Sexta-feira, 23 de Fevereiro de 2007

POEMAS DE VIRGINIA MARECO

Apresento o poema com que a jovem Virginia Mareco ganhou o 2º prémio, na modalidade poesia, da V Edição dos Jogos Florais do Concelho de Alvito, no dia 24 de Setembro de 2006.

Alvito, Ilustre Concelho

 

Alvito, rosto de cal,

ruas alvas, limpas, calmas,

Alentejo ao natural,

reconforto para as almas.

 

Pórticos manuelinos

nas ruas bem alinhadas.

Um povo que inspira hinos,

letras em grave cantadas.

 

O solar acastelado

(hoje em dia é pousada):

por Dom João ideado,

de Dom Manuel morada.

 

Mãos de canteiros maurescos

deram edificação

de retoques pitorescos

ao Santo Sebastião.

 

Estrutura quinhentista

na Greja de Santo António;

o estilo renascentista

na matriz do património.

 

O solar de Água de Peixes,

eco das “cortes de aldeia”.

Relógio de sol não deixes

de ver, quedo, a ganhar teia.

 

Oliveiras centenárias

são esculturas caprichadas

e as hortas refractárias

têm terras amanhadas.

 

A barragem tem no meio

ilhotas a flutuar;

para muitos é recreio

onde se aprende a pescar.

 

De “alvitre” o nome provém

quando um touro que escapou

preso por dois homens vem:

“Alvitre!” o povo gritou.

 

De São Roque, bela herdade,

Alvito tem descendência.

De Estêvão Anes saudade

por anexar com prudência.

 

Da primeira baronia

foi sede em Portugal.

Vila Nova é freguesia

com um nome original.

 

Em Vila Nova, a capela

de azulejos coloridos

e também passam por ela

comboios esbaforidos.

 

À vista, os pelourinhos,

um em cada freguesia,

onde pousam passarinhos,

castigos em demasia.

 

Raul de Carvalho é

o poeta natural

deste concelho de fé

com ermidas sem igual.

 

Coisas em pele e bordados

o artesanato são.

Migas, gaspacho, ensopados,

presunto, enchidos e pão.

 

Festas da Vila em Agosto,

Feira dos Santos, Novembro,

graças p’ra todos os gostos

desde Janeiro a Dezembro.

 

Alvito é de visitar

já que mui há para ver.

Um concelho a explorar,

património a não perder.

 

Virgínia Mareco

 

Parece-me interessante poder mostrar estes trabalhos de promissores talentos. Naturalmente, o prazer aumenta quando estamos a falar de pessoas das Alcáçovas ou do concelho.

Parabéns Virginia

Editado por António Costa da Silva

publicado por alcacovas às 12:02
| comentar
2 comentários:
De alcacovas a 23 de Fevereiro de 2007 às 14:13
Muitos parabéns à Virginia , um lindo poema sem duvida. Gostaria de lhe lançar o desafio para escrever algo sobre a nossa terra (que certamente ela já escreveu) para vermos aqui publicado.

Um grande Abraço

Ricardo Vinagre
De Anónimo a 26 de Fevereiro de 2007 às 22:35
Muito bem gigi!Gostei de ver o teu poema na net.Continua a publicar os teus poemas ja tiveste a prova (2º lugar) que consegues.Beijocas Sacra

Comentar post

Publicado por:

André Correia (AC); António Costa da Silva; Bruno Borges; Frederico Nunes de Carvalho; Luís Mendes; Ricardo Vinagre.

Posts recentes

_

***

“Alcáçovas Vila Global”

Inauguração da obra de Re...

Recordação do nosso Blog:...

Há 6 anos atrás começou a...

Vitória

Um brinde à Arte Chocalhe...

O Fabrico de Chocalhos já...

Mostra de Doçaria de Alcá...

Arquivos

Fevereiro 2019

Outubro 2016

Agosto 2016

Fevereiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Blogs

Visitas a partir de 5/3/2006

Pesquisar neste blog