Quarta-feira, 23 de Janeiro de 2013

Conta-me história

A RTP1 tem um novo programa, iniciado no dia 17 sobre história. História de Portugal contada em conversa entre 2 amigos que vão paseando pelos locais dos acontecimentos temas da sua conversa.

É diferente, mas muito interessante. Recomendo que vejam, às Quintas pelas 22.30 H.

Um dos intervenientes é o Prof Fernando Casqueira bem conhecido nas Alcáçovas pelo seu trabalho sobre os chocalhos nomeadamente sobre o museu do mestre João Penetra.

AC

publicado por alcacovas às 12:50
| comentar
Quarta-feira, 16 de Janeiro de 2013

Convite para Jantar-Convívio no Monte do Sobral, no próximo sábado, dia 19

  

in Diário do Sul, 16/01/2013.

  

"Jantar-Convívio no Monte do Sobral

 

A Concelhia do Partido Socialista de Viana do Alentejo e o Movimento Unidos pelo Concelho de Viana do Alentejo promovem no próximo dia 19 de janeiro, sábado, pelas 19:30 horas, no Monte do Sobral, um Jantar-Convívio para todos os apoiantes do atual projeto autárquico e demais interessados, à semelhança do convívio realizado em janeiro de 2009.

  

A Concelhia do Partido Socialista de Viana do Alentejo e o Movimento Unidos pelo Concelho de Viana do Alentejo convidam todos os interessados a participar neste jantar convívio em ambiente que se pretende de confraternização.

 

Para inscrições e outras informações contacte o endereço eletrónico: encontrosdetrabalho@gmail.com"

 

Ainda se aceitam inscrições durante o dia de hoje! Participa!

  

Publicado por B. Borges

publicado por alcacovas às 13:08
| comentar
Segunda-feira, 14 de Janeiro de 2013

Jantar-Convívio no Monte do Sobral - dia 19 de janeiro 2013

   

  

O Movimento Unidos pelo Concelho de Viana do Alentejo e a Concelhia do Partido Socialista de Viana do Alentejo convidam todos os interessados para o Jantar-Convívio que se irá realizar no dia 19 de janeiro, sábado, pelas 19:30 horas, no Monte do Sobral.

   

Inscrições para o Jantar (10€) até ao dia 15 de janeiro:
Viana: Joaquim Mira (Escape) - tel 965475041
Aguiar: Paulo Manzoupo - tel 967230598
Alcáçovas: Bruno Borges - tel 964402158
 
Participem e ajudem a divulgar!

  

Publicado por B. Borges

publicado por alcacovas às 08:25
| comentar
Sábado, 12 de Janeiro de 2013

Malta de Andamento

A data de regresso aos nossos passeios foi adiada para 3 de Fevereiro, Domingo.

Na base deste adiamento está a impossibilidade de alguns dos nossos "atletas" ainda não terem completado a sua preparação atlética para voltara ao campo.

Há também alguns casos de ausência temporária e outros compromissos até fins de Janeiro.

Mas vamos voltar. Não esquecer.

AC

publicado por alcacovas às 15:20
| comentar
Quinta-feira, 10 de Janeiro de 2013

Desperdício criminoso

Metade de toda a comida produzida no mundo é deitada fora!

 

(Traduzido da Sky News, Yahoo)

Metade de todos os produtos alimentares produzidos (2 mil milhões de toneladas) acaba por ser deitada fora, de acordo com um relatório recente.

Este desperdício é causado por infraestruturas e armazenagens inadequadas, por regras de datas rigorosas de venda, desperdício pelos consumidores, etc.

Todos os países do mundo produzem 4 mil milhões de toneladas de alimentos. Mas entre 30 a 50% deste total nunca é comido de acordo com o relatório da Global Food:  Waste Not, Want Not.

Metade dos produtos alimentares comprados na Europa e nos USA são deitados fora.

 

Como lutar contra este desperdício, imoral e até criminoso?

Se fosse possível poupar tudo o que se deita fora não haveria fome no mundo.

 

AC

 

 

publicado por alcacovas às 16:21
| comentar
Segunda-feira, 7 de Janeiro de 2013

Os partidos e as eleições autárquicas

 

O editorial de hoje do Diário do Sul deve ser lido, meditado e absorvido pelas implicações, positivas ou negativas, da luta partidária para as eleições autárquicas que se aproximam.

Vamos, mais uma vez, votar em nomes escolhidos e impostos pelos partidos. A democracia (?) fica à porta à espera que por ela saia o “messias” escolhido pelo nosso partido. Nós, que vivemos na freguesia A do concelho B, aguardamos que o partido nos diga quem vai dirigir a autarquia, concordemos ou não com o nome indicado. Votamos sim no partido. E depois das eleições se ganhar a lista indicada pelo partido é o triunfador. Se perder a culpa é dos cidadãos locais que não apoiaram suficientemente o seu candidato.

Os partidos escolhem e determinam tudo, nós votamos. Os autarcas eleitos gerem e o cidadão vai para casa continuar a tratar da sua vida. Ano após ano mais se alarga o fosso entre dirigentes e dirigidos. O poder central ou local escolhido, dirigido, controlado pelos partidos. O povo vota de olhos fechados e, cada vez mais, se desliga da coisa pública. O fosso, entre “eles” e “nós”, alarga-se. A democracia representativa é uma farsa, um logro. 

Resta-nos a democracia/liberdade de expressão, a esperança num futuro melhor, a possibilidade de ainda poder contribuir, democraticamente, para mudar o que está melhor e construir um futuro realmente democrático.                                                                                                             Temos que pensar, discutir, criar novos caminhos, democráticos, com outros instrumentos de governação. Temos que fugir, afastar, todas as ideias de concentração de poderes num partido ou num político iluminado ou numa ideia qualquer que nos roube a verdadeira democracia.

Tudo pela liberdade, com responsabilidade. Tudo pela verdadeira participação de todos nós no futuro deste velho e cansado país.

A esperança ainda não morreu.

André Correia                                                      07/01/2013

 

 

publicado por alcacovas às 19:47
| comentar
Sábado, 5 de Janeiro de 2013

Malta do Andamento

Com o apoio da AAA vamos voltar aos passeios pelos arredores da Vila, passeios para seniores, mas abertos a todas as faxas etárias.

O primeiro passeio, desta fase, poderá ser no dia 20, Domingo

O plano base é o seguinte - Dois passeios por mês, a meio e no fim da cada mês.

- Concentração no jardim do Rossio pelas 9.00 H

- Vamos começar com percursos entre os 8 e 10 km. Com uma paragem, a meio, para descansar, comer qualquer coisinha e conversar.

- A conversa será lançada por um dos passeantes e deverá incidir sobre casos e hábitos das nossas juventudes e não só. As conversas serão gravadas para eventual publicação.

O percurso do primeiro passeio ainda está a ser estudado. Agradeço sugestões.

Podem contatar comigo ou deixar recado na Biblioteca.

Vamos passar palavra,

AC

publicado por alcacovas às 12:43
| comentar
Sexta-feira, 4 de Janeiro de 2013

Abre Minimercado da Carolina – Praça da República das Alcáçovas

Abre amanhã, dia 5 de Janeiro (sábado) o Minimercado da Carolina na Praça da República das Alcáçovas.

 

Este estabelecimento anteriormente gerido por Luís Sim Sim, vai agora ter nova gerência. Vai ser possível disfrutar de excelentes hortícolas bastante fresquinhos. Um conjunto de produtos não perder.

 

Felizmente que ainda vamos tendo algumas pessoas, como é o caso da D. Carolina, com bastante iniciativa e coragem a “lutar contra a maré”.

 

Também a nossa Praça da República tem muito a ganhar com o funcionamento das iniciativas empresariais. Dão-lhe efetivamente uma grande vida.

 

Parabéns à empresária pela ideia.

 

 

António Costa da Silva

publicado por alcacovas às 21:10
| comentar
Quinta-feira, 3 de Janeiro de 2013

China, revolução

 Artigo, traduzido da Net, com o título "China, revolução(Beijing, Reuters)

 

Um grupo de proeminentes académicos chineses alertou, numa corajosa carta aberta, para os riscos de uma violenta revolução no país se o governo não responder à pressão pública e não permitir as reformas políticas, congeladas desde há demasiado tempo.

Os 73 académicos, incluindo especialistas em leis, reformados e advogados reconhecidos de universidades de topo, disseram que as reformas políticas não acompanharam a rápida expansão da economia.

“Se as reformas do sistema urgentemente necessárias pela sociedade chinesa continuam frustradas e estagnadas sem progresso, então a corrupção e insatisfação na sociedade irão eclodir numa crise e a China irá, mais uma vez, perder a oportunidade de uma reforma pacífica e deslisará para a turbulência e o caos de uma revolução violenta,” escreveram eles.

A carta começou a circular na Internet no princípio deste mês, mas as referências "on line" nos media chineses foram removidas.

O governo, que desde 1949 tem sido controlado pelo Partido Comunista, precisa incentivar a democracia e a independência do aparelho judicial como aprofundar as reformas do mercado, como é dito na carta.

He Weifang, um professor de direito na Universidade de Pequim, e um dos signatários, disse è Reuters que acreditava que os pedidos eram muito moderados, mas que agora era tempo de os apresentar ao presidente Hu Jintao que estava a preparar a passagem da chefia do estado para Xi Jimping, que fora escolhido para chefiar o partido em Novembro.

“Nós chegámos a um mais uma vez a um período de mudança da chefia. O povo espera avanços contínuos no que respeita a reforma do sistema político”. Disse ele.

“ O povo chinês, incluindo intelectuais, tem vindo a discutir este assunto por algum tempo, mas pouco aconteceu. Assim penso que temos agora uma oportunidade para o pressionar mais uma vez”.  

Outros signatários, entre eles Zhang Sizhi, advogado de defesa da viúva de Mao Zedong, Jiang Qing, leader do “bando dos quatro” que deteve poder supremo durante a Revolução Cultural, 1966-76. Ela foi condenada à morte, mas com a pena suspensa, em 1981 pela morte de dezenas de milhares durante o período do caos.

Cerca de 65 académicos chineses, advogados e ativistas dos direitos humanos assinaram uma carta similar pedindo aos membros superiores do partido que revelassem os seus ativos financeiros, dizendo que este é o caminho fundamental para o fim da corrupção.

 

Diversos analistas têm vindo a procurar sinais de que os novos leaders chineses possam criar um caminho para a reforma política, quer permitindo a expressão livre na Internet, quer uma experimentação maior com as sementes da democracia ou libertando dissidentes presos.

Mas o partido, que não aceita dissidentes das suas leis e dos valores da estabilidade acima de tudo, tem até agora mostrado poucos sinais de querer desviar-se deste caminho, ainda que Xi tenha tentado um projeto mais aberto e mais “suave” do que o seu predecessor.

No entanto o próprio Xi alertou, logo após ter assumido a chefia do partido, que se a corrupção fosse deixada livre o partido arriscava mais desassossego e o colapso da sua liderança.

A carta afirmava que a democracia, o estado de direito e o respeito pelos direitos humanos eram “uma tendência global que não poderia ser parada”

“ Os últimos 100 anos de história sangrenta e violenta da China – especialmente a lição penosa e trágica da década da Revolução cultural – mostra que quando vamos contra a maré da democracia, dos direitos humanos, do estado de direito e do governo constitucional, o povo irá sofrer e a estabilidade política e social será impossível”, diz a carta.

 

 AC

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

publicado por alcacovas às 11:50
| comentar

Publicado por:

André Correia (AC); António Costa da Silva; Bruno Borges; Frederico Nunes de Carvalho; Luís Mendes; Ricardo Vinagre.

Posts recentes

***

“Alcáçovas Vila Global”

Inauguração da obra de Re...

Recordação do nosso Blog:...

Há 6 anos atrás começou a...

Vitória

Um brinde à Arte Chocalhe...

O Fabrico de Chocalhos já...

Mostra de Doçaria de Alcá...

Para onde vamos?

Arquivos

Outubro 2016

Agosto 2016

Fevereiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Blogs

Visitas a partir de 5/3/2006

De onde nos visitam?

outils webmaster
contador

Pesquisar neste blog