Quarta-feira, 25 de Julho de 2007

Apontamentos II (Contra o medo, liberdade)

"Nasci e cresci num Portugal onde vigorava o medo. Contra eles lutei a vida inteira. Não posso ficar calado perante alguns casos ultimamente vindos a público. Casos pontuais, dir-se-á."

 

Assim começa o artigo de opinião de Manuel Alegre no Público de hoje. Desde de sempre que admiro Manuel Alegre, não só pelos seus poemas, pelos seus livros, mas pela sua forma de estar na política e pela sua frontalidade. Com este artigo critica e despreza os bufos, os cobardes, os graxistas. Aqueles que são capazes de fazer tudo para garantir o seu lugarzinho.

Ricardo Vinagre

publicado por alcacovas às 15:51
| comentar | ver comentários (1)
Terça-feira, 24 de Julho de 2007

Tertúlia "O Fado e a Solidariedade" hoje pelas 21 horas

Promovida pela Associação "Terra Mãe" e integrada na X Quinzena Cultural, decorrerá hoje, pelas 21 horas, na Casa Santos Murteira, um tertúlia intitulada "O Fado e a Solidariedade".

 

 

«Reunião familiar; agrupamento de amigos, círculo, conversa, reunião informal, gente interessada num tema pelo qual desejam informar-se e partilhar opiniões... Estas são as várias definições que se podem apresentar para TERTÚLIA.

Aliar a música à solidariedade foi sempre uma estratégia da nossa Associação.

 

Frequentemente vemos grandes artistas lutando por causas nobres.

Como é do conhecimento de todos, a Associação "Terra Mãe" tem organizado espectáculos, cujas receitas reverteram a favor da construção da Casa de Nossa Senhora da Esperança - Lar e Centro de Acolhimento para crianças e jovens.

 

Os músicos, e mais concretamente os fadistas que têm colaborado, funcionam como "embaixadores" da nossa causa.

 

O objectivo é suscitar a participação solidária de artistas e da comunidade em geral, em eventos mobilizadores da solidariedade social, de forma a, todos juntos, conseguirmos erguer a nossa obra.

 

Tendo em conta o êxito em eventos anteriores, é nosso objectivo, por um lado, promover a música que espelha o nosso país, e por outro, levar a nossa missão mais além.

 

Contrariando a norma do "silêncio que se vai cantar o fado", é nosso objectivo discutir entre amigos a temática em causa, agradecer a todos aqueles que têm participado nos nossos eventos e continuar esta missão com a ajuda de todos.

 

Associação "Terra Mãe"»

 

Editado por Luís Mendes a pedido da Associação "Terra Mãe"

publicado por alcacovas às 12:31
| comentar | ver comentários (1)
Segunda-feira, 23 de Julho de 2007

Imagens para a X Quinzena Cultural de Alcáçovas

    

 

 

Fotos de B. Borges

 

  

B.Borges

publicado por alcacovas às 22:16
| comentar | ver comentários (4)
Domingo, 22 de Julho de 2007

Selecção Portuguesa de Rubgy - Força Portugal

     

 

A selecção portuguesa de rugby que, pela primeira vez, se qualificou para a fase final do campeonato do mundo, deu mais um passo na sua preparação para os jogos a disputar durante o mês de Setembro, em França: três dias de estágio em Alcácer do Sal: Fomos lá dar o nosso Apoio.

 

000ehsha

 

O André Correia que também jogou rubgy durante muitos anos, sobretudo no Sport Lisboa e Benfica (capitão de equipa), esteve a dar o seu apoio ao seleccionador nacional, Tomaz Morais.

 

000egf00

 

O André Silva a receber os autógrafos dos craques portugueses. Todos muito amáveis e disponíveis para conversar.

 

000efq6s

 

Um momento do jogo.

 

António Costa da Silva

 

publicado por alcacovas às 20:05
| comentar

X Quinzena Cultural das Alcáçovas

Esta mudança de data que a Junta de Freguesia das Alcáçovas introduziu na Quinzena Cultural parece-me que resultou em pleno. Efectivamente, a alteração da 1ª quinzena de Maio para a 2ª de Julho, dá mais estabilidade á iniciativa e consegue trazer mais pessoas para a rua.

 

Eu próprio tinha dúvidas que assim acontecesse, mas dou o braço a torcer porque contra factos não há argumentos. A JFA como principal entidade organizadora acertou.

 

Ao contrário do que aconteceu no ano passado e inicialmente estavam a preparar, onde se desenvolveram e propunham desenvolver iniciativas espalhadas pela vila, ao concentrar-se a maioria das iniciativas no Jardim Público parece-me a aposta mais acertada. O Jardim Público é um excelente espaço que merece ser frequentado e vivido durante todo ano. Não há nada como cativar as pessoas para que o utilizem.

 

Em relação às barraquinhas de artesanato e “comes e bebes” que inicialmente estavam para ser rejeitadas (por razões económicas), na qual a JFA acabou por integrar na Quinzena a pedido das associações, também é outras das componentes que se justifica e que traz muitas pessoas para aquele espaço. Continua a ser uma boa aposta.

 

Outro aspecto que terá de ser obrigatoriamente considerado é o Programa da Quinzena Cultural. Também este foi claramente enriquecido.

 

Por todos estes aspectos e ainda a procissão vai no adro, com o decorrer da parte principal desta iniciativa conjunta, já é possível dizer que a X Quinzena Cultural das Alcáçovas é um sucesso.

 

Aqui também estão de parabéns todas as associações alcaçovenses que com o seu esforço e empenho, têm sido determinantes para que esta iniciativa seja sempre um sucesso.

 

Parabéns.

 

António Costa da Silva

publicado por alcacovas às 19:37
| comentar | ver comentários (1)

NOVAS VIAGENS

FOI ASSIM

Zita Seabra

 

 

 

A autobiografia de Zita Seabra. Todas as histórias desde a sua passagem à clandestinidade até à sua expulsão do PCP.

 

Sinopse:

 

“Foi Assim é a história de uma aprendizagem: da inocência à realidade e da realidade à sabedoria, um pouco melancólica, do adulto. Mas Zita Seabra, que “passou” à clandestinidade aos 17 anos, cresceu no Partido Comunista de Cunhal, o que faz da história dela a história de uma época. Sem se justificar, sempre cândida e às vezes comovedora, Zita Seabra fala naturalmente de um mundo fantástico e brutal, que nunca foi descrito com tanta intimidade e tanta exactidão. Foi Assim é o livro que faltava para perceber a grande tragédia do comunismo português”.- Vasco Pulido Valente.

 

 

A CONSPIRAÇÃO

Dan Brown

 

Sinopse:

 

 

O Presidente Zachary Herney está a lutar por uma duríssima reeleição. O seu opositor, o Senador Sedgwick Sexton, é um homem com amigos poderosos e uma missão: privatizar a NASA e reduzir as suas despesas. O Senador tem numerosos apoiantes que beneficiarão com a mudança, especialmente depois do embaraçoso episódio de 1996, em que o governo de Clinton foi informado pela NASA de que havia provas da existência de vida noutros planetas. Esta informação era prematura, se não mesmo incorrecta.

Lutando para sobreviver a uma série de erros que ameaçam a sua imagem política, a NASA faz uma descoberta atordoadora: um estranho meteorito enterrado no Ártico. O Presidente é informado de que o objecto encontrado vai ter implicações determinantes no programa espacial americano. Contudo, dada a reputação vacilante da agência espacial norte-americana, será a descoberta válida ou não? Rachel Saxton, uma investigadora dos Serviços Secretos da Casa Branca, é destacada para confirmar a autenticidade do achado. Rachel tem como missão resumir relatórios complexos em notas de uma página. Neste caso o Presidente precisa dos seus dados antes da última declaração que fará ao povo americano e que será decisiva na sua reeleição. Acompanhada por uma equipa de especialistas, incluindo o carismático oceanógrafo Michael Tolland, Rachel descobre o impensável: provas de um embuste científico, de uma cilada que ameaça mergulhar o mundo em controvérsia. Mas antes de conseguir contactar o Presidente, Rachel e Michael são vítimas de uma perseguição sem tréguas ao longo do Ártico, refugiam-se num submarino nuclear e acabam por ser aprisionados num pequeno barco na costa de New Jersey, enquanto a capital norte-americana ferve de expectativas relativamente a mais uma fraude científica e os ânimos se exaltam nas ante-câmaras do poder no interior da ala esquerda.

Editado por António Costa da Silva

publicado por alcacovas às 19:05
| comentar | ver comentários (1)
Sábado, 21 de Julho de 2007

João Garcia conquista o K2

Em Portugal temos a mania de apenas avaliar os resultados desportivos do nosso país, pelos resultados da nossa selecção nacional de futebol. No entanto nem só no futebol Portugal têm bons atletas e conseguem bons resultados, existem outras modalidades em que os resultados obtidos pelos nossos compatriotas são motivos para ficarmos orgulhosos.  
O mais recente caso foi a conquista do pico mais perigoso do mundo, o K2 com 8611 metros, pelo alpinista português João Garcia.
O objectivo de João Garcia é subir as 14 montanhas com mais de 8000 metros. Pode-se dizer que o seu objectivo já vai em mais de metade visto que já conquistou 9 dos 14 picos mais altos do mundo.
 
Para mais informações sobre esta e outras expedições do João Garcia, sugiro uma visita ao seu blog.
 
 
Ricardo Vinagre
publicado por alcacovas às 15:34
| comentar | ver comentários (2)
Sexta-feira, 20 de Julho de 2007

Conversas (I)

Apenas uma nota negativa nesta conversa, a falta de participação! Mas em Alcáçovas começa a ser normal!

rmgv

publicado por alcacovas às 20:54
| comentar | ver comentários (1)
Quinta-feira, 19 de Julho de 2007

Imagens para a X Quinzena Cultural de Alcáçovas

 

   

B. Borges

publicado por alcacovas às 22:03
| comentar

Conversas... (Sexta-Feira na pousada e todos os dias nos blogs de Alcáçovas)

 

Elaborado por Luís Piteira

 

 

rmgv

publicado por alcacovas às 14:40
| comentar

Voltando às Citações do Dia

"A estupidez é infinitamente mais fascinante do que a inteligência. É que a inteligência tem os seus limites, e a estupidez não..."


Claude Chabrol

 

Editado por António Costa da Silva

publicado por alcacovas às 10:09
| comentar | ver comentários (1)
Quarta-feira, 18 de Julho de 2007

O Posto Médico de Alcáçovas e Extensão de Aguiar estão sem médico.

O Posto Médico de Alcáçovas e Extensão de Aguiar estão sem médico.

 

O motivo deve-se ao facto dos médicos estarem de férias.

 

É notável, estão todos ao mesmo tempo.

 

António Costa da Silva

publicado por alcacovas às 20:41
| comentar | ver comentários (1)

Jorge Vasconcelos 'bateu com a porta'.

Mas o presidente da Entidade Reguladora do Serviços Energéticos (ERSE) não vai de 'mãos a abanar': vai receber 12 mil euros por mês até encontrar um novo emprego.


Vejam esta notícia em pormenor no Correio da Manhã...
O escândalo é óbvio. Mas vejamos mais pormenores. O senhor Vasconcelos recebia 18 mil Euros mensais mais subsídio de férias, subsídio de Natal e ajudas de custo. 18 mil Euros, seriam mais de 3600 contos, ou sejam mais de 120 contos por dia.


O senhor Vasconcelos não foi despedido. Ele demitiu-se, (despediu-se por vontade própria) e fica a receber dois terços do ordenado durante dois anos, os tais 12 mil Euros por mês). Qual é o trabalhador que se despede  e fica a receber seja o que for?


Além disso, "Questionado o Ministério da Economia, uma fonte oficial adiantou que o regime aplicado aos membros do conselho de administração da ERSE foi aprovado pela própria entidade ". E "De acordo com artigo 28 dos Estatutos da ERSE, os membros do conselho de administração estão sujeitos ao estatuto do gestor público em tudo o que não resultar dos presentes estatutos "".


Mais: "Jorge Vasconcelos foi presidente da Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos (ERSE) desde a sua criação". Ou seja, o senhor Vasconcelos e amigos criaram este esquema para eles próprios, tendo o estatuto de gestores públicos, excepto quando os seus próprios estatutos são ainda mais vantajosos (que é o caso quando se demitem do cargo).


E o que é a ERSE? "A missão da ERSE consiste em fazer cumprir as disposições legislativas para o sector energético". Mas para fazer cumprir a lei não basta o Governo, os Ministérios, os Tribunais, a Polícia, etc.?
"Após receber uma reclamação, a ERSE intervém através da mediação e da tentativa de conciliação das partes envolvidas. Antes, o consumidor tem de reclamar junto do prestador de serviço."


Ou seja, a ERSE não serve para nada. Ou serve apenas para gastar somas astronómicas com os seus administradores.


Aliás, antes da questão dos aumentos da electricidade, quem é que sabia que existia uma coisa chamada ERSE?


O senhor Vasconcelos demitiu-se porque não concorda que o Governo tenha decretado que a electricidade suba uns escandalosos 6% no próximo ano. Ele e a sua ERSE tinham proposto uns ainda mais escandalosos 14,4%. Certamente seria, entre outras coisas, para cobrir mais umas benesses dos administradores da ERSE.


Alguns comentários à notícia, no sítio do Correio da Manhã, na Internet:
Bem, o Senhor Primeiro Ministro deveria ter vergonha: pois tem alguém no desemprego que ganha mais que ele. Isto é mais uma das vergonhas deste desgraçado PAÍS. É certo que este Senhor tem valor.


Mas penso que não ganharia isto em nenhum outro país da EUROPA.
Viva Portugal, enquanto der ...


Se a demissão implicasse passar a receber o rendimento mínimo ainda lá estava agarrado que nem lapa à rocha. Ora aqui está um exemplo de um homem de coragem que não tem medo de perder o emprego. Nessas condições ninguém tem.


Mais uma, para não perder o hábito...

 

Enviado para o meu mail pelo Sérgio Santos

 

Editado por António Costa da Silva

publicado por alcacovas às 20:13
| comentar | ver comentários (1)

Experimente um Corte de Cabelo Virtual

Berbershop

 

http://www.gmoura.com/blog/2007/05/vai-um-corte-de-cabelo.html

 

Editado por António Costa da Silva

publicado por alcacovas às 19:55
| comentar

"classe politica


Victor Constâncio, governador do Banco de Portugal, aufere anualmente um vencimento cerca de 280 mil euros, superior ao seu homólogo do Banco Central dos EUA, que ganha 155 mil euros.
Tudo isto, depois da Comissão de Vencimentos, criada para rever em baixa os vencimentos dos administradores do Banco de Portugal.

Mas o que são os EUA comparados com Portugal?
Retirado do http://classepolitica.blogspot.com/
Editado por António Costa da Silva
publicado por alcacovas às 19:39
| comentar
Terça-feira, 17 de Julho de 2007

Sem palavras

 

Retirado do Blasfémias

 

 

Ricardo Vinagre

publicado por alcacovas às 20:41
| comentar

Novos Órgãos Sociais do SCA eleitos dia 16/07/2007

Assembleia-Geral:

 

Presidente: João António Merca Pereira;

1º Secretário: Veríssimo José Dimas Grosso;

2º Secretário: António Joaquim Vinagre Padeirinha.

 

Conselho Fiscal:

 

Presidente: André do Nascimento Rafael Correia;

Vogal: Joaquim Manuel Bandinha Morita;

Vogal: Manuel António Ilhéu do Tiro.

 

Direcção:

 

Presidente: António Francisco Costa da Silva;

Presidente Adjunto – Francisco Manuel Barradas Mestre;

Vice-Presidente: José Filipe Santos da Cruz;

Vice-Presidente: Mário José Paiva Salsinha;

Vice-Presidente: António Joaquim Bonito Carvalho;

Tesoureiro: Martinho Manuel Fadista Lebre;

Secretário: José Carlos Pernas;

Vogal: Joaquim Mário Grosso Carvalho;

Vogal: Mário Vicente Grave Chora.

 

Alcáçovas, 16 de Julho de 2007

publicado por alcacovas às 18:40
| comentar | ver comentários (5)

UMA IDEIA DE NEGÓCIO...

Empresa de Transportes de adeptos, militantes e simpatizantes de partidos políticos.

 

O objectivo desta empresa é o de transportar aglomerados populacionais, privilegiando fanáticos dos partidos políticos, para as festas de comemoração de resultados eleitorais.

 

Assim, cada vez que houver umas eleições intercalares ou outras quaisquer, onde quer que seja, vamos encher as praças, para que os nossos notáveis políticos possam ser merecidamente escutados (nos camiões campanha) pelos seus orgulhosos adeptos.

 

Vantagem: nós tratamos de tudo, não têm com que se preocupar, porque os locais escolhidos vão ficar garantidamente cheios.

 

António Costa da Silva

 

 

publicado por alcacovas às 15:52
| comentar

"tudo como dantes...

A Despesa do subsector Estado para o primeiro semestre de 2007 situou-se em 21.789,6 milhões de euros, representando um aumento relativamente a igual período do ano anterior de 3,9%.

O aumento da Despesa com pessoal foi de 0,7% e o aumento da despesa com aquisição de bens e serviços correntes foi de 10,2%. As “outras despesas correntes” (aspas da DGO), verificaram um aumento em termos homólogos de 4,7%.

O decréscimo da Despesas de Capital resulta, da diminuição das transferências de capital para a Administração Local (-20,9%), no âmbito da nova lei das finanças locais.

A Receita Fiscal registou um crescimento de 8,6% face a igual período do ano anterior.

(Dados do Boletim Informativo da Execução Orçamental do Subsector Estado do primeiro semestre de 2007 da DGO)

Continua portanto o aumento da Despesa Pública Corrente Primária do Estado. O governo continua incapaz de reduzir a Despesa do Estado. Por sua vez, os impostos continuam a aumentar, agravando a vida dos cidadãos e das empresas, desta vez com um aumento brutal de 8,6% relativamente a 2006."
Retirado do http://classepolitica.blogspot.com/
Editado por António Costa da Silva
publicado por alcacovas às 15:50
| comentar

Associação de Pais de Alcáçovas - Badminton

 está a decorrer o Curso de Verão


Iniciou-se na passada sexta-feira, dia 13, o Curso de Verão de Badminton, a decorrer em Alcáçovas em colaboração com a Associação de Pais da EBI/JI de Alcáçovas.

Com a presença de menos alunos do que esperávamos (cerca de uma dúzia) , o curso mostrou-se por outro lado, e desde já, com um enorme potencial, decorrendo de forma muito interessante.

Com as aulas a decorrerem no excelente Pavilhão Desportivo de Alcáçovas, estamos a adaptar um muito interessante manual da Federação Espanhola de Badminton, com exercícios muito adequados à idade, facilitando e motivando a interacção com os jovens atletas, que se mostraram muito interessados e com enorme alegria e vontade de aprender.

Aqui fica uma foto da primeira aula. Depois damos mais noticias.

 

Poderá ver em http://clubebadmintonevora.blogspot.com/

 

Editado por António Costa da Silva

publicado por alcacovas às 14:02
| comentar

Publicado por:

André Correia (AC); António Costa da Silva; Bruno Borges; Frederico Nunes de Carvalho; Luís Mendes; Ricardo Vinagre.

Posts recentes

_

***

“Alcáçovas Vila Global”

Inauguração da obra de Re...

Recordação do nosso Blog:...

Há 6 anos atrás começou a...

Vitória

Um brinde à Arte Chocalhe...

O Fabrico de Chocalhos já...

Mostra de Doçaria de Alcá...

Arquivos

Fevereiro 2019

Outubro 2016

Agosto 2016

Fevereiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Blogs

Pesquisar neste blog