o-terreno', não só pela preenchida agenda de espectáculos feitos e agendados, mas sobretudo pelo leque de soluções com que conta para as diferentes dificuldades que os toiros lhe colocam. Duas lides bem distintas e bem sucedidas na noite Alcaçovense provam-no, uma primeira mais alegre e movimentada ante um oponente colaborante que não complicou, permitiu chegar ao público em sortes 'limpas' no cite e colocação, bem adornadas e comunicativas a seu estilo, rematada com o tradicional par de bandarilhas. O seu segundo, muito menos claro de investida, requeria uma brega mais 'em cima', para o  fixar. Rouxinol poderia ter 'despachado' comodamente a ferragem, mas não se limitou a fazê-lo, esteve lidador a mexer no toiro, a procurar em cada ferro os melhores terrenos e distâncias e a mostrar que quem mandava ali era ele, conseguiu fazê-lo, deixando ferragem em sortes de verdade e com os ferros em 'su sitio', terminando com um palmito de elevada nota. Uma boa noite de Rouxinol em Alcáçovas. 
 
Agradável foi rever Francisco Núncio, com dois oponentes que não eram de todo fáceis, em particular o segundo ( que cedo buscou tábuas), trouxe o classicismo da arte de marialva, sempre procurando ir recto, em viagens suaves e a cravar com correcção, rematando sempre por dentro os ferros, cravando quase sempre ao estribo foram nota comum a ambas as lides, estando particularmente bem na segunda no que toca a brega, que foi muito cuidada e eficaz a contrariar a tendência que o toiro manifestava em renunciar à luta. Um pouco mais de alegria nos adornos e na comunicação com as bancadas, seria maior o eco de entusiasmo no conclave, no entanto, foi muito aplaudido com agrado. Teve também uma boa noite.
 
O pior lote e algum desacerto, contribuíram para que a passagem de Brito Paes por terras Alcaçovenses não fosse coroada de êxito. No seu primeiro que se adiantava ostensivamente, teve muitas dificuldades em ganhar o píton e deixar os ferros em reuniões cingidas, estas resultaram algo abertas e com bastantes passagens em falso, embora com preparações e cites de bom nível. O cavaleiro recusou a volta no final, mais um exemplo de respeito pelo publico e pela arte, dado por um profissional. No seu segundo, o que mais ostensivamente procurou refugiar-se em tábuas, andou algo nervoso nos compridos, tendo recuperado nos curtos, onde conseguiu deixar a ferragem de forma limpa e a custo, fruto de uma brega eficaz a contrariar as dificuldades, mas sem conseguir o impacto que decerto desejava. Deu volta no final em reconhecimento do esforço despendido.
 
No capitulo da Instituição Nacional que é o forcado amador, está garantido um futuro próximo, pelo menos para os dois grupos da noite, ambos optaram por dar oportunidades à juventude, tendo sido agarradas e deixando boas perspectivas. Apesar de os toiros não complicarem, havia que estar bem com eles e foi o que aconteceu na generalidade, tanto nos caras como nas ajudas. Os erros ( naturais na juventude ) foram rapidamente corrigidos ( forcados não mandaram nas reuniões ) e as pegas concretizadas logo nas segundas tentativas, uma para cada lado.
 
Assim, por Montemor, Filipe Manzarra ( à 2ª ), Noel Cardoso ( 1ª ) e Antonio Casimiro (1ª). Por Évora, Ricardo Casasnovas ( 1ª ), Nuno Lobo ( 1ª ) e Jorge Vacas ( 2ª ), bem ajudados, assinaram uma actuação para o futuro de ambos Grupos.
 
Apenas um reparo, está mais que na hora de os forcados se mentalizarem, os que ainda não estão, que são artistas e que o publico está, também, para os ver, aplaudir e assobiar consoante o caso. E que pelo facto de um cavaleiro entender que não justificou a volta na sua actuação, o forcado deverá dá-la caso a tenha justificado e não se ficar apenas por um agradecimento nos médios ou simplesmente retirar-se, não é  falta de respeito por ninguém dar a merecida volta.
 
Sem problemas dirigiu o Sr. José Tinoca, auxiliado pelo Dr. Patacho de Matos, uma corrida que se viu bem."
No Domingo, e de forma a terminar em beleza o fim-de-semana aficionado, uma novilhada pelas 18h30, também na praça instalada no recinto da Feira e com vacas da Casa Agrícola Maria Genoveva Mira e Filho, foram lidadas 3 vacas pelas Cavaleiras Amadoras Maria Mira e Sofia Almeida e pelo Cavaleiro Amador Manuel Vacas de Carvalho.
O Grupo de Forcados Juvenis de Montemor-o-Novo abrilhantou com a actuação dos seus pequenos forcados este espectáculo de verdadeiras revelações.
Foi triste verificar que numa tarde de Domingo tão boa como a do passado Domingo, poucos foram aqueles que estiveram presentes na Novilhada, em que se revelaram os futuros triunfadores do toureio nacional.
Aqui ficam algumas fotografias captadas pelo José Sampaio:

Durante as cortesias...

A Cavaleira Maria Mira aguardando a entrada da vaca na arena...

 

 

Luís Mendes, com a colaboração de Maria Mira.

publicado por alcacovas às 18:17
| comentar

Publicado por:

André Correia (AC); António Costa da Silva; Bruno Borges; Frederico Nunes de Carvalho; Luís Mendes; Ricardo Vinagre.

Posts recentes

_

***

“Alcáçovas Vila Global”

Inauguração da obra de Re...

Recordação do nosso Blog:...

Há 6 anos atrás começou a...

Vitória

Um brinde à Arte Chocalhe...

O Fabrico de Chocalhos já...

Mostra de Doçaria de Alcá...

Arquivos

Fevereiro 2019

Outubro 2016

Agosto 2016

Fevereiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Blogs

Pesquisar neste blog