Domingo, 15 de Agosto de 2010

Lares atentos a situações de risco

Julho e Agosto têm sido abrasadores em Portugal. Tempo seco, temperaturas quase sempre acima dos 35 e, por vezes, dos 40 graus. Em pleno mês de férias para muitos portugueses, o calor pode tornar-se um perigo para a saúde pública, nomeadamente nos grupos de risco (idosos, crianças e doentes crónicos). Nos lares, a preocupação com os mais velhos torna-se fundamental.

 

 

 

Exemplo deste alerta é a Santa Casa da Misericórdia de Viana do Alentejo. Salas arejadas e bastante água para os utentes é o que não pode faltar para que não haja surpresas desagradáveis. "Temos sempre que estar de olho neles, principalmente naqueles que apresentam maior debilidade", disse ao CM Eufrásia Marcos, funcionária da instituição, que está também alertada para o facto de as pessoas de maior idade não sentirem sede e raramente pedirem água. No Alentejo, a situação torna-se por vezes ainda mais preocupante, visto ser extremamente quente por estes dias, sobretudo no período compreendido entre as 12h00 e as 19h00, apesar de os naturais desta região sempre terem convivido com o clima de extremos.

Os próximos dias no País prometem continuar quentes, e, consequentemente, altamente preocupantes para as camadas mais débeis da população. Assim, tão depressa não vai ser possível aliviar as medidas excepcionais de prevenção implementadas a fim de evitar casos de desidratação ou abuso de exposição aos raios ultravioleta. Segundo a Direcção-Geral da Saúde, estima-se que desde Maio tenham falecido no País cerca de mil pessoas vítimas de complicações derivadas do calor.

DISCURSO DIRECTO

"A HIDRATAÇÃO É FUNDAMENTAL", Augusto Brito, Delegado de Saúde em Viana do Alentejo 

Correio da Manhã – Nesta época de extremo calor, que precauções se devem tomar, nomeadamente nos lares?

Augusto Brito – Manter o equilíbrio térmico, bebendo água várias vezes. Manter a hidratação é fundamental. Procurar ambientes arejados e usar um vestuário fresco é essencial.

– Quais são os comportamentos que se devem evitar?

– A exposição ao sol, pois pode trazer futuramente problemas de pele, a ingestão de bebidas alcoólicas, pois têm um efeito diurético. Na praia, é importante ter atenção com a adaptação térmica do corpo em relação à água.

– Crianças, idosos e doentes crónicos devem tomar precauções especiais?

– Devem adoptar as mesmas precauções que a restante população, mas com atenção redobrada. É importante consultar o médico de família com regularidade.

O MEU CASO: MANUEL PALHAIS

"MUITA ÁGUA E SEMPRE ROUPA LEVE"

Passa os dias entre os corredores, o quarto e as muitas salas existentes naquele lar. É assim que Manuel Palhais, de 93 anos, tenta escapar ao forte calor que tem assolado o País nas últimas semanas. A sua condição de idoso assim o obriga para não sofrer consequências.

"Procuro algum vento pelos corredores, tento perceber de onde vêm as brisas mais frescas", diz ao CM, sentado numa cadeira de rodas devido à perna que partiu.

Manuel passeia e convive com os colegas, mas tem outros truques. "Não dispenso uma boa sesta, com a ventoinha ou o ar condicionado ligados. É a melhor forma de passar as horas de maior calor." O nonagenário reconhece que durante esta altura do ano a segurança e bem--estar dos idosos são ainda mais prioritários no lar onde reside, mas alerta para a consciência de cada um. Manuel Palhais refugia-se "sempre em lugares mais frescos, à sombra, vestindo roupa leve e sempre com uma garrafa de água".

 

Retirado do http://www.cmjornal.xl.pt

 

Editado por António Costa da Silva

publicado por alcacovas às 11:22
| comentar

Publicado por:

André Correia (AC); António Costa da Silva; Bruno Borges; Frederico Nunes de Carvalho; Luís Mendes; Ricardo Vinagre.

Posts recentes

_

***

“Alcáçovas Vila Global”

Inauguração da obra de Re...

Recordação do nosso Blog:...

Há 6 anos atrás começou a...

Vitória

Um brinde à Arte Chocalhe...

O Fabrico de Chocalhos já...

Mostra de Doçaria de Alcá...

Arquivos

Fevereiro 2019

Outubro 2016

Agosto 2016

Fevereiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Blogs

Pesquisar neste blog