Segunda-feira, 18 de Abril de 2011

Somos tratados como se fossemos Matarruanos.

O Eng.º José Sócrates trata-nos como se fossemos todos matarruanos. Sistematicamente são passadas certidões de parvoíce aos portugueses pelo Primeiro-ministro português. Desculpem-me a frontalidade, mas até enjoa esta forma de fazer política

 

Sinceramente, tenho preferência em tratar todos os assuntos, até os mais complexos, com elegância e bom senso. No entanto, até as pessoas mais ponderadas e sensatas estão a perder a paciência com esta nova forma de fazer política.

 

É com enorme descaramento que o Eng.º José Sócrates culpa sistematicamente toda a oposição pelos sucessivos erros que ele próprio cometeu. Envolve nessa mesma culpabilização e vitimização outros órgãos institucionais, o que é altamente inadmissível. Numa encenação permanente, consegue desmentir-se com as maiores das facilidades, como se nada fosse consigo.

 

É impressionante!

 

Como é que alguém consegue justificar uma promessa da criação de 150.000 postos de trabalho e antes pelo contrário, permitiu um aumento em mais de 4 pontos percentuais do desemprego em Portugal? Em 2005, Portugal tinha nos seus registos 407.000 desempregados. Actualmente, caminhamos vertiginosamente para 700.000 desempregados.

 

Em 2005 Portugal tinha mais de 1 milhão de jovens com menos de 25 anos no mercado de trabalho. Agora, tem 500.000. Para onde foram os outros 500.000? Só o Eng.º Sócrates consegue justificar esta situação. Na realidade são jovens que frequentam mestrados e doutoramentos para não ficarem no desemprego. Outros emigraram para vários países do mundo. Outros frequentam acções de formação profissional. Outros estão efectivamente desempregados. É esta a realidade escondida.

 

O Eng.º José Sócrates em 2005 e em 2009 (anos eleitorais) prometia baixar impostos. Só no início do seu primeiro mandato aumentou 8 impostos (ex: IVA de 19% para 21%). Em 2009, ano eleitoral, baixou o IVA para 20% (toda a gente dizia que era um erro, mas não ligou a ninguém). Em 2010 aumentou o IVA para 23%. São os outros os culpados? Nesse mesmo ano eleitoral aumentou os funcionários públicos. Em 2010 reduziu-lhes os vencimentos até 10%. São os outros os culpados?

 

Em2005 aDívida Soberana da República Portuguesa era de 80 Mil Milhões de Euros, actualmente é de 170 Mil Milhões de Euros. Como é que pode culpar os outros?

 

Batemos recordes sucessivos ao nível dos juros da dívida pública portuguesa. Lembram-se há muitos meses atrás das afirmações do Ministro das Finanças Teixeira dos Santos quando afirmava que se Portugal passasse a fasquia dos 7% seria o caos? Lembram-se das ameaças efectuada para serem aprovados os Orçamentos de Estado de 2010 e 2011, e dos PEC 1, 2 e 3. Não será demais? Lembram-se das ameaças de demissão do Primeiro-ministro em Setembro de 2010?

 

Lembram-se o que disse o Eng.º José Sócrates caso o FMI entrasse em Portugal? Pois é, já ninguém lembra.

 

Existem muitos vídeos no Youtube que esclarecem com toda a firmeza todo este ziguezaguear de afirmações e contradições promovidas pelo Eng.º José Sócrates.

 

Neste momento, é horrível para alguém que gosta de fazer política ouvir as pessoas dizerem que os políticos são todos iguais. È inadmissível que esta trajectória possa continuar. Nem todos podem pagar por aquilo que os outros são, nem pelos erros que os mesmos cometem.

 

È obrigatório afirmar que há culpados e que não podem sair impunes pela situação que criaram. O rosto está bem visível.

 

Vivemos num mundo de encenações com teletexto misturado com uma comunicação social ávida de acontecimentos sensacionalistas e de embrulhos em indumentária Armani para consumos imediatistas. Infelizmente é assim!

 

Portugal tem que obrigatoriamente recuperar a sua credibilidade.

 

Publicado no  de 2011-04-14

 

António Costa da Silva

publicado por alcacovas às 00:24
| comentar
1 comentário:
De Anónimo a 18 de Abril de 2011 às 14:09
Qundo chegar a vez do PSD nessa altura iremos ver como é. Se for como agora, em que temos de gramar o Pedro Lince como Deputado, é demais - isto se esta ave for eleita.

Comentar post

Publicado por:

André Correia (AC); António Costa da Silva; Bruno Borges; Frederico Nunes de Carvalho; Luís Mendes; Ricardo Vinagre.

Posts recentes

_

***

“Alcáçovas Vila Global”

Inauguração da obra de Re...

Recordação do nosso Blog:...

Há 6 anos atrás começou a...

Vitória

Um brinde à Arte Chocalhe...

O Fabrico de Chocalhos já...

Mostra de Doçaria de Alcá...

Arquivos

Fevereiro 2019

Outubro 2016

Agosto 2016

Fevereiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Blogs

Pesquisar neste blog