Sexta-feira, 25 de Abril de 2008

Reportagem sobre a Festa da Taça no Jornal "A Defesa"

 

 

Editado por António Costa da Silva

 

publicado por alcacovas às 14:56
| comentar

Eventos no Concelho

 

 

Editado por António Costa da Silva

publicado por alcacovas às 14:36
| comentar

34º ANIVERSÁRIO DO 25 DE ABRIL

PARTIDO SOCIAL DEMOCRATA

CONCELHIA DE VIANA DO ALENTEJO

 

 

34º ANIVERSÁRIO DO 25 DE ABRIL

 

 

Exmo Sr Secretário da Assembleia Municipal de Viana do Alentejo

Exmos Srs Deputados da Assembleia Municipal de Viana do Alentejo

Exmos Srs Vereadores da Câmara Municipal de Viana do Alentejo, caros colegas

Exmos Srs Presidentes de Junta das Freguesias de Aguiar, Alcáçovas e Viana do Alentejo

Exmos Srs Membros das Assembleias de Freguesia

Exmos Srs  representantes das autoridades militares, civis e religiosas

Minhas senhoras e meus senhores

 

34 anos passados após a revolução do dia 25 de Abril de 1974 é tempo mais do que suficiente para fazermos um diagnóstico do estado actual da nossa democracia.

 

Todos sabemos e devemos recordar o importante papel dos homens e mulheres que lutaram para que Portugal se tornasse numa sociedade livre, mais moderna, mais solidária, mais justa, mais fraterna, mais rica. Nesta data devemos sempre lembrá-lo.

 

Devemos também recordar todos aqueles que, após o dia 25 de Abril de 74, continuaram a lutar para que a nossa sociedade se tornasse verdadeiramente democrática e não seguisse por caminhos indesejados pelos portugueses. Provavelmente sangrentos e anti-democráticos. Também neste dia devemos lembrá-lo.

 

Na realidade, podemos afirmar com toda a convicção que Portugal mudou muito. Ao longo dos anos o nosso País foi melhorando significativamente. Podemos, com toda a facilidade demonstrar essas melhorias, como são exemplo: o avanço significativo ao nível da criação de melhores condições de bem-estar das populações; grandes avanços no que respeita à generalização do acesso aos serviços básicos e satisfação das necessidades básicas de todos os portugueses (falo do acesso ao ensino, saúde, justiça, direito à habitação própria, etc, etc), assim como, ao nível da melhoria significativa das infra-estruturas. Aqui o papel das autarquias foi determinante. Também, não menos importante, foram os avanços conseguidos ao nível da democraticidade da informação e comunicação.

 

Sendo um País democrático, Portugal acedeu à CEE (agora União Europeia) retirando daí bastantes benefícios, decisivos para o seu crescimento e desenvolvimento, mas também contribuindo para a consolidação de uma Europa da Paz, democrática e mais evoluída.

 

Também é verdade que Portugal passou a ser um País de grandes concretizações., rivalizando, sem quaisquer complexos e pruridos, com as nações mais ricas e mais poderosas do mundo.

 

Também ao nível internacional Portugal tem tido um papel bastante activo e respeitado, nomeadamente através da participação em acções concretas da NATO, ONU e UE. O exemplo mais importante foi a pressão e intervenção realizada nos fóruns internacionais para a independência e autodeterminação de Timor-Leste.

 

Apesar dos progressos que têm sido muitos, é meu entender que Portugal está a fugir aos valores de Abril. Os anos mais recentes são o comprovativo disso mesmo.

 

Não consigo identificar Abril quando os professores são cada vez mais banalizados, estando alguns deles sujeitos a condições inumanas de trabalho, forçando-os a deslocarem-se, ano após ano, para novas terras. Quase sempre, bastante afastadas das suas famílias.

 

Também, no sector Educação, são os professores vexados e agredidos por pais e alunos sem que exista um sistema que os proteja. Passámos do tempo (da outra senhora – ainda me lembro bem disso) em que o professor batia ofensivamente no aluno, para o tempo (do dia de hoje) em que o aluno agride o professor sem quaisquer consequências.

 

Temos um sistema de ensino que premeia a mediocridade. Alguns professores e alguns poderes políticos não querem que os professores sejam avaliados, pouco lhes interessa saber quem faz bem e que merece ser valorizado. Os alunos passam com a maior das facilidades, não aprendem, não são penalizados por isso. Vivemos num sistema em que se estimula o facilitismo.

 

É impossível termos uma sociedade justa, rica e desenvolvida sem conhecimento. A ignorância é permissiva às demagogias e consecutivamente às ditaduras.

 

Em relação ao sector da saúde encontramos uma situação gritante. O poder corporativo dos médicos sobrepõe-se ao poder político. Com o propósito de manter um sistema de saúde caro, em que os médicos ganham de uma forma imoral (naturalmente quando comparados com outras profissões), são eles quem decide o número de vagas para entrada nas universidades e quais as especialidades que devem ser desenvolvidas. Na sua grande maioria, evitam desempenhar o seu papel social, nomeadamente quando recusam desempenhar a sua actividade em pequenas comunidades rurais, ou quando desenvolvem a sua actividade privada nos meios públicos (ex: realização de cirurgias privadas em hospitais públicos) e ainda quando se recusam a aceitar a entrada de médicos de outros países no nosso sistema de saúde (o exemplo dos dentistas brasileiros é o mais conhecido).

 

O acesso à saúde está cada vez mais difícil. Só se consegue ser bem atendido quando se tem dinheiro, conhecimento e cunhas.

 

O Estado Central tem retirado ao meio rural as urgências e as principais especialidades. O INEM não funciona, nascem crianças nas ambulâncias e morrem pessoas à espera de ser socorridas.

 

Os medicamentos são menos comparticipados e mal conseguem ser pagos através das reduzidas pensões dos portugueses.

 

Estamos a viver permanentemente situações destas no nosso concelho.

 

Ao nível do estado providência a situação é altamente dramática. Temos pessoas com reformas chorudas, recebidas com poucos anos de trabalho. Temos pessoas que recebem várias pensões e ao mesmo tempo milhares de outras pessoas que recebem menos de 400€ mensais. Esta situação imoral em nada fortalece a democracia. Aliás, as grandes injustiças provocam grandes tumultos sociais, que quase sempre degeneram em sistemas políticos autoritários e indesejáveis.

 

Vivemos numa Ditadura do Fisco em que o Estado espreme cada vez mais os que costumam pagar. São altamente onerados aqueles que têm iniciativa. O Estado quando não cumpre não é responsabilizado, mas quando os contribuintes não cumprem são altamente penalizados. Infelizmente o Estado continua a não evitar as grandes fugas fiscais e a não castigar os verdadeiros prevaricadores.

 

Criou-se um Estado gordo, com uma enormidade de insuficiências, sem que consiga resolver os seus principais problemas. Muitos dos organismos funcionam de uma forma centralizada sem conseguirem resolver os problemas da população. Como se tornou demasiado caro (com o aumento sucessivo das despesas) e não se consegue modernizá-lo e torná-lo mais eficiente, então tem que se arranjar mais receita. Mais uma vez, aumentam-se os impostos onerando aqueles que já pagam. Em 3 anos aumentaram-se 8 impostos.

 

A insegurança é cada vez maior. É o polícia que é preso quando usa a arma. O bandido é solto sempre que é apanhado. Existe um forte clima de impunidade que facilita vida aos criminosos.

 

A descrença no sistema de segurança é cada vez maior. Como se viu ontem em Alcáçovas, uma agência bancária foi assaltada na maior das facilidades. Há dias foi o estaleiro da câmara que foi assaltado, tendo sido roubadas duas viaturas e outros materiais. Também no verão passado foi assassinada uma senhora em Alcáçovas. Na realidade, não estávamos habituados a este tipo de crimes. Será que temos que nos habituar? Será que vale mesmo a pena perder o posto da GNR em Alcáçovas ou então enfraquecê-lo? Será que é positivo, numa lógica meramente economicista, perdermos estes serviços tão importantes para as populações?

 

O desemprego e a falta de soluções para resolver a crise económica e social também são factores extremamente preocupantes. Ambos deveriam estar na ordem de prioridades por parte deste Governo, de forma a evitar a degradação e a marginalização social.

 

No sistema de Justiça, um dos principais pilares da democracia, o seu funcionamento é um caos. Encontramos processos altamente lesivos para a sociedade que, para além de demorarem uma eternidade a ser resolvidos, na maioria das vezes ilibam os grandes culpados. Quem tem dinheiro atrasa a justiça, quem não tem dinheiro não tem acesso a ela. Esta é uma realidade incontestável.

 

O sistema actual permite que uma denuncia anónima quase que incrimine uma pessoa. Como é possível baseado nesta nova estratégia da clandestinidade, com o camuflado do anonimato, a Polícia Judiciária ou quaisquer outro tipo de polícias ajam sobre as instituições ou cidadãos? Esta situação é totalmente inadmissível Acredito sim, que os culpados devam ser punidos, mas também, até ao momento das pessoas serem julgadas, devem ser considerados presumíeis inocentes.

 

É obvio que me refiro ao que se passa actualmente na Câmara Municipal. É preciso dizer publicamente que o PSD – Partido Social Democrático se demarca totalmente da denúncia feita à PJ. Para nós, esta situação perturbadora do bom funcionamento da Câmara, não pode ser tratada de uma forma irresponsável Por isso mesmo nunca tecemos quaisquer comentários sobre esta matéria á comunicação social.

 

Espero que este processo seja tratado com o máximo de celeridade. Caso se prove a inocência das pessoas em causa (como espero que aconteça), desejo que os denunciantes sejam descobertos e julgados pelo que fizeram.

 

Todos estes problemas não são resolvidos, no entanto são altamente lesivos para o funcionamento da democracia. Parece-me mesmo que se encontram a agravar sucessivamente. Ainda por cima, temos um Governo com muitos tiques de autoridade e autoritarismo, reforçado com altos níveis de arrogância pelo senhor Primeiro-Ministro e seus seguidores, o que torna tudo muito mais preocupante.

 

Muitos exemplos poderiam ser dados: o controlo total das polícias por um só homem; a arrogância de altos responsáveis do Estado perante pessoas que pensam de maneira diferente; a forte influência do Governo sobre a comunicação social; etc, etc.

 

São muitos e maus sinais…

 

É nosso papel, enquanto cidadãos e responsáveis políticos, denunciar todas estas questões e lutar pelos valores que Abril nos legou.

 

Abril não pode ser prisioneiro de velhas forças políticas. Abril é de todos, sobretudo daqueles que acreditam numa sociedade mais livre, mais justa, mais fraterna, mais solidária, mas também mais rica e desenvolvida.

 

É assim que eu sinto 25 de Abril.

 

Viva o 25 de Abril.

 

 

 

António Costa da Silva

 

Vereador da Câmara Municipal de Viana do Alentejo Eleito pelo PSD

 

Viana do Alentejo, 25 de Abril de 2008

publicado por alcacovas às 13:50
| comentar

Comemorações do 34º Aniversário do 25 de Abril

 

Hoje de manhã decorreu no Cine-Teatro em Viana do Alentejo uma sessão solene para comemorar o 25 de Abril.

 

Nela participaram, como oradores, os três partidos políticos representados nos diferentes Órgãos Autárquicos (CDU, PS e PSD), o senhor Secretário da Mesa da Assembleia Municipal e o senhor Presidente da Câmara. Os oradores dos partidos políticos foram o senhor Pedro Andrade e Silva pela CDU, o senhor Rui Gusmão pelo PS e António Costa da Silva pelo PSD.

 

Na assistência estiveram presentes diversos eleitos dos diferentes órgãos autárquicos, assim como, outras entidades concelhias convidadas.

 

Para que as intervenções possam chegar a um número mais alargado de pessoas, solicitei aos diferentes oradores que me fizessem chegar os respectivos discursos. O qual todos concordaram.

 

Assim, vamos publicar os diferentes discursos na ordem que forem chegando ao meu mail.

 

António Costa da Silva

publicado por alcacovas às 13:40
| comentar | ver comentários (1)
Quinta-feira, 24 de Abril de 2008

ROMARIA A CAVALO 2008

 

Editado por António Costa da Silva

publicado por alcacovas às 21:29
| comentar

Dois encapuzados assaltam banco em Alcáçovas

Homens fugiram num "motociclo de todo-o-terreno" 

Dois homens encapuzados, munidos de uma espingarda caçadeira de canos serrados, assaltaram hoje de manhã a dependência bancária do Millenium BCP em Alcáçovas, concelho de Viana do Alentejo, colocando-se de seguida em fuga, revelou a GNR.

Segundo adiantou fonte da GNR à agência Lusa, o assalto aconteceu por volta das 10:00, tendo os dois homens fugido num "motociclo de todo-o-terreno".

"O assalto foi perpetrado por dois indivíduos encapuzados e com capacetes de motociclista, que usaram uma espingarda caçadeira de canos serrados", disse.

No interior do banco, como forma de "intimidação", os assaltantes "dispararam um tiro para a parede", sem causar qualquer ferido.

A GNR revelou ainda que a arma foi abandonada durante a fuga: "Alguém os viu, já no exterior do banco, a deitar fora um saco e constatou-se que continha a arma".

A fonte policial contactada pela Lusa referiu ainda não dispor de elementos relativamente à quantidade de dinheiro roubada do banco pelos assaltantes.

Os indivíduos continuam a monte, depois de alegadamente terem fugido na direcção de Alcácer do Sal, e a GNR está a desenvolver esforços no terreno com vista à sua localização e detenção.

Retirado do Jornal de Notícias

Editado por António Costa da Silva

publicado por alcacovas às 21:15
| comentar

Tradições e/ou princípios..

Resolvi publicar aqui este vídeo por me parecer um excelente meio de nos pôr a pensar na velha questão do respeito pelas tradições versus respeito pelos princípios de quem delas não concorda. Não é uma questão fácil, de facto, mas penso que estas imagens poderão ajudar a pensar um pouco naquilo que hoje deveremos manter como tradição.

 

Peço desculpa pela violência do vídeo, especialmente pela parte final.

 

 

B. Borges

publicado por alcacovas às 00:38
| comentar
Quarta-feira, 23 de Abril de 2008

Jeff Dunham - Achmed, o Terrorista Morto

 

Editado por António Costa da Silva

publicado por alcacovas às 10:35
| comentar

HUMOR

O marido ao chegar a casa diz à mulher:
- Querida hoje vou amar-te ... !!!!
Responde a mulher:
- Quero lá saber, até podes ir a Júpiter, desde que me deixes dormir ...

 

Enviada para o meu mail

 

Editada por António Costa da Silva

publicado por alcacovas às 10:11
| comentar
Terça-feira, 22 de Abril de 2008

Será mesmo verdade?

  

      

"A China declara que os monges tibeteanos têm sido responsáveis pela violência em Lassa.
 
Expliquem-me que fazem militares chineses com vestes de monges tibeteanos??!!!
 
Esta foto foi tirada por uma Agência de Comunicação da Grã-Bretanha e mostra militares chineses preparando-se para trocar os seus uniformes por vestes de monges tibeteanos.
 
Os monges de Lassa declararam que, uma vez detidos, não poderiam estar presentes nas manifestações e provocar a onda de violência que é tão característica deles....
 
Que Grande Mentira da China!!"
 
Recebido no meu e-mail.
 
B. Borges
publicado por alcacovas às 14:09
| comentar | ver comentários (1)

Construindo na China

Foto: El Pais

Imagino que como eles são muitos, não existe grande preocupação de segurança no trabalho.

 

Retirado do Blog http://opiolhodasolum.blogspot.com/

Editado por António Costa da Silva

publicado por alcacovas às 11:14
| comentar
Segunda-feira, 21 de Abril de 2008

Praça do Giraldo - Évora

  

  

  

 

   

Fotos de B. Borges

  

B. Borges

publicado por alcacovas às 22:12
| comentar | ver comentários (1)

Já vos vai faltando a pachorra?

 

Retirado do http://pitecos.blogs.sapo.pt/

 

Editado por António Costa da Silva

publicado por alcacovas às 11:40
| comentar

Exercício de Camuflagem

 

Publicado por Henrique Monteiro no http://henricartoon.blogs.sapo.pt/

Editado por António Costa da Silva

publicado por alcacovas às 11:36
| comentar

EVENTOS

25-04-2008 Exposição “Alentejo, Terra Bela” é inaugurada dia 25 de Abril
   

“Alentejo, Terra Bela” é o nome da exposição de fotografia que Filomena Galego Coelho, Francisco Fadista, Joaquim Santos, Joaquim Filipe Bacalas e Raphael o Pensativo inauguram no próximo dia 25 de Abril, a partir das 14 horas, na sede do Grupo de Música Popular Seara Nova.
A exposição conta com o apoio da Câmara e pode ser visitada até 4 de Maio

 

Retirado do Site da CMVA

 

Editado por António Costa da Silva

publicado por alcacovas às 11:13
| comentar

EVENTOS

23-04-2008 Associação Equestre de Viana do Alentejo promove Corrida de Toiros
   

Inserida na VIII Romaria a Cavalo Moita - Viana do Alentejo que decorre de 23 a 27 de Abril, a Associação Equestre de Viana do Alentejo realiza dia 27, domingo, uma corrida de toiros, a partir das 16 horas. Em praça vão estar os cavaleiros João Salgueiro, José Manuel Duarte e Tito Semedo e os Grupos de Forcados Amadores de Safara, Pinhal Novo e Setúbal. A corrida de toiros conta com o apoio da Câmara Municipal de Viana do Alentejo.

 

Retirado do Site da CMVA

 

Editado por António Costa da Silva

publicado por alcacovas às 11:12
| comentar

Escolas Campeões do Torneio de Encerramento

As nossas Escolinhas foram ganhar a Évora ao Juventude por 9 a 1.

 

As duas equipas.

Acabaram por vencer o Torneio de Encerramento sem quaisquer empates e derrotas.

 

Uma prestação brilhante dos nossos jovens atletas.

Momento do Jogo

Momento do Jogo

Momento do Jogo

Editado Pela Direcção do SCA

 

António Costa da Silva

publicado por alcacovas às 00:07
| comentar | ver comentários (1)

Infantis perdem em Évora

Infantis perdem em Évora com Lusitano em jogo da Fase Final.

 

Em Évora jogou-se num campo completamente enlameado.

 

Com um campo num estado terrível e com uma forte intempérie os nossos jovens atletas deram o seu melhor.

Momento do Jogo.

Momento do Jogo.

Momento do Jogo.

 

Editado Pela Direcção do SCA

 

António Costa da Silva

publicado por alcacovas às 00:06
| comentar
Domingo, 20 de Abril de 2008

OUTROS MOMENTOS DA FINAL DA TAÇA

 

Entrada em Campo

 

 

Início do Jogo

 

 

Momento do Jogo - Livre a Nosso Favor

 

 

Momento do Jogo - Persistente Ataque do Atlético

 

 

Momento de Jogo

 

 

Momento do Jogo

 

 

Momento do Jogo

 

 

Momento do Jogo - A Pressão do Atlético

 

TRÊS NOTAS:

 

1) 82 ANOS DE HISTÓRIA E FOI A PRIMEIRA VEZ QUE O SCA DISPUTOU A FINAL DA TAÇA DE ÉVORA.

 

2) FOI A PRIMEIRA EQUIPA DO NOSSO ESCALÃO QUE FOI À FINAL DA TAÇA. POR ISSO, TAMBÉM INÉDITO.

 

3) A POPULAÇÃO DE ALCÁÇOVAS TAMBÉM CORRESPONDEU, APARECENDO EM MASSA.

 

Pela Direcção do SCA

 

António Costa da Silva

 

publicado por alcacovas às 23:28
| comentar | ver comentários (8)

Programa da VIII Romaria a Cavalo Moita – Viana do Alentejo:

VIII Romaria a Cavalo Moita – Viana do Alentejo
2008.04.17

Data:

A VIII edição desta Romaria, vai realizar-se entre os dias 23 e 27 de Abril.

 

Por mais um ano são esperados centenas de romeiros, num evento que pretende retomar uma antiga tradição dos dois concelhos. No passado esta romaria tinha um carácter religioso, onde romeiros e seus animais se dirigiam até Viana do Alentejo, para serem benzidos durante a procissão em honra de Nossa Senhora d’Aires, padroeira dos animais. Actualmente, a caminhada assumiu um carácter mais lúdico e atrai participantes nacionais e estrangeiros que vão a cavalo entre as duas vilas.

 

As inscrições ainda podem ser feitas no Departamento de Assuntos Sociais e Cultura da Câmara Municipal da Moita, na Rua João da Nova, n.º 3, 2860-469 Moita, através do telefone 210817016, ou ainda do e-mail: romariacavalo@gmail.com.

A organização está a cargo das Câmaras Municipais da Moita e de Viana do Alentejo, da Associação de Romeiros da Tradição Moitense e da Associação Equestre de Viana do Alentejo.

 

Programa da VIII Romaria a Cavalo Moita – Viana do Alentejo:

 

23 de Abril

8:00h – Concentração no terreno anexo ao Pavilhão Municipal de Exposições, na Moita;

9:00h – Partida da Romaria (junto à Igreja Nossa Sr.ª da Boa Viagem, na Moita)

12:30h – Almoço (Valdera)

15:30h – Reinício da Romaria

18:00h – Chegada ao local da pernoita (Poceirão)

19:00h às 21:00h – Distribuição de ração e palha

 

24 de Abril

8:00h – Alvorada

9:00h – Partida

12:30h – Almoço (Quinta do Sousa)

16:00h – Reinício da Romaria

18:00h – Chegada ao local da pernoita (Casebres)

19:00h às 21:00h – Distribuição de ração e palha

 

25 de Abril

8:00h – Alvorada

9:00h – Partida

12:30h – Almoço (Herdade das Silveiras)

18:00h – Chegada ao local da pernoita (São Cristóvão)

19:00h às 21:00h – Distribuição de ração e palha

22:00h – Entrega de lembranças a todos os romeiros devidamente inscritos

 

26 de Abril

7:30h – Alvorada

8:30h – Partida

12:30h – Almoço (São Brás do Regedouro)

15:30h – Reinício da Romaria

18:00h – Chegada a Viana do Alentejo

19:00h às 21:00h – Distribuição da ração e palha

21:30h – Jantar oferecido a todos os romeiros devidamente inscritos, na Casa do Romeiro junto ao Santuário de Nossa Sr.ª d’Aires

 

27 de Abril

7:30h – Alvorada

9:30h – Concentração na Praça São Luís – Viana do Alentejo

10:00h – Procissão

12:00h – Final da Romaria Moita – Viana do Alentejo

 

Retirado da

 

Editado por António Costa da Silva

publicado por alcacovas às 23:05
| comentar

Publicado por:

André Correia (AC); António Costa da Silva; Bruno Borges; Frederico Nunes de Carvalho; Luís Mendes; Ricardo Vinagre.

Posts recentes

_

***

“Alcáçovas Vila Global”

Inauguração da obra de Re...

Recordação do nosso Blog:...

Há 6 anos atrás começou a...

Vitória

Um brinde à Arte Chocalhe...

O Fabrico de Chocalhos já...

Mostra de Doçaria de Alcá...

Arquivos

Fevereiro 2019

Outubro 2016

Agosto 2016

Fevereiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Blogs

Visitas a partir de 5/3/2006

Pesquisar neste blog