Quarta-feira, 27 de Setembro de 2006

Porquê?

Tem-se falado muito, nos últimos dias, sobre a Função Pública e sobre os funcionários que lhe dão corpo.

Um estudo, encomendado pelo Governo, vem deitar mais lenha para a fogueira.

Os trabalhadores, funcionários públicos, não são os culpados da situação a que se chegou, mas os outros cidadão, que também são trabalhadores, muito menos o serão .

Só que uns beneficiam e outros pagam. E pior o País não "aguenta". Algo tem que ser feito e com grande urgência.

Alguns sacrifícios serão (já estão) pedidos, num processo muitíssimo complicado e moroso.

Os funcionários públicos não podem ser culpados pelo estado do funcionalismo, mas têm que compreender que é preciso mudar, profundamente, muita coisa. Reorganizar a FP , simplificar, modernizar, e por aí fora.

Sabemos que falando de funcionários públicos encontramos coisas espantosas. Ora vejam:

- De cada 10 £ de impostos pagos por nós , mais de 6 são para pagar ordenados.

- Na FP existem 772 carreiras diferentes. A evolução na carreira é automática e em função do número de anos. Assim, tomando como exemplo, os professores do ensino básico e secundário, com 10 níveis diferentes, verifica-se que mais de 50% estão nos escalões superiores.

Se isto se passasse numa empresa queria dizer que mais de metade dos empregados eram directores.

Todo este "edifício" foi construído sem  premiar a competência, a assiduidade, os resultados, etc. E com uma garantia especial, a de ter um emprego garantido para toda a vida. Todos sabemos que os sistemas permissivos não estimulam e, pelo contrário, criam vícios.

Porquê trabalhar duramente se o meu colega não faz nada e ganha o mesmo.

Numa empresa privada, com um chefe exigente, todos trabalham a sério. Na FP cada um faz o que quer (passe o exagero). Em Portugal, na FP , um incompetente e mandrião é aumentado todos os anos e chega à reforma no topo (ou perto) da carreira (mais algum exagero, mas dá para entender).

Se não se fizer uma profunda reorganização de toda a estrutura pública o futuro fica comprometido. Tudo está relacionado.

O desenvolvimento social e económico do País só atingirá os níveis médios europeus se tiver como base uma melhor, mais organizada, mais eficiente Função Pública.

publicado por alcacovas às 15:45
| comentar

Publicado por:

André Correia (AC); António Costa da Silva; Bruno Borges; Frederico Nunes de Carvalho; Luís Mendes; Ricardo Vinagre.

Posts recentes

_

***

“Alcáçovas Vila Global”

Inauguração da obra de Re...

Recordação do nosso Blog:...

Há 6 anos atrás começou a...

Vitória

Um brinde à Arte Chocalhe...

O Fabrico de Chocalhos já...

Mostra de Doçaria de Alcá...

Arquivos

Fevereiro 2019

Outubro 2016

Agosto 2016

Fevereiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Blogs

Visitas a partir de 5/3/2006

Pesquisar neste blog