Sexta-feira, 21 de Julho de 2006

FEIRA DAS ALCÁÇOVAS / FEIRA DO CHOCALHO

Abrir

Encontro de pastores para trocar os chocalhos

O Município do Fundão em parceria com a Junta de Freguesia de Alpedrinha passaram a organizar a Feira dos Chocalhos, com o subtema da transumância.

Apesar de nunca ter havido forte participação por parte dos chocalheiros das Alcáçovas na antiga Feira dos Chocalhos em Alcáçovas, parece-me que não foi muito positivo ter perdido este tema.

Bem sei que a fira franca (Feira das Alcáçovas) é mais antiga, mas quando se propôs ser denominada de Feira do Chocalho, pareceu-me uma excelente ideia. Hoje em dia procura-se um tema para as feiras, quer por razões de marketing, quer até para obter financiamentos comunitários.

Os chocalhos e os chocalheiros " identificam-se com os alcaçovenses e essa identificação, que é também cultural, não se pode perder.. Apesar deste artesanato não atravessar os melhores dias, existem iniciativas bastante interessantes que merecem ser apadrinhadas.

A Feira poderia ser uma boa oportunidade, porque, pelo menos no Alentejo, quando se falava da Feira dos Chocalhos toda a gente a identificava como sendo em Alcáçovas.

Fica a ideia.

António Costa da Silva

 

publicado por alcacovas às 13:40
| comentar
16 comentários:
De luis a 21 de Julho de 2006 às 17:17
a bela e maravilhosa "merda" de feira exclusiva e inteiramente dedicada aos "velhos" é só "coltura".
De anónimo a 21 de Julho de 2006 às 18:13
que formaçao tu tens. deves andar a descascar sobreiros só pode
De Tita a 22 de Julho de 2006 às 12:34
Numa coisa tenho que concordar, há uma falta de dinamização na feira de alcáçovas...
por exemplo ontem sábado após o espectáculo poderia ter sido colocada musica de discoteca para o pessoal mais novo dançar visto que havia tanta gente jovem!;
Hoje sábado o que vai acontecer...
Após a actuação dos grupos da terra acabou a animação,muito bem há a tourada!...mas quem não tem dinheiro para ir ver ou NÃO GOSTA que partido tira do dia de hoje? vem para casa!!!,
por isso é que não há mais barracas de tendeiros!, as animações não ajudam...
É pena que com tantas participações em feiras a Câmara Municipal em conjunto com outras entidades não inove, não surpreenda a nossa comunidade com algo diferente...

cumprimentos

Tita
De Roberto Vinagre a 22 de Julho de 2006 às 18:28
Ora bem «Feira das Alcáçovas» para mim é igual a fracasso, a inércia, a algo viciado e sem qualquer interesse! Este é o pior ano da feira, na feira não há nada de interesse! Foco apenas alguns pontos em especial:
1º - O facto da propaganda continuar a funcionar, tudo na feira é usado para promover o seu principal organizador CMVA );
2º - O facto (engraçado) de termos lado a lado a JSD e JCP (também conhecida por AJAL);
3º - O facto do artista Pedro Migueis estar a cantar para meia duzia de gatos pingados (onde me encontrava);
4º - O facto do pavilhão da JSD estar na feira, o que só por si já bom, sinal de mudança dos tempos, mas sinceramente, que desilusão!
5º - O facto da estrada já estar alcatroada;
6º - O magnifico palco do recinto;
7º - O facto do discurso dos responsáveis da CMVA começar sempre com os «cortes orçamentais» e a sua dramatização (será que procuram deculpas para a tristeza com que nos deparamos quando chegamos à feira?
Só uma ultima questão: por que é que todos os artistas que cantam na feira dizem que estão em Viana do Alentejo? (a resposta é obvia)
Enquanto não se fizer uma aposta séria na feira, esta vai continuar a agonizar!
Cumprimentos,
De anonimo do chao do mocho a 23 de Julho de 2006 às 15:42
pelos vistos até estrada alcatroada está mal na feira!!! realmente meu rapaz tinha curiosodade em ve-lo numa associação ou um cargo de relevo em que mandasse.Construir na sua escrita nao existe mas sim criticar, pelo que tenho visto á apenas o que sabe fazer.
quanto á camara, nao estando eu ligado á camara nem partido nenhum digo que entao nao acha bem a camara promover o que faz independente de ser bom ou mau? nao custa ir visitar outras feiras não? o que eles fazem, nao é o mesmo.
lado a lado JSD com PCP, o PS nao esta porque simplesmente nao quiz deve ter sido convidado, mas demonstra a crise concelhia do partido.
pouca gente no pedro migueis entao voçe era mais um gato pingado sem duvida, eu esava lá e gostei do espectaculo acredite. há gosto para tudo, mas espero ver hoje no espectaculo do marco onde deve gostar e lhe digo que hoje estará cheio.
quanto á estrada, nem comento a sua observação pois é sem duvida uma mais valia, nao só para feira pois dá um ar mais organizado e arrumado, mas essencialmente para os moradores ou utentes daquela estrada que todos dias ali passam. como voçe mora na outra parte vila nao percebe o que aquilo vale. o autocarro para evora nao ali passa senao daria valor.
vamos simplesmente ajudar para que feira continue nao criticando só e já agora deixe aqui a sua opiniao para melhorar feira, em espaço e espectaculos, pois tenho curiosidade.aguardo
De Roberto Vinagre a 24 de Julho de 2006 às 01:42
Meu caro Senhor, por certo não deve ter percebido o meu comentario , quando o escrevi não fiz a distinção entre aspectos positivos e negativos, o palco e a estrada são aspectos muito positivos! Eu não faço apenas comentarios criticando negativamente, muito pelo contrario e se for ler alguns posts no arquivo deste blog vai perceber que eu, quando era colaborador, escrevi muitas coisas aplaudindo o que vai sendo feito. Contudo eu não quis deixar de salientar o facto da nossa feira estar a cair em desgraça, pois sinto que a feira já so se faz quase por obrigação e não por gosto ou orgulho! Pede-me propostas, pois bem aqui as deixo, juntamente com muitas questões. O que falta na feira, em meu entender, é o dinamismo e entrega, faltam atractivos, falta uma aposta forte e firme. Se essa aposta existiu na feira d'aires e na mostra de doçaria por que razão não existe na feira das Alcáçovas? Um dado positivo é o envolvimento das associações, no entanto esse envolvimento é um envolvimento discreto e pouco dinamico . A AJAL apenas se faz representar com um «pavilhão», mas se é uma associação que trabalha com e para os jovens por que motivo não cria actividades no sentido de envolver os jovens? A JSD foi criada, mas parece que apenas por motivos exclusivamente politicos , dado que sendo uma associação de jovens não a vi a trabalhar no sentido de os cativar! Temos muitos grupos de musica, será que eles foram devidamente aproveitados? E onde estavam actividades dinamicas que decorressem ao longo dos dias, activiades actrativas como desportos radicais, concursos, por que não eleger a miss feira das alcáçovas? Será que é necessario muito dinheiro para tudo isto? Julgo que não, basta a iniciativa. Podia existir um touro mecanico no recito, insuflaveis para as crianças. Há muitas coisas que se podem fazer, mas acima de tudo falta atrevimento! Penso que seria interessante ver-me à frente de uma associaçao ou coisa do genero , uma coisa eu lhe garanto, faria melhor trabalho que muitos que por ai andam!
Quero contribuir para o desenvolvimento da minha terra!
É verdade, eu estive a ver o Marco Paulo e também gostei!
Eu adorava saber quem é o senhor, não gosto de trocar ideias com pessoas anonimas , é sempre melhor conhecermos as pessoas, principalmente quando são pessoas que conhecemos muito bem.
Cumprimentos,
Roberto Vinagre
De tita a 24 de Julho de 2006 às 12:13
caro roberto

ao que sei a AJAL não está ligada a nenhum partido politico, se existem membros dessa dita associação envolvidos em movimentos politicos em nada têm a ver com a Associação.

em relação às actividades lamento estar um pouco desactualizado visto que neste momento é uma das associações actividades a decorrer...

e se os jovens não participam será um factor alheio á propria associação visto que esta tem lutado por ser empreendedora e dar a conhecer aos jovens o que de bom se faz no país a nível desportivo e de lazer.

cumprimentos

Tita
De alcacovas a 24 de Julho de 2006 às 18:05
Caro Roberto,
Gostaria, antes de entrar no assunto da Feira, dizer-lhe que gostaria muito de o ver voltar ao nosso blog como editor.

Quanto à Feira devo dizer-lhe que concordo quase a 100% consigo.
A Feira de Alcáçovas, como outras pelo país fora, vai morrendo lentamente porque se deixou "ultrapassar" pela vida, melhor ou pior não se vive hoje como há 50 anos...
Há que renovar, inovar, captar o interesse das pessoas da terra, e não só, sem esquecer o passado. O passado como cultura, parte das nossas tradições. Aquilo que possamos recordar, reconhecer ou até conhecer (caso dos muito novos), mas que não se deve confundir com envelhecimento, paralisia.
A Feira está esgotada, não há quase nada que nos leve lá ou, pior, que nos consiga convencer a ficar mais do que alguns minutos.
A Feira é importante se tiver objectivos claros, atraentes, variados, pensados para os diversos escalões etários, etc , etc .
Como o Roberto diz pode-se fazer mais e melhor, sem grandes esforços financeiros.
O que é preciso é imaginação, alguma ousadia, uma pitada de atrevimento e coragem.
Falar com as pessoas, sobretudo com os mais jovens, recolher e avaliar sugestões, etc ...
Julgo que temos pessoas capazes de fazerem melhor.
Porque não criar uma espécie de comissão anual para estudar e propor uma Feira "nova", viva, e atractiva para todos?
Um abraço
[Error: Irreparable invalid markup ('<br [...] <a>') in entry. Owner must fix manually. Raw contents below.]

Caro Roberto, <BR>Gostaria, antes de entrar no assunto da Feira, dizer-lhe que gostaria muito de o ver voltar ao nosso blog como editor. <BR><BR>Quanto à Feira devo dizer-lhe que concordo quase a 100% consigo. <BR>A Feira de Alcáçovas, como outras pelo país fora, vai morrendo lentamente porque se deixou "ultrapassar" pela vida, melhor ou pior não se vive hoje como há 50 anos... <BR>Há que renovar, inovar, captar o interesse das pessoas da terra, e não só, sem esquecer o passado. O passado como cultura, parte das nossas tradições. Aquilo que possamos recordar, reconhecer ou até conhecer (caso dos muito novos), mas que não se deve confundir com envelhecimento, paralisia. <BR>A Feira está esgotada, não há quase nada que nos leve lá ou, pior, que nos consiga convencer a ficar mais do que alguns minutos. <BR>A Feira é importante se tiver objectivos claros, atraentes, variados, pensados para os diversos escalões etários, etc , etc . <BR>Como o Roberto diz pode-se fazer mais e melhor, sem grandes esforços financeiros. <BR>O que é preciso é imaginação, alguma ousadia, uma pitada de atrevimento e coragem. <BR>Falar com as pessoas, sobretudo com os mais jovens, recolher e avaliar sugestões, etc ... <BR>Julgo que temos pessoas capazes de fazerem melhor. <BR>Porque não criar uma espécie de comissão anual para estudar e propor uma Feira "nova", viva, e atractiva para todos? <BR>Um abraço <BR class=incorrect name="incorrect" <a>AC</A>
De Anónimo a 25 de Julho de 2006 às 11:34
Penso que o senhor deve ser o Andre, eu não poderia estar mais de acordo com essa ideia de se criar um grupo de pessoas de vários sectores da nossa vila para discutir e encontrar soluções para reanimar a feira. Se não se actuar agora, já, com vista a implementar medidas já na feira de 2007, arriscamos a ve-la desaparecer.
Com os melhores cumprimentos,
De Tita a 25 de Julho de 2006 às 12:36
caro André,

concordo plenamente consigo e como já tinha referido anteriormente é preciso apostar e dinamizar a Feira tendo em vista a evolução da sociedade do nossos dias, e acima de tudo dar a conhecer o passado e promover o futuro...
basta haver vontade e abertura a novas projectos,
como por exemplo associar á Feira eventos culturais, desportivos, artisticos...entre outros.

como sabemos para tudo é preciso verbas mas com boa vontade espírito de sacrificio tudo se consegue...
e julgo que não me estou a referir a nenhuma utopia!!!

força ALCÁÇOVAS

cumprimentos

Tita

P.S. Este blog pode ser o passo que faltava para fazer REVIVER ALCÁÇOVAS!!!!!
De FRancisco Mestre a 25 de Julho de 2006 às 21:12
Como geralmente acontece a seguir aos eventos realizados no nosso concelho, este blog torna-se no centro das atenções dos cibernautas do município. Uns acham que o evento realizado esteve à altura das expectativas, outros pensam que a organização não se esforçou o suficiente e ainda há o grupo daqueles que afirmam que tudo foi um falhanço. Em seguida, depois de fazerem o juízo que consideram mais correcto apontam soluções, saídas, ideias e outras formas de “mudar”, “inovar”, “de cativar as pessoas”, etc. Ora como diz o ditado popular, “de boas intenções está o inferno cheio”, e essas ideias e soluções não passam disso mesmo, boas intenções mas nada mais. O que acontece, quase sempre, é que depois de se fazerem as coisas, toda a gente tinha uma ideia brilhante que ia revolucionar aquele evento ou há ainda aquela facção que sabia como é que aquele tipo de coisas se faziam mas no momento de organizar e depois no momento de trabalhar, todos estes juízes estão muito ocupados a fazer sabe-se lá o quê.
Este tipo de postura revela-se bastante vantajoso, pois apenas é necessário criticar, negativa ou positivamente, mas avançar para o terreno é que não. O que se consta em quase todos os assuntos abordados neste blog e que depois de todos esporem as “ideias brilhantes” e em seguida esgrimirem argumentos uns contra os outros o assunto em questão cai no esquecimento global e só volta a ser relembrado quando passado um ano o motivo da discussão volta a acontecer, e ai todos voltam a ter as tais “ideias brilhantes”.
Creio que se houvesse mais acção algumas das pessoas que aqui escrevem já teriam mais legitimidade para falar de determinados assuntos.


Francisco Mestre
De alcacovas a 26 de Julho de 2006 às 15:41
Caro Francisco,

Dê o exemplo e faça coisas. Não corra o risco de morrer junto à fonte.
Eu já fiz algumas coisas e apesar da idade não paro.
Deixo-lhe o desafio, vamos trabalhar para uma Feira renovada, mais atraente, mais diversificada, etc, etc.?

Um abraço
André
De Roberto Vinagre a 26 de Julho de 2006 às 12:17
Caro Francisco,

Este blog serve para isso mesmo, discutir ideias, avançar soluções para alguns problemas que possam existir na nossa freguesia. Tens toda a razão, o inferno esta mesmo cheio de boas intenções, o que interessa é avançar para o terreno, com propostas. Falar é facil, mas fazer é mais complicado! Mas também não faz mal nenhum ouvirmos a opinião de outras pessoas. No que diz respeito à JSD, volto a dizer que estava à espera de muito mais, algo mais interessante, mais cativante, mas o presidente és tu, e eu como democrata que sou aceito e respeito isso! Mas só com as criticas é que podemos crescer e fazer cada vez melhor!
Com os melhores cumprimentos,
Roberto Vinagre
De anti-politico a 27 de Julho de 2006 às 15:52
deixem escrever tanto e façam mais....
De alcacovas a 27 de Julho de 2006 às 17:54
O nosso, já familiar, anti-político, deve ser um grande trabalhador.
Nós escrevemos e ele trabalha. O que até pode ser justo.
Só que nem ele nem eu podemos esquecer ou acabar com a política. Infelizmente.
Mas nada podemos fazer, ela, a políitica está por todo o lado, afecta-nos, envolve-nos. É parte da natureza humana.
E a economia também.
AC
De anti- politico a 28 de Julho de 2006 às 20:28
sem duvidas, teremos que viver com ela. mas eu particularmente nao gosto nem duma nem de outra mas faz falta. abraços a todos deste blog

Comentar post

Publicado por:

André Correia (AC); António Costa da Silva; Bruno Borges; Frederico Nunes de Carvalho; Luís Mendes; Ricardo Vinagre.

Posts recentes

_

***

“Alcáçovas Vila Global”

Inauguração da obra de Re...

Recordação do nosso Blog:...

Há 6 anos atrás começou a...

Vitória

Um brinde à Arte Chocalhe...

O Fabrico de Chocalhos já...

Mostra de Doçaria de Alcá...

Arquivos

Fevereiro 2019

Outubro 2016

Agosto 2016

Fevereiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Blogs

Visitas a partir de 5/3/2006

Pesquisar neste blog