Terça-feira, 26 de Maio de 2009

***

 

"Imaginar não é complicado. Formar na mente uma pessoa, gesto, ou algo que não exista, não é difícil. Não é complexo imaginar até a própria morte. Mas a coisa mais complicada é imaginar a economia em todas as suas componentes. Os fluxos financeiros, as percentagens de lucro, as contratações, os débitos, os investimentos.
Não existe fisionomias a visualizar, coisas precisas a reter na mente. Podem imaginar-se os diversos determinadores da economia, mas não os fluxos, as contas bancárias, as operações singulares.
Quando conseguimos imaginar a economia, corremos o risco de ficar com os olhos fechados para nos concentramos e apertá-los até vermos aquelas deformações psicadélicas coloridas no ecrã da pálpebra."
 
Roberto Saviano
 
Bom dia!
 
Ricardo Miguel Vinagre
publicado por alcacovas às 08:48
| comentar
Segunda-feira, 25 de Maio de 2009

Na Giralda em Sevilha - 19/05/2009

 

 

António Costa da Silva

publicado por alcacovas às 17:19
| comentar | ver comentários (2)

Que modelo para resolver a crise?

 

 

A minha grande preocupação actual é saber se vamos mesmo sair desta crise? Infelizmente, parece-me que não.

 

Talvez sofra dum pessimismo pouco adequado de quem gosta da política, mas infelizmente é o que sinto cada vez mais.

 

A questão da crise ou de ultrapassar esta crise, não é saber se vamos resolver o problema económico, na verdade é ter grandes dúvidas se seremos efectivamente capazes de alterar este modelo até agora criado.

 

O problema não passa por criar mais Estado na economia e na sociedade, isso não acredito e parece-me que sofreríamos um forte retrocesso no desenvolvimento das nossas sociedades. Parece-me que isso está mais do que comprovado. Também não acredito que seja sustentável manter um modelo de consumo desenfreado. Está provado com esta crise que a sociedade saiu totalmente desestruturada com esta forma de estar e pensar. Economias sem regulação já não são mais possíveis – a “mão invisível” de Adam Smith não resultou. Creio mesmo que esta “mão” se tornou demasiado visível, sem escrúpulos.

 

Então como é resolvemos este paradigma?

 

Provavelmente a única forma de sairmos deste beco é aumentar a responsabilidade social dos nossos cidadãos e nas nossas empresas. Obviamente que o papel do Estado deverá ser muito mais interventivo, não como actor principal, mas sim como regulador, como “polícia” se assim lhe quisermos chegar.

 

A questão que se põe é se estamos preparados para isso?

 

Aí é que a minha descrença aumenta. Efectivamente tenho dúvidas que os cidadãos, nomeadamente os cidadãos portugueses, queiram assumir a sua responsabilidade, deixarem os seus egoísmos de parte, e sejam capazes de assumir um papel mais activo e interventivo na sociedade. Infelizmente, sinto que a maioria das pessoas gostam do seu cativeiro familiar e mais não querem saber, a não ser que tudo lhes corra bem. Á sua volta pouco lhes interessa, a não ser os benefícios que daí possam tirar.

 

Também tenho muitas dúvidas que as empresas estejam com vontade de mudar. Exemplos são múltiplos que de certa forma esta crise está a acentuá-los. Será que faz algum sentido a forma sistemática com que as empresas estão a fechar? Será que faz algum sentido a forma como se entra em lay off ou se despedem trabalhadores que ao longo dos anos “vestiram as camisolas” pelas suas empresas? Também não acredito nisso.

 

Alguém sabe explicar para onde foram os lucros sucessivos criados ao longo das últimas décadas?

 

Todos sabemos que os mercados estão péssimos, que não há compradores, e que as empresas são forçadas a tomar medidas restritivas. Disso todos concordamos. A dúvida que me persiste é que estas empresas deveriam ter um papel de “almofada” social. O que se passa na maioria das vezes é precisamente o contrário, as empresas “aproveitam” a crise para se reestruturarem e de seguida pedem aos cidadãos que consumam. Isto é perfeitamente ridículo. Infelizmente, quem apanha por tabela são as micro e pequenas empresas, totalmente alheias, mas altamente dependentes da situação criada. As reestruturações fazem-se nos períodos de crescimento, não de declínio. Pelo menos foi assim que me ensinaram quando estudava economia. Ainda acredito que assim seja.

 

Depois a forma de tentar minimizar os estragos, lá vem o Estado, na maioria das vezes com grande populismo e demagogia, pagar a quem não deve, tirando “pasadas” dum buraco para tapar outro. Evidentemente com o dinheiro dos nossos impostos, do presente e do futuro.

 

Por isso mesmo, a nossa crise é muito difícil de ultrapassar. Não por ser uma crise económica, mas sim, por ser uma crise de mentalidades.

 

Mais do que oferecer esperança é preciso apresentar soluções. Soluções sérias, porque senão os riscos são grandes, não só de condenação do nosso futuro, mas por se estar a “oferecer de bandeja” um brinde a potenciais ditadores e aos maiores criminosos da humanidade.

 

Espero que os cidadãos se envolvam cada vez mais na solução dos problemas que a todos dizem respeito. É o único caminho.

 

António Costa da Silva

 

publicado por alcacovas às 15:49
| comentar | ver comentários (3)

Festas do Espírito Santo - 30/31 de Maio

Missa, Procissão e animação musical.


Organização: Páróquia de Alcáçovas, Associação Terra Mãe e Sociedade União Alcaçovense

 

Editado por António Costa da Silva

publicado por alcacovas às 14:52
| comentar

450 crianças vão assistir à peça "El Rei Tadinho no Reino das Cem Janelas"

De 1 a 5 de Junho a Câmara Municipal de Viana do Alentejo promove a "Semana da Criança 2009". Entre as diversas actividades destaque para a peça de teatro “El Rei Tadinho no Reino das Cem Janelas”.

Cerca de 450 crianças vão assistir à peça de teatro “El Rei Tadinho no Reino das Cem Janelas”, que vai ser levada à cena no Cine-teatro Vianense, pela Companhia do Teatro Bocage, no dia 5 de Junho, no âmbito das comemorações da Semana da Criança 2009.


Baseada na obra de Alice Vieira inserida no Plano Nacional de Leitura, a peça estreou a 13 de Setembro de 2008 contando no historial com mais de 50 representações para escolas e auditórios – Pavilhão Atlântico, St. Peter’s School, Auditório da Escola Salesiana de Manique, entre outras.


Com a duração de 60 minutos, o espectáculo infantil/juvenil que vai ter duas sessões, uma às 10h00 e outra às 14h00, conta a história de um Rei chamado “Tadinho” que governava o Reino das Cem Janelas. Os habitantes desse reino pensavam que não existiam outros para além do seu. Neste, há semelhança de outros reinos, havia uma bruxa, um dragão e um rei muito distraído. Tal distracção levou-o a prometer a mão da sua filha em casamento. Mas, só mais tarde se lembrou que não tinha filha… E aí começam as peripécias e uma nova aventura no Reino das Cem Janelas.

Retirado do Site da http://www.cm-vianadoalentejo.pt/

 

Editado por António Costa da Silva

 

publicado por alcacovas às 14:49
| comentar

Semana da Criança 2009

De 1 a 5 de Junho a Câmara Municipal de Viana do Alentejo promove mais uma edição da Semana da Criança com diversas actividades.

 

Semana da Criança 2009

1 a 5 de Junho


1 de Junho

- Expressão plástica (pintura de T-shirt's)
- Workshop de Olaria
- Atelier de manuseamento livre

Destinatários: Alunos do 1º Ciclo de Aguiar e Viana do Alentejo
Local: Jardim do Rossio


2 de Junho

- Ciências Experimentais (atelier com três experiências: ovo, vulcao e ímanes)
- "Ser Bombeiro por um dia"
- Insufláveis

Destinatários: Alunos dos Jardins-de-Infância de Aguiar, Viana do Alentejo e Centro Imaculado Coração de Maria
Local: Quinta da Joana

 3 de Junho

- Expressão Plástica (pintura de T-shirt's)
- "Ser Bombeiro por um dia"

Destinatários: Alunos do 1º Ciclo da EBI/JI de Alcáçovas
Local: EBI/JI de Alcáçovas

4 de Junho

- Expressão Plástica (atelier com três experiências: ovo, vulcao e ímanes)
- "Ser Bombeiro por um dia"

Destinatários: Alunos do Jardim-de-Infância das Alcáçovas
Local: EBI/JI de Alcáçovas

5 de Junho

- Peça de Teatro Infantil "El-Rei Tadinho no Reino das Cem janelas"

Produção da Companhia do Teatro Bocage
Adaptação e Encenação: Maria João Miguel
Baseado em obra de Alice Vieira, inserida no Plano Nacional de Leitura

Local: Cine-teatro Vianense
Destinatários:
Alunos do 1º Ciclo de Aguiar, Viana do Alentejo e Alcáçovas
Alunos dos jardins-de-Infância de Aguiar, Viana do Alentejo e Alcáçovas
Alunos do Centro Imaculado Coração de Maria

 

Retirado do Site da http://www.cm-vianadoalentejo.pt/

 

Editado por António Costa da Silva

 

publicado por alcacovas às 14:43
| comentar

Terra Mãe promove “Semana da Pequenada”

A Associação Terra Mãe promove de 25 a 29 de Maio, no âmbito da “Semana da Pequenada”, uma actividade preparada pelo Grupo de competências sócio parentais “Ter Filhos ou Sermos Pais”, com o intuito de responsabilizar as famílias pela participação activa no processo de promoção e prevenção dos problemas de comportamento das crianças, e ainda a prática de expressão plástica.

 

 

Integrada na 4ª Semana da Prevenção dos Maus Tratos Infantis – “Prevenção da Violência” - promovida pela Associação Chão dos Meninos de Évora, a Associação Terra Mãe promove de 25 a 29 de Maio, no âmbito da “Semana da Pequenada”, uma actividade preparada pelo Grupo de competências sócio parentais “Ter Filhos ou Sermos Pais”, com o intuito de responsabilizar as famílias pela participação activa no processo de promoção e prevenção dos problemas de comportamento das crianças, e ainda a prática de expressão plástica. O grupo vai estar na Oficina da Criança onde apresenta um pequeno teatro alusivo ao conceito de criança.


Outra das actividades é a prática de expressão plástica que tem como objectivo a criação de um pequeno galhardete alusivo à temática “Prevenção da Violência” em parceria com a Oficina da Criança.


A iniciativa tem como público-alvo os alunos do 1º ciclo e vai ser desenvolvida nos estabelecimentos de ensino e na Oficina da Criança.


 Paralelamente irá decorrer dia 25 de Maio, uma acção de sensibilização dirigida aos alunos do 2º Ciclo da EBI/JI de Alcáçovas sobre a prevenção da violência e o seu impacto no desenvolvimento das crianças e jovens.

CPCJ de Viana do Alentejo colabora com a Associação Chão dos Meninos


A Comissão de Protecção de Crianças e Jovens de Viana do Alentejo vai promover de 25 a 29 de Maio, na Biblioteca Municipal de Viana do Alentejo, uma exposição de trabalhos elaborados por algumas turmas da EB 2,3 Dr. Isidoro de Sousa, sobre a temática da violência. A CPCJ vai ainda distribuir um kit informativo alusivo à mesma temática aos visitantes da exposição e à comunidade escolar.

 

Retirado do Site da http://www.cm-vianadoalentejo.pt/

 

Editado por António Costa da Silva

 

publicado por alcacovas às 14:36
| comentar
Domingo, 24 de Maio de 2009

Velhas Guardas das Alcáçovas Mostram o que Valem

Apesar do peso não ajudar muito e a velocidade não ser a melhor, ainda foi possível verificar as habilidades nalguns dos nossos “velhos” atletas.

 

 

 

Foi muito interessante ver esta brincadeira, onde várias gerações de atletas do SCA tiveram a oportunidade de reviver o tempo em que vestiam a sua camisola.

 

 

 

O ambiente de excelente camaradagem demonstrado entre todos os nossos atletas e para com a equipa que nos visitou foi outro motivo de satisfação.

 

 

 

No final da partida foi possível compensar o peso perdido em campo, com um belo borrego comido nas instalações do SCA.

 

 

 

Esperamos que estas exibições se voltem a repetir.

 

Deixa-se o desafio para que, entre muitos destas velhas glórias do S. C. Alcaçovense, façam uma equipa para disputar o INATEL já na próxima época desportiva.

 

Pela Direcção do SCA

 

António Costa da Silva

 

publicado por alcacovas às 21:27
| comentar | ver comentários (7)

Colóquio Organizado pelo Grupo Coral Feminino Etnográfico "Paz e Unidade" de Alcáçovas

 
O Grupo Coral Feminino Etnográfico "Paz e Unidade" de Alcáçovas, comemorou no dia 16/05/09, o seu 9º aniversário. Para assinalar a data, organizou o V Encontro de Grupos Corais e um Colóquio sobre Cante Alentejano onde estiveram presentes os representantes das Autarquias locais, da Casa do Alentejo, da Associação Moda e do Governo Civil de Évora, Entidades, Associações,alguns grupos convidados e, outras pessoas da terra. Os oradores Dr Francisco Teixeira ( Director da Moda) e o Pr. Dr. José Rodrigues dos Santos (Universidade de Évora) falaram da realidade do Cante, da sua importância e da necessidade que este seja considerado Património Imaterial. O Pr. Dr. José Rodrigues dos Santos referiu também a sua preocupação com o futuro do Cante, dada a média de idades dos cantores, e, da premência de incentivar os jovens a aprender e a gostar desta expressão cultural. Envio duas imagens desses momentos.
 
 
Se achar com interesse, agradeço a publicação.
 
Com os melhores cumprimentos,
 
Maria Gertrudes Garcia
 
Editado por António Costa da Silva
 
(As nossas desculpas pelo atraso da publicação)

 

 

publicado por alcacovas às 16:37
| comentar | ver comentários (1)
Sábado, 23 de Maio de 2009

VI Encontro de Grupos Corais - 8º Aniversário (Grupo Coral Feminino Cantares de Alcáçovas)

 

Editado por António Costa da Silva

publicado por alcacovas às 12:48
| comentar

Duas Grandes Prioridades e Compromissos para o PSD

PSD - Eleições Europeias 2009

António Costa Silva

 

Dentro dos 10 compromissos apresentados pelos candidatos a Deputados ao Parlamento Europeu pelo PSD, pretende-se apresentar os primeiros dois: Representar Portugal e Garantir o Emprego e Criar Riqueza

 

Para todos os candidatos a Deputados do PSD ao Parlamento Europeu, representar os portugueses e os interesses de Portugal são a sua principal missão. Conforme foi assinado no Contrato Europeu com os Portugueses no dia 5 de Maio, este compromisso significa ser inflexível quanto à defesa dos interesses de Portugal, deixando de lado todas as querelas e diferenças partidárias, mesmo que isso implique não ter a mesma opinião da família política a que o PSD pertence.

 

Outra grande prioridade é garantir mais e melhor emprego. Para cumprir este objectivo torna-se fundamental apresentar propostas no Parlamento Europeu que sejam eficazes no sentido de fortalecer a economia europeia, beneficiando das grandes vantagens do mercado interno.

 

Para se atingir este objectivo é necessário que se aposte mais e melhor nas pessoas. Promover o investimento no capital humano deve ser a principal tarefa onde nos devemos todos empenhar.

 

Apostar nas pessoas significa melhorar os seus níveis de educação, de qualificação técnica e profissional, significa também, apostar na ciência e na inovação.

 

A qualificação das pessoas, directamente ligada a processos de modernização e inovação nas empresas ou nas suas estruturas de apoio, deve ser considerado um grande objectivo a prosseguir. As pessoas devem estar no centro das atenções.

 

Para cumprir este objectivo, torna-se necessário promover políticas activas de emprego e para isso, é necessário estimular o auto-emprego, incentivar a criação e desenvolvimento das micro, pequenas e médias empresas, valorizar a agricultura e os agricultores, que têm hoje uma importância estratégica reforçada. Portugal para se desenvolver necessita duma Europa cada vez mais forte.

 

Outra tarefa que pretendemos prosseguir é o acompanhamento muito próximo da política de combate à actual crise, e essencialmente, ajudar a apontar caminhos para o período posterior à crise. A Europa e as suas nações têm a obrigação de aprender com os erros cometidos que provocaram esta crise e desenvolver soluções para as evitar ou, no mínimo, atenuar os seus impactos na sociedade e na economia.

 

Por último, pretendemos efectuar um forte acompanhamento nas políticas nacionais, nomeadamente da forma como o governo português aplica a estratégia europeia, designadamente no que diz respeito à utilização dos fundos comunitários.

 

Os próximos deputados europeus vão, muito provavelmente, ter competências acrescidas, o que também significa um forte aumento das suas responsabilidades. Debater estas questões, entre muitas outras, vão ser das suas principais tarefas. É preciso estar bem preparado e ter muita competência para os grandes desafios que vão surgir. Desta forma, o desafio é enorme, mas também se torna muito mais interessante a missão a desempenhar.

.

António Costa da Silva – antoniocostasilva@hotmail.com

 

 

Candidato ao Parlamento Europeu pelo PPD/PSD – Partido Social Democrata

 

Retirado do Capa Diario Do Sul

Editado por António Costa da Silva

 

 

publicado por alcacovas às 12:33
| comentar

Uma Vitória Suada

 

Escolas – Fase Final

 

SCA – União de Montemor (2 – 1)

 

 

 

Equipa Inicial: Henrique Branco, Bruno Charrua, João Ilhéu, André Silva, Victor Hugo, Mário carvalho e José Mbombé.

 

Suplentes:, Diogo Ribeiro, David Mendes, Duarte Guerreiro, Marco Galvão e Dinis Fialho.

 

Hoje defrontaram-se duas equipas que já se conheciam muito bem. Quem ganhasse conseguia ficar em terceiro lugar.

 

A nossa equipa sabia que jogava com uma equipa que não vinha dar grande facilidades, ainda assim, tomou a iniciativa do jogo.

 

Na primeira parte, obtivemos muitas oportunidades. Zé Mombé e Mário Carvalho não conseguiam furar a baliza do guarda-redes de Montemor.

 

Faltavam 5 minutos para acabar a primeira parte quando o Victor Hugo arranca com a bola e a leva até á baliza da equipa forasteira. Um remate forte, indefensável. Um grande golo.

 

Pouco tempo depois, voltámos a marcar por Zé Mbombé. Um Golaço. A animação fazia-se sentir na Vila das Alcáçovas.

 

Várias oportunidades surgiram, mas a eficácia não era o nosso ponto forte.

 

Na segunda parte, a equipa adversária vinha com uma atitude muito mais positiva. Conseguiram marcar ainda faltavam 15 minutos para acabar o jogo. Um golo merecido.

 

Até ao final do jogo, muita competição, mas o resultado não se alterou.

 

Nota1) Melhor em Campo – A equipa;

Nota2) Excelente arbitragem;

 

 

Pela Direcção do SCA

António Costa da Silva

 

publicado por alcacovas às 12:24
| comentar
Sexta-feira, 22 de Maio de 2009

Rastreio aos Pulmões - 30 de Maio

Recebido para Divulgação

 

António Costa da Silva

publicado por alcacovas às 16:54
| comentar
Quinta-feira, 21 de Maio de 2009

VI Encontro de Grupos Corais - 8º Aniversário (Grupo Coral Feminino Cantares de Alcáçovas)

 

Editado por António Costa da Silva

publicado por alcacovas às 20:26
| comentar

Colóquio "Internet Segur@"

 

Recebido para Divulgação

 

Editado por António Costa da Silva

publicado por alcacovas às 14:26
| comentar

Ponte Romana Vila Ruiva

 Foto: António Costa da Silva

A ponte romana de Vila Ruiva, sobre a Ribeira de Odivelas, tem como data provável da sua construção, o século I a.C. mas há vestígios de reconstrução e acrescentos, executados pelos povos que se seguiram à ocupação romana, como visigodos e árabes.

 

É uma das mais monumentais pontes romanas existentes em Portugal, com 120 metros de comprimento, cerca de cinco metros de largura e também cerca de cinco metros de altura máxima.

 

Esta ponte, que se localiza a cerca de três quilómetros de Vila Ruiva, fazia parte da antiga estrada romana, que ligava Faro a Beja e seguia para Évora e Mérida e ainda continua a possibilitar a ligação entre as margens da Ribeira de Odivelas, ao fim de mais de dois mil anos.

 

Sustentada por pilares com olhais, rematando arcos de curvatura muito perfeita, que serão mais de 20, mas não se encontram dados exactos, uma vez que alguns destes arcos estão soterrados, a ponte de Vila Ruiva, está classificada como Monumento Nacional.

 

Retirado do http://www.guiadacidade.pt

 

Editado por António Costa da Silva

 

publicado por alcacovas às 09:44
| comentar

Publicidade

 

 

Visto na Net

 

Editado por António Costa da Silva

publicado por alcacovas às 09:15
| comentar
Quarta-feira, 20 de Maio de 2009

Contrato Europeu do PSD com os portugueses

PSD - Eleições Europeias 2009António Costa Silva

Até ao dia 7 de Junho vamos ter a oportunidade de discutir muito a Europa. As eleições para o Parlamento Europeu são uma excelente oportunidade para que alguns dos temas que costumam estar muito distantes dos eleitores, possam ser agora debatidos de uma forma mais intensa e participada por todos os cidadãos.

 

Ser Europeu não é só viver na Europa e beneficiar dos fundos comunitários, naturalmente que é muito mais do que isso. Ser cidadão europeu é partilhar valores civilizacionais (democracia, liberdade, igualdade, identidade, solidariedade e coesão, participação, respeito pelos direitos humanos, preservação ambiental e paisagística, segurança, justiça, etc, etc); é partilhar soberania entre nações soberanas; é promover a paz entre os povos, é partilhar um espaço económico comum, é ter uma posição e uma voz cada vez mais forte no mundo.

 

Por isso mesmo, votar no dia 7 de Junho, não é apenas uma manifestação de um direito e de um dever conquistado pela democracia, é muito mais do que isso. Votar no dia 7 de Junho para o Parlamento Europeu é concretizar um gesto de cidadania muito importante, de cidadania europeia propriamente dita. Conforme o Contrato Europeu com os portugueses “a cidadania europeia não é uma cidadania de substituição mas constitui um valor acrescentado: é uma verdadeira segunda pele da cidadania nacional.”

 

Neste período de propostas para a Europa, vou apresentar detalhadamente os 10 compromissos assinados pelas candidatas e pelos candidatos do PSD às eleições europeias de 2009, assumidos através de um Contrato: um contrato Europeu com os portugueses.

 

Este Contrato de cidadania nacional e europeia traduz-se em:

1) Representar Portugal;

2) Garantir o Emprego e Criar Riqueza: Apostar na Economia;

3) Mais Segurança, Justiça e Liberdade: Construir a Europa dos Cidadãos;

4) Reforçar a Coesão Económica e Social;

5) Colocar os Jovens Portugueses na Frente da Construção Europeia;

6) Dar Prioridade ao Ambiente e Energia;

7) Reafirmar Portugal na Liderança Europeia;

8) Defender o Português como Língua Oficial da União Europeia;

9) Assumir uma Estratégia Marítima Europeia;

10) Levar por Diante o Tratado de Lisboa.

 

Todos estes grandes desígnios serão detalhadamente apresentados e explicados ao longo deste processo eleitoral O objectivo é dar a perspectiva do PSD para a Europa, defender os interesses nacionais e ainda dar o meu modesto contributo para a defesa dos interesses da região Alentejo, em geral, e do distrito de Évora em particular.

 

Não é possível ignorar a gradual importância que a União Europeia, através dos seus órgãos, têm na “participar” na gestão de cada país da comunidade, sobretudo dos que fazem parte da Zona Euro. Assim e por isso, estas eleições são quase tão importantes como as eleições legislativas nacionais, para o nosso futuro e para o nosso desenvolvimento.

 

Nestas eleições, temos que mostrar através da nossa participação que somos parte, que nos interessamos e, consequentemente, não queremos ser cidadãos de segunda nesta grande comunidade.

 

 

António Costa da Silva – antoniocostasilva@hotmail.com

 

Candidato ao Parlamento Europeu pelo PPD/PSD – Partido Social Democrata

 

Retirado do Capa Diario Do Sul

Editado por António Costa da Silva

 

publicado por alcacovas às 19:07
| comentar

Companhia dos Avós - Residência Sénior em Aguiar Inaugurada por José Socrates

O primeiro-ministro, José Sócrates, garantiu hoje que todo o território nacional ficará em breve coberto pela rede nacional de Cuidados Continuados, que neste momento já disponibiliza mais de três mil camas.

 

"Três anos depois, temos em funcionamento mais de três mil camas. Não é ainda o suficiente, mas estamos num caminho de progresso e de desenvolvimento desta resposta de saúde que nos vai levar a cobrir todo o território nacional muito rapidamente", asseverou.

 

O primeiro-ministro discursava em Aguiar, concelho de Viana do Alentejo (Évora), na inauguração de uma nova unidade de Cuidados Continuados Integrados, designada "Companhia dos Avós - Residência Sénior", fruto de um investimento privado de dois milhões de euros.

 

Segundo José Sócrates, a Rede Nacional de Cuidados Continuados é "uma das mais importantes reformas" destes quatro anos de governação socialista.

"Há muito que o problema existia. O que não existia era a resposta política a esse problema", frisou o primeiro-ministro, assegurando que os idosos destinatários das unidades já criadas são "as melhores testemunhas" de que esta reforma "melhorou o acesso à saúde".

 

Na inauguração de hoje, José Sócrates realçou também o facto de este investimento ter carácter privado, integrado numa rede que "é do Estado, mas não é gerida pelo Estado", resultando de uma parceria com as Misericórdias e privados.

 

"E ainda bem. O que o Estado pretende é que todos possam ter acesso a estes cuidados de saúde. Faz-se desta forma porque a proximidade é muito importante e não há nada que dispense essa proximidade para ter uma melhor gestão e para ter humanidade", afirmou.

 

Também presente na cerimónia, a ministra da Saúde, Ana Jorge, enumerou aos jornalistas algumas das parcerias público-privadas que já existem na área que tutela e, instada sobre os Cuidados Continuados, afiançou que o Estado, que paga 85 euros por cama, "não fica lesado" com estes contratos.

 

"Obviamente que as entidades privadas têm de dar lucro, vivem disso. O que o Estado faz é um processo de contratualização e, quem tem que gerir, tem que gerir bem", disse.

 

No que respeita à Rede Nacional, Ana Jorge assumiu como objectivo que, até final do ano, existam "cinco mil camas" e respostas para "oito mil pessoas", incluindo também doentes com apoio domiciliário integrado.

 

A "Companhia dos Avós - Residência Sénior" disponibiliza 30 camas e já criou 21 postos de trabalho, pretendendo atingir os 30 até final do ano.

O presidente do município de Viana do Alentejo, Estêvão Pereira (CDU), aproveitou a visita do primeiro-ministro para alertar para o facto de o concelho ser o "único do distrito de Évora e um dos poucos do país" onde não é emitido o Cartão de Cidadão, queixando-se ainda de que as consultas abertas do novo centro de Saúde "não dão resposta às necessidades" da população.

 

Retirado do Diário de Notícias

 

 

Editado por António Costa da Silva

 

publicado por alcacovas às 16:59
| comentar

Os políticos deveriam pensar mais como Pessoa..

 

No meio da riqueza e do idealismo da literatura de Fernando Pessoa, não resisti a colocar aqui umas linhas da compilação do Desassossego, que penso fazerem muito sentido para alguns, para outros nem tanto, em especial este ano. Falo em política em particular, na sua essência e idealismo que se têm vindo a desvirtuar e a perder.

 
"Conformar-se é submeter-se e vencer é confortar-se, ser vencido. Por isso toda a vitória é uma grosseria. Os vencedores perdem sempre todas as qualidades de desalento com o presente que os levaram à luta que lhes deu a vitória. Ficam satisfeitos, e satisfeito só pode estar aquele que se conforma, que não tem a mentalidade do vencedor. Vence só quem desanima sempre. O melhor e o mais púrpura é abdicar. O império supremo é o do Imperador que abdica de toda a vida normal, dos outros homens, em quem o cuidado da supremacia não pesa como um fardo de jóias."

 
Fernando Pessoa
Livro do Desassossego
Composto por Bernardo Soares

      

B.Borges

publicado por alcacovas às 14:21
| comentar

Publicado por:

André Correia (AC); António Costa da Silva; Bruno Borges; Frederico Nunes de Carvalho; Luís Mendes; Ricardo Vinagre.

Posts recentes

_

***

“Alcáçovas Vila Global”

Inauguração da obra de Re...

Recordação do nosso Blog:...

Há 6 anos atrás começou a...

Vitória

Um brinde à Arte Chocalhe...

O Fabrico de Chocalhos já...

Mostra de Doçaria de Alcá...

Arquivos

Fevereiro 2019

Outubro 2016

Agosto 2016

Fevereiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Blogs

Pesquisar neste blog