Terça-feira, 18 de Janeiro de 2011

Agentes da PSP estão sem carros

As Brigadas de Investigação Criminal (BIC) da PSP de Braga estão, desde sábado, sem viaturas de serviço. É que os quatro carros afectos à esquadra estão avariados e, devido aos cortes orçamentais, não há dinheiro para os consertos.

 

Ver resto da notícia em http://www.cmjornal.xl.pt/detalhe/noticias/nacional/portugal/agentes-da-psp-estao-sem-carros

 

Editado por António Costa da Silva

publicado por alcacovas às 20:16
| comentar

Viaturas «Escola Segura» param por falta de seguro automóvel

Viaturas «Escola Segura» param por falta de seguro automóvel

202

 

PSP de Faro ordenou em Dezembro que as viaturas da «Escola Segura» parassem de vigiar as escolas por falta de seguro, mas a Governadora Civil assegura que estes carros podem circular sem o documento do seguro, noticia a Lusa.

 

Ver o resto da notícia em http://www.tvi24.iol.pt/sociedade/escola-segura-psp-faro-seguro-tvi24/1226729-4071.html

 

Editado por António Costa da Silva

publicado por alcacovas às 20:12
| comentar

Desemprego cresceu 11% entre os licenciados

Desemprego cresceu 11% entre os licenciados

Visto no http://dn.sapo.pt/

 

 Editado por António Costa da Silva

publicado por alcacovas às 20:09
| comentar

Daniel Bessa levanta dúvidas sobre leilão da dívida pública

 

Daniel Bessa levanta dúvidas sobre leilão da dívida pública O economista Daniel Bessa levantou na noite passada muitas dívidas sobre a forma como decorreu o leilão da dívida pública portuguesa de quarta-feira. O antigo ministro da economia do Governo de António Guterres e membro da Comissão de Honra da recandidatura de Cavaco Silva à Presidência da República questionou quais são as condições que estão na base das operações.

 

Retirado do http://tv2.rtp.pt/

 

Editado por António Costa da Silva

publicado por alcacovas às 20:03
| comentar

Entendam-se, Porra!

«Amado diz que Portugal está a tentar vender dívida no Qatar» [PÚBLICO, 17/01/2011]
«Sócrates nega venda de dívida pública ao Qatar» [CM, 17.01.2011

 

Editado por António Costa da Silva

publicado por alcacovas às 19:53
| comentar

Alerta Alcaçovense – Carnaval 2011!!!

A AJAL - Associação de Jovens de Alcáçovas organiza no próximo dia 8 de Março (terça-feira de Carnaval), mais uma edição do tradicional Corso Carnavalesco de Alcáçovas.

 

Desta forma, convocam-se todos os MASCARADOS e FOLIÕES da nossa vila e arredores para participarem na 17ª edição do nosso Corso Carnavalesco!

 
Venham participar no concurso de melhor carro alegórico ou grupo de mascarados, desfilar pelas principais ruas da nossa vila ao som das habituais músicas de Carnaval e desta forma, ajudar a manter viva esta tradição alcaçovense que todos os anos atrai centenas de visitantes à nossa terra.

 

Estejam atentos, Regulamento e Inscrições para o Corso em breve...

 

Mais informações e esclarecimentos podem ser obtidos através dos seguintes contactos:

Telefone – 961 087 496 (José Maia)       e-mail: geral@ajal.pt

 

Este evento conta com o apoio do IPJ, da Junta de Freguesia de Alcáçovas e da Câmara Municipal de Viana do Alentejo.

  

Informação enviada pela AJAL para divulgação.

  

Publicado por B. Borges

publicado por alcacovas às 17:59
| comentar

Momentos presidenciais.. Militante do PSD apoia Manuel Alegre

 

"Donato Macedo foi vogal da Comissão Política do PSD, em Santa Maria Maior, é militante social-democrata e foi apresentado, ontem, como membro da Comissão de Honra de Manuel Alegre.

O funcionário público diz que o seu primeiro compromisso é para com a sua consciência e que  escolheu Alegre por acreditar que  ele está em condições de defender "os valores que gostaria de ver implementados na Democracia".

O docente considera que Cavaco Silva defraudou as suas expectativas no cumprimento do mandato ainda em curso e avança que  não tem medo de represálias por ter assumido publicamente a sua escolha. "Se todos pensássemos assim,  estaríamos todos calados", refere.

Donato Macedo explica que não está em causa a sua militância e que, dependendo do contexto, os militantes devem ter alguma liberdade de decisão e não se deixarem "arrebanhar".

O nome do  funcionário público figura na Comissão de Honra  de Manuel Alegre, ao lado de figuras como André Escórcio, Assunção Bacanhim, Maximiano Martins, entre outros.

Para porta-voz da Comissão, a candidatura escolheu António Trancoso, um professor aposentado que  esteve na Guerra colonial.

Segundo Trancoso, Alegre tem todas as condições para ser "um candidato incómodo para os interesses instalados no País" e acredita que a sua candidatura vai ser de mudança."

 

Fonte: Diário de Notícias, 4 Janeiro de 2011

  

http://www.dnoticias.pt/impressa/diario/243435/politica/243525-militante-do-psd-apoia-manuel-alegre

http://www.dnoticias.pt/impressa/diario/243435/politica/243525-militante-do-psd-apoia-manuel-alegre

  

Publicado por B. Borges

publicado por alcacovas às 17:44
| comentar

Momentos Presidenciais.. Correia de Campos nega apoio a Cavaco Silva

    

"Correia de Campos nega apoio a Cavaco Silva

  

Correia de Campos, antigo ministro da Saúde dos governos de António Guterres e José Sócrates, desdramatiza as suas declarações que o jornal i destacou na edição desta manhã. Correia de Campos confirma que considera que Manuel Alegre não é alternativa, mas sublinha que não apoia Cavaco Silva. As explicações de Correia de Campos foram registadas pela correspondente da Antena 1 em Estrasburgo, jornalista Fernanda Gabriel.

 

2011-01-18"

  

Notícias RTP

  

  

Publicado por B. Borges

  

publicado por alcacovas às 17:38
| comentar

Campanha presidencial

Socialista Correia de Campos declara apoio a Cavaco Ex-ministro da Saúde de José Sócrates e actual membro da Comissão Política do PS, Correia de Campos, assume em entrevista ao jornal "i" desta terça-feira o apoio a Cavaco Silva nas presidenciais.

e diz:

"Manuel Alegre não representa uma alternativa (a Cavaco Silva)."

Retirado do DN online

AC

publicado por alcacovas às 11:33
| comentar | ver comentários (2)
Segunda-feira, 17 de Janeiro de 2011

Momentos presidenciais.. Manuel Alegre quer "Portugal de Pé!"

  

   

Manuel Alegre no Teatro Garcia de Resende, em Évora.

  

Alegre acusa Cavaco Silva de ser "complacente" e de estar "refém de forças políticas". Alegre diz ser um homem independente, livre e que pensa pela sua própria cabeça. Quer lutar pela justiça social e combater a entrada do FMI em Portugal. Terminou dizendo que não quer Portugal de joelhos, mas sim Portugal de pé!

  

Publicado por B. Borges

publicado por alcacovas às 23:16
| comentar | ver comentários (3)

Momentos presidenciais.. "Os portugueses conhecem-me!"

 

 

  

"Os Portugueses conhecem-me!" repete Cavaco Silva, sempre que pode, este antigo solgan, utilizado há muitos anos atrás por um antecessor seu - Mário Soares..

 

De facto, os portugueses conhecem-no:

- 2 anos a Ministro das Finanças,

- 10 anos a Primeiro Ministro,

- 10 anos a Presidente do PSD,

- 5 anos a Presidente da República.

 

Todos conhecemos o quanto contribuiu para a situação em que o país se encontra e poucos conhecem o seu contributo para melhorar aquilo que hoje são os problemas estruturais do país.

  

Todos conhecemos a sua falta de carisma, a sua pouca aproximação às pessoas, a sua frieza, a sua falta de diálogo, a pouca comunicação.

 

Quando se ouve Cavaco Silva dizer que os portugueses o conhecem, a resposta que ocorre ao povo português é:

 

"E é por isso mesmo que não o queremos a Presidente da República!"

  

B. Borges

publicado por alcacovas às 22:43
| comentar

...

Publicado hole no DN

O Secretário de Estado do Emprego e da Formação Profissional, Valter Lemos, admitiu hoje à Lusa que a taxa de desemprego em 2010 deverá ultrapassar os 10,6 por cento previstos pelo Governo.

"Penso que [que a taxa de desemprego] vai ficar ligeiramente acima" dos 10,6 por cento previstos pelo Governo, disse à Lusa o secretário de Estado.

"Não sabemos ainda os dados do quarto trimestre, mas creio que [a taxa de desemprego] ficará ligeiramente acima, porque tivemos no primeiro semestre uma taxa de 10,6 e no terceiro trimestre uma taxa de 10,9", explicou.

A taxa "talvez fique uma décima acima [do previsto] mas, de qualquer modo, é um resultado bastante razoável face às condições do ano 2010 e fica abaixo da esmagadora maioria das previsões, que se situaram acima dos 11 por cento", disse.

Quanto às perspectivas para este ano, o secretário de Estado prevê que a taxa de desemprego se mantenha nos níveis registados em 2010.

 

Quem ler (seja Ps ou PSD ou outro) este artigo, de um membro do Governo, não pode negar uma mais do que evidente característica do nosso PM.

Nunca falar verdade, enganar, escamotear e continuar impávido como se estivesse a resolver os problemas do País.

Quem o ouvir (e não viva em Portugal) deve ficar a pensar que nesta nosso terra não há crise. Ou se há alguma é por culpa dos mercados, ou dos alemães, ou da oposição ou minha por escrever este post.

Quando é que os socialistas, os verdadeiros, ganham coragem para mudarem o seu actual chefe? Ou será que estão todos empregados nos muitos milhares de organismos diversos criados e controlados pelo Governo.

O PS é, como partido, indispensável. Mas assim já não é PS nem, muito menos, leader da esquerda portuguesa.

AC

publicado por alcacovas às 12:15
| comentar | ver comentários (1)
Domingo, 16 de Janeiro de 2011

Argumentar ou confundir?

Não acreditar num ou noutro dos candidatos a PR é natural e democrático, mas é preciso saber quem é melhor, sem partidarismo e sim em termos de melhor ou pior para o País.

Infelizmente o que se ouve ou se lê é, em geral, uma perda de tempo.

Sobretudo o candidato do PS/BE pouco ou nada diz sobre as funções, poderes do PR e, muito menos, o que ele promete fazer se, ainda que pouco provável, ganhar as eleições do dia 23. Este candidato passa todo o seu tempo a atacar, ofender, menosprezar o seu principal opositor. E os seus seguidores usam o mesmo “estilo”: gritar, ofender, menosprezar, e por aí.

Nada diz de concreto, só generalidades, tipo “slogans” cheios de animosidade, dando sinais de desespero, de falta de argumentos e de desconhecimento do que são as competências e os limites do Presidente da República.

Com o pensamento no que é melhor, neste momento, para o País, e perante os enormes problemas que o país terá que resolver precisamos de um Presidente com experiência, com profundo conhecimento das nossas realidades, com conhecimento e reconhecimento internacional.

Pensemos bem no que é melhor para todos nós.

Precisamos um PR que faça o seu melhor para ajudar o País nos terríveis anos que temos pela frente. Um PR que apoie, estimule, aconselhe, mas também que compreenda quando deve criticar ou advertir.

Que nos defenda como última instância, com autoridade e oportunidade.

Entre 6 candidatos temos 4 homens diferentes, com objectivos diversos, pessoas inteligentes, que merecem todo o nosso respeito, mas que pouco mais procuram do que ganharem uma breve exposição pública ou cumprirem uma rotina política partidária de outros tempos.

Será entre os outros 2 candidatos que se decidirá a eleição.

Temos que escolher em consciência qual destes 2 candidatos poderá fazer mais pelo País, por todos nós.

Sem partidarismos.

Mas sim pelo que cada candidato vale e pode fazer ao serviço de todos nós.

E, por tudo isso, acredito que o melhor candidato é o Prof. Cavaco Silva.

É o único com um verdadeiro e longo curriculum político e governativo. Com experiência e isenção, capaz de criticar, advertir o Governo, seja o actual ou qualquer outro.

É o melhor candidato pelo que fez, quase sempre bem e sempre no interesse do País . Perfeito não é, mas é o melhor.

O outro candidato, que teoricamente pode ganhar as eleições, não tem qualquer experiência notável ou não notável.

Um candidato que diz representar a esquerda mais radical, que até foi capaz e corajoso para criticar o seu partido, naquilo que ele entendia ser uma deriva para a direita do seu PS, agora já apoia o seu PM, o seu governo (criticado fortemente pelo outro partido que foi o primeiro a apoiá-lo), na ânsia de passar a uma pouco provável segunda volta.

Como é que podemos votar em quem apoia o Governo que nos levou à situação em que estamos?

Porque é que o candidato do Bloco e do PS, que tanto critica o seu principal adversário, não defende o seu País, em vez de defender quem o está a destruir?

O PS é um grande e indispensável partido. Portugal precisa do PS, mas não precisa de políticos que se dizem socialistas e estão a destruir o seu próprio partido.

Esta história de que um presidente, ou Governo da direita é sempre mau, já cansa.

O País tem que ser governado com medidas de direita e de esquerda, desde que sejam as mais indicadas para resolver este ou aquele problema. Basta de usar este tipo de etiqueta/ofensa. J

Já cansa, esta lenga-lenga da esquerda. Como se o actual Governo, de esquerda, não seja o principal responsável pela situação a que chegámos. Precisamos mudar, mudar em toda a linha. Nem o candidato do BE+PS, nem o PS podem, nesta altura resolver os enormes problemas que o país atravessa.

Temos, por tudo isto, que votar no candidato Cavaco Silva.

AC .

publicado por alcacovas às 22:00
| comentar | ver comentários (2)

Momentos presidenciais.. Cavaco em mais um momento negro para a democracia portuguesa

   

  

Heil Cavaco!

  

Publicado por B. Borges  

publicado por alcacovas às 16:41
| comentar

Momentos presidenciais.. rubrica "no comment"

   

  

 

No comment..

  

Publicado por B. Borges

publicado por alcacovas às 16:36
| comentar

Estado triste a que nós chegámos.

Nos últimos dois meses do ano passado não me foi possível dar a habitual colaboração ao Registo. Na prática, tive um período muito intenso de trabalho que não me deu quaisquer hipóteses de apresentar as minhas habituais crónicas. Espero agora, voltar com regularidade a apresentar as minhas reflexões.

 

Gostaria muito de começar o ano com uma perspectiva optimista sobre a situação do País, mas tendo em conta as actuais circunstâncias, não é mesmo nada fácil fazê-lo. Quando olhamos à nossa volta, o que vemos é altamente preocupante.

 

Deixo alguns dados importantes para que todos possam reflectirem sobre eles:

1)      As Obrigações do Tesouro portuguesas chegaram a ser transaccionadas no dia 7 de Janeiro de 2011 nos mercados secundários com uma taxa de juro implícita superior a 7,1 por cento;

2)      Num artigo da revista Economist da primeira semana de Janeiro é referido que se espera que Portugal seja obrigado a aceder ao fundo de estabilização da União Europeia e do Fundo Monetário Internacional para evitar o colapso do euro. Esta revista prevê também que este ano Portugal tenha a terceira pior evolução do PIB em todo o mundo, com uma recessão de mais de um por cento, juntando-se a um coro de instituições que não acreditam na previsão de crescimento marginal de 0,2 por cento da economia inscrito pelo Governo no Orçamento para 2011; 

3)      Tanto a alemã Der Spiegel e o jornal espanhol El País acertam no mesmo diapasão;

4)      Segundo o Jornal DN do dia 7 de Janeiro, informava que em Portugal existem 13.740 Organismos Públicos e só 1.724 apresentam contas. Apenas 418 são fiscalizados;

5)      Segundo os dados oficiais do INE, no 3º Trimestre de.2010 o desemprego oficial atingiu 609,4 mil pessoas;

6)      De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS) as famílias portuguesas mais pobres têm maiores gastos com a saúde e arriscam, por isso, vir a ter um acesso mais limitado a cuidados. Informa, também, que "o peso dos custos directos das famílias é demasiado elevado em Portugal", em comparação com outros países.

7)      Os portugueses vão ter na generalidade rendimentos mais baixos, afectando directamente o seu poder de compra. Uma parte dos funcionários públicos vai ter reduções em média de 5% dos seus vencimentos;

 

Este cenário dramático com que nos confrontamos não nos permite ser muito optimistas. Na prática, estamos perante um paradigma que tem que ser obrigatoriamente resolvido, Há muito que vivemos e gastamos acima das nossas possibilidades. Disso já ninguém dúvida.

 

O Estado português gasta abusivamente o que não tem. Endivida-se fortemente para pagar dívidas. As empresas não conseguem pagar as suas estruturas já há muito tempo. Há muito que pedem dinheiro à banca para pagar ordenados. Pedem emprestado para pagar ao Estado (quando conseguem). Outras fecham em catadupa (5 falências por dia). As famílias já não aguentam mais. Assim é impossível.

 

Significa que estamos perante uma situação dramática, com graves consequências para as pessoas. Parece-me mesmo que corremos o risco de entrar num ciclo explosivo. Por muito que tentem disfarçar, a pobreza aumenta brutalmente. Surgem todos dias novos pobres. Surgem os pobres on line, que se escondem atrás de um monitor para pedir socorro. A situação está cada vez mais grave.

 

Uma coisa é certa, vamos ter de nos habituar a viver com menos. Será que estamos a contar com isso? Será que estamos dispostos a aceitar estas mudanças? Fomos levados para uma situação muito complexa, por isso apenas nos resta sermos mais solidários. Temos que viver com menos, partilhando muito mais. Não vejo alternativa.

 

Sabemos que nos vão retirar muitas regalias e conquistas que demoram muitos anos a adquirir. Alguém tem dúvidas disso? Não é isso que estão fazer connosco? Não é isso o que este Governo tem vindo a fazer duma forma brutal?

 

Sei que é inevitável a entrada do FMI em Portugal. Significa mais cortes, significa mais dificuldades. Mas, também sabemos que existem responsáveis por termos chegado onde chegámos. Ou não sabemos?

 

É neste difícil contexto que vamos ter que conviver.

 

António Costa da Silva

 

Publicado no de 2011-01-13

publicado por alcacovas às 14:02
| comentar

Momentos presidenciais

9GzUoewg8l4EHTZuiqDV

 

N8IA8urPJFkuwAKrEvI5

 

 

 nWo5DwLFJUklfzTkQaUE

 

Do http://www.sapo.pt

 

Editado por António Costa da Silva

publicado por alcacovas às 13:57
| comentar
Sábado, 15 de Janeiro de 2011

Momentos presidenciais.. dica para jornalistas..

  

Não se deve, em momento algum, perguntar a um Presidente da República aquilo a que ele deve mesmo responder..  

  

 

   

   

   

    

   

  

Retirado de www.sapo.pt

 

Publicado por B.Borges

publicado por alcacovas às 19:53
| comentar

LIGAÇÃO FERROVIÁRIA LISBOA/ÉVORA/BEJA

Deputado Luis Rodrigues - Nota de Imprensa do Grupo Parlamentar do PSD - 14 de Janeiro 2011

 

Considerando que as obras em curso na linha ferroviária de Évora estão atrasadas, que a interrupção do serviço intercidades Lisboa Évora Beja se mantém neste período e tendo em conta que se adivinham alterações ao respectivo serviço que pode prejudicar os utentes, solicitei ontem reuniões à REFER e à CP que espero se realizem com a maior brevidade possível.
 
Nestas reuniões serão abordados também o futuro da rede ferroviária no Alentejo, a sua ligação com Espanha e a preocupante situação do património ferroviário abandonado e degradado.
 
Intervenção Dep. Luís Rodrigues na AR - Linha ferroviária de Évora
 
Recebido no mail
 
Editado por António Costa da Silva
publicado por alcacovas às 14:19
| comentar

Horácio (65 aC - 8 aC)

 

"A força bruta, quando não é governada pela razão, desmorona sob o seu próprio peso"
Horácio

 

Editado por António Costa da Silva

 

 

 

 

publicado por alcacovas às 14:10
| comentar

Publicado por:

André Correia (AC); António Costa da Silva; Bruno Borges; Frederico Nunes de Carvalho; Luís Mendes; Ricardo Vinagre.

Posts recentes

_

***

“Alcáçovas Vila Global”

Inauguração da obra de Re...

Recordação do nosso Blog:...

Há 6 anos atrás começou a...

Vitória

Um brinde à Arte Chocalhe...

O Fabrico de Chocalhos já...

Mostra de Doçaria de Alcá...

Arquivos

Fevereiro 2019

Outubro 2016

Agosto 2016

Fevereiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Blogs

Visitas a partir de 5/3/2006

Pesquisar neste blog