Quinta-feira, 22 de Dezembro de 2005

Ainda as Presidenciais

No último debate confirmou-se o "ódio" que o Dr. Mário Soares nutre por 2 dos candidatos, Cavaco e Alegre.
Que são os que lhe fazem sombra, que podem cortar-lhe o sonho de uma 3ª Presidência.
Os outros dois são apenas uns simpáticos leaders de partidos que pouco o preocupam. Até evita fazer-lhes ataques mais agrestes pois sempre pode ir pescar alguns votos entre os seus partidários.
Mas com Cavaco e Alegre a luta é de "morte". Um veio tirar-lhe o apoio integral dos partidários do PS, o outro veio situar-se num campo em que as regras do jogo são difíceis de aceitar.
São como duas nevens negras que vêm obscurecer um pôr de sol que Soares pretendia deslumbrante.
Soares trocou o certo (o prestígio que tinha) pelo risco. Desceu do seu alto pedestal para travar uma luta inglória, veio envolver-se numa luta que não quer perder, custe o que custar. E tudo indica ele está a perder essa luta.
Pode perder a luta interior (entre socialistas) e a luta global.
Mais do que perder a eleição está já a perder dignidade e prestígio.
Porquê?
Ele diz que não há salvadores da pátria. Então porque é que avançou atropelando amizades e declarações formais?
No fundo ele não faz outra coisa que não seja tentar convencer os portugueses que ele é o único que pode salvar Portugal. Ele é melhor, tem mais experiência, melhor curriculum, do que qualquer dos outros candidatos.
E, no último debate, atacou, ofendeu, mentiu, tudo fez para destruir o adversário.
Não disse nada, não demonstrou nada que tivesse interesse para podermos avaliar o seu mérito.
Claro que ele não precisa de demonstrar nada.
Se os Presidentes fossem escolhidos pelos curricula ele era o vencedor.
Ele nunca cometeu erros, ganhou todas as eleições, é um herói e um iluminado.
Mesmo que isto fosse totalmente verdadeiro ele parece esquecer que os tempos mudam, os portugueses vão mudando e, mesmo que alguns ainda se revejam num estilo político "rétro", a maioria está cansada de velhos chavões, de políticos palavrosos, de ideias enferrujadas.
As pessoa querem soluções, querem perceber o que é que se vai fazer, querem mudanças, querem desenvolvimento económico e social, querem um Presidente activo, catalizador que, respeitando os seus poderes constitucionais, tente contribuir por todos os meios ao seu alcance, para ajudar a vencer a crise em que nos encontramos.
Vamos ver o que os portugueses decidem no dia 22 de Janeiro.
AC
publicado por alcacovas às 17:43
| comentar
3 comentários:
De Anónimo a 23 de Dezembro de 2005 às 00:57
Eu tinha percebido que se estava a referir ao curriculo académico ou coisa do género. No aspecto político de facto Mário Soares leva vantagem.Roberto Vinagre
</a>
(mailto:roberto_vinagre@hotmail.com)
De Anónimo a 22 de Dezembro de 2005 às 22:47
RV, gostei de saber sobre parte do curriculum do MS, mas eu referi-me apenas ao c. político, que como sabe é muito extenso, ainda que não tenha sido um primeiro ministro de grande nível, diria mesmo que foi razoável a decair na parte final.
E como Presidente foi no 2º mandato muito diferente do 1º, criando muitos conflitos "abafados" com o Governo. Andre Correia
(http://xxx)
(mailto:raco93@yahoo.ie)
De Anónimo a 22 de Dezembro de 2005 às 18:21
Concordo com a maioria das apreciações que faz desta campanha, que ainda nem começou oficialmente, mas que ja gerou grandes debates e troca de acusações. No entanto não concordo com o que diz relativamente ao curriculo. Mário Soares é um teórico,um bom teórico, mas tudo o que escreve ou diz, são apenas teorias. É formado em Ciências Historico-Filosoficas e em Direito, no entanto nunca foi considerado um grande Historiador, nem um grande Filosofo, e muito menos um grande Advogado. É, isso sim, um bom diplomata, mas não muito mais que isso. O que seria de Soares se não tivessemos uma revolução de Abril? O que eu quero dizer é que ele é como aquelas plantas que vivem à sombra de árvores, sem conseguirem crescer e quando cortam a árvore elas nunca mais param de crescer. Cavaco Silva é considerado um dos melhores economistas europeus,e não sou eu que o digo, nunca viveu à sombra da política, nunca deixou de dar aulas, não vive do protagonismo. Não sei qual será o melhor na sua área, mas Portugal não precisa de teóricos, nem de pessoas que dominem a retórica, precisa de pessoas activas, conscientes do seu valor e dos problemas que o país atravessa. Roberto Vinagre
</a>
(mailto:roberto_vinagre@hotmail.com)

Comentar post

Publicado por:

André Correia (AC); António Costa da Silva; Bruno Borges; Frederico Nunes de Carvalho; Luís Mendes; Ricardo Vinagre.

Posts recentes

***

“Alcáçovas Vila Global”

Inauguração da obra de Re...

Recordação do nosso Blog:...

Há 6 anos atrás começou a...

Vitória

Um brinde à Arte Chocalhe...

O Fabrico de Chocalhos já...

Mostra de Doçaria de Alcá...

Para onde vamos?

Arquivos

Outubro 2016

Agosto 2016

Fevereiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Blogs

Visitas a partir de 5/3/2006

De onde nos visitam?

outils webmaster
contador

Pesquisar neste blog