Quarta-feira, 30 de Setembro de 2009

O PSI 20 cresceu 19,18% no terceiro trimestre, o melhor desempenho trimestral em dez anos

Simulação para um investidor que aplicou 5.000 euros em títulos do PSI 20 no início de 2009.

 

XXXXXXXX
Ganhos %
Ganhos em €
Sonae
116,25
5.812,50
Sonaecom
102,89
5.144,50
Altri
96,75
4.837,50
Teixeira Duarte
83,11
4.155,50
Sonae Indústria
66,1
3.305
Galp
64,62
3.231
Cimpor
62,21
3.110
Mota-Engil
61,7
3.085
Jerónimo Martins
50,76
2.538
EDP Renováveis
50,21
2.510
BPI
37,83
1.891
Portucel
35,44
1.772
Brisa
25,77
1.288
Zon
24,91
1.245
BCP
24,04
1.202
Semapa
20,76
1.038
Portugal Telecom
19,19
959,5
EDP
16,14
807
BES
14,94
747
REN
5,71
285,5

 

Fonte: Diário Económico

 

Ricardo Miguel Vinagre

publicado por alcacovas às 22:59
| comentar

Discurso de António Costa da Silva - Iniciativa do PSD em Alcáçovas

 

Muito Boa Noite a Todos,

 

Em primeiro lugar gostaria de informar que é uma honra para mim estar neste local com os candidatos do PSD à Assembleia da República. É uma honra poder contar com a presença do senhor Eng.º Luís Capoulas, pessoa com créditos bem firmados na nossa região e no País. É também uma enorme satisfação poder contar com a presença das pessoas que o acompanham nesta equipa de grande qualidade.

 

 

Quero deixar uma palavra de agradecimento pela presença:

 - O Sr. Presidente da Distrital do PSD, Dr. António Dieb;

 - O Sr. Presidente da Secção de Viana do Alentejo, o Sr. Francisco Mestre;

 - Os restantes representantes dos órgãos do PSD e em especial à JSD;

 - Os senhores responsáveis políticos de outras concelhias do PSD;

 - Outros candidatos do PSD a autarquias no Distrito de Évora;

 - Dirigentes associativos do concelho de Viana do Alentejo;

 - Convidados;

 - Militantes e Simpatizantes do PSD;

 - E todos os presentes;

 

Agradecimento especial a todos os Grupos Corais do concelho de Viana do Alentejo.

 

Um agradecimento também muito especial, a todos os que decidiram participar nas listas do PSD aos diferentes órgãos autárquicos do concelho de Viana do Alentejo.

 

Em último, mas quase sempre os últimos são os primeiros: As pessoas que fazem parte da minha equipa – uma equipa excelente. O meu agradecimento pela disponibilidade e pelo empenho com que se envolveram neste projecto.

 

 

 

 

Caros amigos e convidados,

 

Em primeiro lugar quero aqui deixar bem vincado que não vou apresentar um rol de críticas sobre os partidos que são nossos adversários nestas eleições. Quem espera que o PSD se vá envolver numa guerra entre Alcáçovenses, bem pode estar enganado. È certo que há coisas mal feitas, mas também existem coisas que têm sido bem feitas. Nós propomo-nos a fazer bem melhor. Apenas isso.

 

 

Ainda por cima, eu sei que não é nada fácil separarmos as eleições legislativas das autárquicas. Elas estão em cima umas das outras, mas são inevitáveis.

 

Ainda assim, pretendo apresentar alguns problemas centrais do concelho que não foram resolvidos nos últimos anos:

 

1) Há muito tempo que esperamos que se faça uma intervenção no Paço dos Henriques.

O Governo de Portugal nada fez e nada vai fazer. Para nós, este importante monumento, que felizmente temos a sorte de estar situado em Alcáçovas, merece uma grande projecção. O Dia 4 de Setembro não pode passar despercebido.

 

2) O Posto da GNR das Alcáçovas tem sofrido vários ameaços de ser fechado. Já o foi durante a noite. Aumenta a insegurança local. Não pode fechar;

 

3) O IC33, obra estruturante para o concelho não tem saído do papel – obra que poderia potenciar a nossa freguesia para outros patamares de desenvolvimento.

 

Estas prioridades apesar de não estarem nas competências das autarquias locais, não as deixaremos abandonar.

 

O que nós queremos efectivamente:

 

Mudança – queremos que Alcáçovas passe para outro patamar. Para isso necessita de pessoas com energia para efectuar essa mudança. Precisa de uma geração que faça a transformação desta vila e que a projecte para novos patamares de desenvolvimento – Nós temos equipa para isso. Alcáçovas merece mais e melhor. Alcáçovas merece voltar a estar no mapa. Não está, mas connosco vai estar.

 

Curiosamente os nossos adversários políticos também sabem isso. E dizem-no. Nós vamos ganhar a junta de freguesia das Alcáçovas. Sabemos que é possível.

 

Nós estamos cá para ganhar. Não estamos cá por estar.

 

Para que isso seja possível deixamos algumas das nossas propostas que irão aparecer no nosso Programa Eleitoral. Este programa estará enquadrado num plano estratégico que resumidamente o nosso candidato à Câmara Municipal vos irá apresentar.

 

Ideias Novas

 

1)     Casas Floridas: Concurso Janelas, Varandas e Jardins Floridos

2)     Viatura para ligação a Évora (estudantes e famílias) -  com vários horários;

3)     Equipamento energético dos edifícios da Junta através de energia fotovoltaica;

4)     Desenvolvimento de iniciativas culturais e de animação permanentes;

5)     Criação de uma página WEB da Junta de Freguesia das Alcáçovas que a ajude a promover a Vila das Alcáçovas;

6)     Desenvolvimento de um orçamento participativo;

7)     Realização de campanhas de sensibilização de Protecção do Ambiente;

8)     Desenvolvimento de uma zona wi-fi (ponto Internet) gratuito;

9)     Criação de um Circuito de Manutenção para os idosos;

10)  Desenvolvimento do Fórum Jovem;

11) Desenvolvimento de uma horta Biológica;

12) Em conjunto com uma Instituição de defesa do Ambiente e Património implementar a marcação de um trilho pedestre e de bicicletas na freguesia;

13)  Elaboração do futuro Projecto para o Parque Ecológico – Vale de Tanques;

14)  Estabelecimento de parcerias para animação sócio cultural da Vila das Alcáçovas,

15)  Forte insistência na recuperação do paço dos Henriques;

16)  Promover a geminação com Tordesilhas;

17)  Desenvolver um passeio anual entre Tordesilhas e Alcáçovas;

18)  Promover, apoiar e estimular a iluminação de ruas em momentos históricos (paço dos Henriques, igreja das conchinhas, são Geraldo);

19)  Com o Departamento de História da Universidade de Évora e a AAA, em 2010 será dado início ao estudo do acervo documental da Junta de Freguesia das Alcáçovas. Será ainda apresentada a Monografia com mapa actualizado da Freguesia para divulgação e turismo.

20)  Vamos no ano de 2011 editar um Livro sobre Alcáçovas;

21)  Desenvolver a Quinzena Cultural das Alcáçovas, alargando-a e promovendo esta iniciativa para o exterior da freguesia;

22)  Desenvolver a iniciativa Respirar Bem – Promovendo caminhadas e passeios permanentes;

23)  Projecto Mexe com as Alcáçovas – apoio ao desenvolvimento de projectos e de ideias de entidades, pessoas que gostem das Alcáçovas;

24)  Desenvolvimento de iniciativas de estímulo à actividade económica: conferências informativas sobre incentivos, encontros de empresários, acções de divulgação e promoção da actividade económica das Alcáçovas;

25)  Desenvolvimento do Alcáçovas Kids Club – promoção à aprendizagem de línguas, matemática e ciência;

 

Meus amigos, temos ideias ou não?

 

Analisámos a capacidade orçamental da freguesia e é possível implementar este plano. Para isso as parcerias são fundamentais:

 - Com as associações locais;

 - Com a CMVA;

 - Com os organismos desconcentrados do Estado;

 - Com os privados.

 

Meus amigos, ao longo do meu mandato de vereador têm-me acusado de pensar demasiado em Alcáçovas. De defender mais Alcáçovas do que as outras freguesias do concelho.

 

Isso não é verdade.

 

Sabem o quanto me empenhei para que o novo Centro de Saúde viesse a ser uma realidade em Viana do Alentejo. Sabem o quanto me empenhei para que o Seara Nova viesse a ter a sua sede construída: Sabem o quanto me empenhei para que o SCVA viesse a ter a sua sede construída. Isto não é pensar em Viana?

 

Meus amigos, eu não sou daqueles, tal como alguns dos nossos adversários políticos, que não gostaram do meu empenho para que o Pavilhão Desportivo de Alcáçovas viesse a ser uma realidade. Apesar da câmara ser CDU, não tive quaisquer problemas em me empenhar para que aquela importante obra viesse a ser uma realidade na nossa freguesia.

 

Era só o que faltava.

 

Alcáçovas está em primeiro lugar.

 

Para aqueles que dizem que eu só penso em Alcáçovas, agora bem que o podem dizer, porque o meu pensamento está centrado em Alcáçovas.

 

Quando eu disse que não queria ser mais candidato à Câmara, perguntaram-me porquê.

1)     Já lá fui 2 vezes e é necessário renovar. O PSD não sou só eu;

2)     Existem mais pessoas com capacidade de implementar o projecto com que o PSD se reveja e que o concelho de Viana do Alentejo fique a ganhar. Por isso, a candidatura do meu amigo Eng.º Brito e Silva, é uma excelente candidatura;

3)     Eu quero me concentrar apenas em Alcáçovas – só em Alcáçovas.

 

Eu sou daqueles que considera que para se ser candidato, mesmo a uma Junta de Freguesia, deve-se ter curriculum e obra feita para mostrar. Isso, meus amigos, nada temos a esconder.

 

Por isso mesmo, queremos que Alcáçovas seja bem sucedida. Seja falada no exterior, sempre por bons motivos.

 

Por último, uma palavra ao meu amigo e candidato do PSD à Assembleia da República, o Exmo. Sr. Eng.º Luís Capoulas: Eu sei que vai ser eleito. Porque a razão está do nosso lado. Mas fique a saber que eu não o vou deixar sossegado até, tal como o fiz quando foi com o Centro de Saúde de Viana do Alentejo, até o Paço dos Henriques ser recuperado e reutilizado. Não vou mesmo.

 

Mais uma vez agradeço a todos a Vossa presença e o apoio que têm vindo a demonstrar à nossa candidatura.

 

 

Conto com o Vosso apoio. Muito Obrigado.

 

Viva as Alcáçovas

 

 

António Costa da Silva

 

Alcáçovas, 19 de Setembro de 2009

 

publicado por alcacovas às 20:40
| comentar

Jantar de Candidatura do PS - 4 Outubro

 

Recebido para Divulgação

 

Editado por António Costa da Silva

publicado por alcacovas às 20:38
| comentar
Terça-feira, 29 de Setembro de 2009

Porquê hoje e não há mais tempo? Há cá umas coincidências...

Hoje, volta a ser notícia o caso da compra dos submarinos de Paulo Portas e dos largos milhões em luvas que foram depositados em contas na Suíça

 

O Departamento Central de Investigação e Acção Central estão a realizar buscas, esta terça-feira, a quatro escritórios dos advogados que terão estado envolvidos na compra de submarinos quando o líder do CDS/PP, Paulo Portas foi ministro da Defesa.

 

Visto na Imprensa de hoje

 

António costa da Silva

 

publicado por alcacovas às 19:46
| comentar

Discurso de Brito e Silva - Iniciativa do PSD em Alcáçovas

 

 

Muito Boa Tarde a Todos,

 

Em primeiro lugar gostaria de cumprimentar e agradecer a presença dos nossos ilustres candidatos à Assembleia da República. É uma honra poder contar com a vossa presença. Gostaria também de dar os parabéns pela escolha efectuada pelas estruturas do PSD, e em especial pela escolha do cabeça de lista pelo círculo de Évora, senhor Eng.º Luís Capoulas, e por todas as pessoas que o acompanham nesta equipa.

 

 

Também gostaria de cumprimentar e agradecer a presença:

 - Do Sr. Presidente da Distrital do PSD, Dr. António Dieb;

 - Do Sr. Presidente da Secção de Viana do Alentejo, o Sr. Francisco Mestre;

 - Dos restantes representantes dos órgãos do PSD e em especial à JSD;

 - Dos senhores responsáveis políticos de outras concelhias do PSD;

 - Dos outros candidatos do PSD às autarquias do Distrito de Évora;

 - Dos dirigentes associativos do concelho de Viana do Alentejo;

 - Dos nossos convidados;

 - De todos os militantes e simpatizantes do PSD;

 - De todos os presentes;

 

Permitam-me também, uma especial palavra de apreço e de agradecimento, a todos os Grupos Corais do concelho de Viana do Alentejo que aceitaram participar nesta iniciativa. Logo no momento em que foi realizado o primeiro contacto, a disponibilidade demonstrada foi total. O meu bem-haja!

 

Um agradecimento também muito especial, a todos os que decidiram participar nas listas do PSD aos diferentes órgãos autárquicos do concelho de Viana do Alentejo.

 

 

Caros amigos,

 

Convidaram-me para me candidatar nas próximas eleições autárquicas como cabeça de lista do PSD, donde fazem parte outros cidadãos residentes no nosso Concelho, alguns sendo membros do PSD, outros seus simpatizantes e outros independentes que se podem rever nesta candidatura como a mais capaz de “fazer” de promover o desenvolvimento deste Concelho.

 

Foi com uma grande honra que aceitei este convite e é com uma enorme satisfação que encabeço este projecto.

 

Como já tive a oportunidade de referir, esta não é uma candidatura contra ninguém. Esta é uma candidatura a favor do concelho de Viana do Alentejo. Aliás, o desenvolvimento deste concelho é o único objectivo para mim e para a equipa que me acompanha.

 

Por isso, já é tempo de expormos publicamente as ideias que temos para este concelho. Hoje, vou apresentar apenas algumas, entre muitas, das medidas que queremos implementar no concelho de Viana do Alentejo. Nos próximos dias chegará às vossas mãos a nossa proposta completa de Programa Estratégico para o concelho de Viana do Alentejo.

 

O Programa, que vamos apresentar aos residentes do nosso concelho, tem por base um plano, forçosamente, estratégico.

 

A nossa candidatura considera que um projecto para uma real mudança do nosso concelho nunca será exequível em apenas quatro anos. Por isso a nossa proposta é ambiciosa e inovadora, as nossas propostas dividem-se, digamos, em 2 tempos: medidas para serem executadas e concluídas em 4 anos, outras para serem iniciadas neste próximo mandato, mas com conclusão a prazo mais dilatado.

 

A mudança indispensável que desejamos e consideramos vital para o concelho nunca poderá ser concretizada em apenas 4 anos.


Pretender que se pode mudar e relançar um desenvolvimento sustentável e abrangente será utópico ou pouco sério.

 

A situação deste concelho é muito preocupante, a população diminui e envelhece paulatinamente, não se criam novos postos de trabalho, não se consegue fixar os jovens nem se consegue encontrar qualquer forma de compensação através da cativação de “imigrantes”.

 

Nos últimos anos, talvez mesmo desde o 25 de Abril, os autarcas que geriram o concelho foram incapazes de desenvolver o concelho de forma equilibrada e continuada.

 

O nosso programa tem objectivos ambiciosos e ideias inovadoras com os seguintes objectivos:

- Aumentar o número de residentes do concelho sobretudo com pessoas com idade, capacidade e competências para ajudarem a promover o desenvolvimento do concelho;

- Tornar o concelho mais apetecível quer para os seus residentes, actuais e futuros, quer para os visitantes;

- Projectar o concelho para fora das suas fronteiras físicas e culturais, desenvolver acções e capacidades para ganhar uma maior relevância e poder junto daquelas entidades, distritais, nacionais e até estrangeiras que possam contribuir para a projecção e desenvolvimento do concelho.

 

1)      Desenvolvimento Económico

 

Criar novos postos de trabalho, atrair novos residentes (nomeadamente alcaçovenses, ou seus filhos, que tiveram que migrar para outras regiões do país), criar riqueza e melhorar o nível de vida e, muito importante, atrair investidores nacionais e estrangeiros.

 

Dou a título de exemplo as seguintes propostas:

 

a)      Criação dum Ninho de Empresas (novas tecnologias, energias alternativas, exportação, ambientais…) no Mercado Municipal de Alcáçovas;

b)      Criação dum Ninho de Empresas (idem) na Zona Industrial de Viana do Alentejo;

c)      Desenvolvimento de um Projecto de Agricultura Tradicional e Biológica, com parcerias entre agricultores, consumidores e outros agentes especializados;

 

2)      Ordenamento do Território, Urbanismo, Património

 

O ordenamento do território e o património histórico são das áreas mais mal tratadas no concelho de Viana do Alentejo. Por isso mesmo, para tornar este concelho mais apetecível para os seus habitantes, mais atractivo para novos residentes e turistas, torna-se fundamental promover uma série de iniciativas e intervenções que possam estimular o seu desenvolvimento.

 

a)      Criação de espaço dignificante entre o Santuário de Nossa Sra. D´Aires e a Vila de Viana – Criação da Alameda;

b)      Criação do Atlas de Viana do Alentejo;

c)      Criação de uma estrutura ao ar livre em Alcáçovas através da Requalificação o Jardim das Alcáçovas dotando-o de um anfiteatro permanente, digno e multi-funcional.

d)      Criação de Salão Multiusos em Aguiar;

e)      Transformação do Cinema das Alcáçovas numa verdadeira sala multi-valente de espectáculos e de exposições;

 

3)      Proteger e valorizar o ambiente e melhorar o abastecimento público

 

O nosso conceito de melhor vida para todos, agora e no futuro, passa, primeiro que tudo, pela saúde e bem-estar das pessoas que vivem no concelho, mas complementa-se com medidas de protecção ambiental e acções para reduzir encargos da autarquia que permitam financiar medidas como as que abaixo se enumeram.

 

a)      Aquisição de equipamentos de energia alternativa para os edifícios da autarquia e juntas de freguesia, para assim diminuir a dependência energética concelhia e dar um exemplo a empresários e particulares do concelho.

b)      Incentivos às Associações Locais ao nível da aquisição de equipamentos de fornecimento de energia alternativa (ex: foto voltaica);

 

4)      Melhorar o sistema viário e de transportes

 

O estado e qualidade do nosso sistema viário, da responsabilidade da Câmara e/ou do Governo Nacional, é mau e impede ou prejudica o desenvolvimento quer económico quer social do Concelho. A nossa Câmara tem que fazer melhor e tão rapidamente quanto possível com acções internas e externas. Este é outro exemplo da pouca capacidade da nossa autarquia para dialogar, pressionar e obter mais e mais céleres apoios do Governo.

                                  

a)      Criação de uma variante sul em Viana do Alentejo e variante norte em Alcáçovas;

b)      Asfaltamento da Estrada dos Barrancões – Saída para Torrão (R2);

c)      Aposta na aquisição (ou negociação com empresas do ramo) de transportes para assim se facilitar o acesso a Évora, principalmente a estudantes e trabalhadores;

d)      Alteração da Rotunda do Chocalho em Alcáçovas;

e)      Arranjo paisagísticos das entradas das 3 vilas do concelho;

 

5)      Apostar na educação de qualidade

 

Melhorar as condições relacionadas com o Parque Escolar concelhio e com a educação da nossa população deve ser considerada uma das grandes prioridades para a autarquia. Desta forma, propõe-se a realização de uma série de investimentos e iniciativas fundamentais para a concretização deste importante objectivo.

 

a)      Expansão e melhoramento da rede municipal de Jardins de Infância;

b)      Oferta gratuita de manuais escolares a todos os alunos carenciados – Criação do Projecto “Recuperar Livros” (reutilização dos livros escolares);

c)      Realização de actividades pedagógicas diversas, não só para alunos do ensino obrigatório, mas também envolvendo os centros de Novas Oportunidades;

 

6)      Estimular a actividade cultural

 

A actividade cultural será estimulada em todas as áreas possíveis com um objectivo fundamental: alargar horizontes, estimular a prática e a criação sem esquecer as tradições e costumes locais. O fomento da cultura tem que ser mais abrangente. Uma cultura que forme e crie hábitos e gostos mais exigentes e que envolva toda a teia social do concelho e possa ser também mais um foco de atracção para visitantes.

            

a)      Desenvolvimento dum Plano Cultural de qualidade, ao longo de todo o ano;

b)      Promoção do serviço de voluntariado de apoio à leitura;

c)      Organização de ateliês/oficinas temáticas das áreas culturais destinadas a jovens.

d)      Lançamento do Projecto “JUVIANA”, iniciativas dirigidas aos jovens, com espectáculos musicais, conferências, exposições e eventos culturais diversos;

e)      Criação de um Prémio Literário (incentivo ao desenvolvimento literário concelhio);

f)        Recolha em Livro das Tradições e Costumes do Concelho;

 

7) Desenvolver um projecto de turismo cultural e apoiar outras formas de turismo (cinegético, gastronómico, lazer…).

 

O turismo deverá ser apoiado e estimulado numa base cultural, ambiental, gastronómica, cinegética, proporcionando actividades diversas atraentes e suportadas para atrair turistas, satisfazê-los e dar-lhes motivos para voltarem. O turismo será, se para tanto tivermos arte e engenho, um dos pilares do desenvolvimento do concelho.

 

a)      Envidar esforços em conjunto, Câmara, Junta e Associações, junto do Ministério da Cultura para se conseguir que a tutela do Paço dos Henriques passe para a Cultura e, como fim principal, conseguir a reconstrução do Paço, e a recuperação do Horto e Anexos da Conchas;

b)      Elaborar um projecto de desenvolvimento turístico baseado num conjunto de potencialidades (mal aproveitadas ou mesmo não aproveitadas), do nosso concelho. Estas potencialidades permitirão criar uma rede de suporte dum turismo essencialmente de lazer, com cultura, artesanato (chocalhos), gastronomia, “hotelaria” de qualidade, tranquilidade, etc.

O desenvolvimento desta oferta turística levará alguns anos e deverá integrar-se num circuito mais alargado (distrital). O turismo será uma verdadeira alavanca para o desenvolvimento do concelho.

    

8) Melhorar o funcionamento da Rede Social e o sector da Saúde.

 

Há muito e bom trabalho feito nesta área, com forte contributo de entidades privadas, Misericórdias, Terra Mãe, Bombeiros, entre outras entidades, Há que reforçar os apoios aos mais necessitados e mais fracos rentabilizando meios e vontades. Acreditamos que é possível fomentar o voluntariado, que poderá contribuir para colmatar falhas e carências.

E propomo-nos, com os meios existentes e com voluntários, manter uma espécie de observatório social que assinale, analise e encaminhe os casos e problemas sociais mais delicados.

                                                       

a)      Criar e apoiar as Comissões Sociais Inter-Freguesias, para diagnóstico e para resolução dos diversos problemas sociais;

b)      Apoiar a criação de uma Creche em Aguiar;

c)      Promoção da integração social das pessoas idosas, através de actividades que favoreçam a sua realização pessoal e social, bem como o intercâmbio entre as diversas gerações;

d)      Reabilitação do Bairro dos Pré-Fabricados em Aguiar;

e)      Criação do programa "A Minha Casinha", para resolução de carências habitacionais sentidas pelos mais desfavorecidos;

f)        Criação dum Banco de Medicamentos para os mais desfavorecidos;

g)      Criação e implementação do programa “Corpo São e Mente Sã”, para todos;

 

9) Reforçar a Segurança

 

O concelho de Viana do Alentejo é, ainda, relativamente seguro, mas prevenindo um futuro diferente, em termos de segurança das pessoas e dos seus bens, que é tempo de fazer um estudo sobre esta matéria que, por iniciativa da nossa Câmara e colaboração (indispensável) das autoridades competentes. É tempo de prevenir e procurar evitar o que vai alastrando por todo o país nesta área tão sensível.

   

a) Pugnar pela Construção do quartel da GNR em Viana do Alentejo e pelo não encerramento do Posto das Alcáçovas,

 

 

10)   Promover as actividades desportivas e lazer

 

A promoção das actividades desportivas e de lazer (físico) visará, em primeiro lugar, permitir a homens e mulheres, a jovens e crianças dos dois sexos aprender e praticar desportos diversos com vantagens para a saúde física e mental. Procuraremos incentivar com acções e exemplos práticos e continuar a apoiar todas as associações existentes nesta área.

                                                                

a)      Criação do projecto "O Desporto sem barreiras", de actividade física vocacionada para os cidadãos com deficiência;

b)      Apoio à aquisição de relvados sintéticos para os grupos desportivos concelhios;

c)      Organização da Festa do Desporto e Juventude.

d)      Apoio à criação de circuitos de manutenção para idosos – a desenvolver pelas juntas de freguesia;

e)      Criação de Parque de Desportos Radicais;

f)       Potencializar uma zona de Pesca Desportiva no Xarrama;

 

11)   A Gestão Autárquica

 

Neste objectivo pretende-se reforçar os índices de eficácia e eficiência dos serviços das nossas autarquias, e de reforço da participação dos cidadãos no processo de decisão. Pretende-se, também, que os funcionários e colaboradores autárquicos possam aceder a melhores níveis de qualificação, factor decisivo para o seu desenvolvimento pessoal e profissional.

 

a)      Desenvolvimento do Orçamento Participativo – Dar realmente voz às pessoas;

b)      Desenvolvimento das Assembleias Municipais nas sedes das associações existentes no concelho;

 

Preparámos este programa de uma forma completamente diferente do que é habitual. Este programa contém ousadia, e é fundamental para um processo de mudança. Vai ser necessária, mais do que nunca, a vossa participação neste processo. Cada vez mais. Posso garantir-vos uma coisa, eu sei que este é um bom e audacioso Programa e sei que estou preparado para o levar para a frente e sei que nós estamos preparados para isso.

 

Mais uma vez agradeço a todos a Vossa presença e o apoio que têm vindo a demonstrar a esta candidatura.

 

 

Conto com o Vosso apoio. Muito Obrigado.

 

Viva o concelho de Viana do Alentejo.

 

Fernando de Brito e Silva

 

<p class="MsoNormal" body
publicado por alcacovas às 18:25
| comentar | ver comentários (3)

JANTAR DE CANDIDATURA

 

 

 

 

Visto no http://cidadeagar.blogs.sapo.pt/

 

Editado por António Costa da Silva

A candidatura do Partido Socialista vai realizar o seu JANTAR DE CANDIDATURA no próximo dia 4 de Outubro (Domingo).
 
O jantar será no Monte do Sobral, pelas 20 horas.
 
Terá animação Musical com os Grupos Corais de Viana do Alentejo.
 
O valor do jantar  são 10 Euros por pessoa.  Até aos 12 anos são 5 euros.
 
As inscrições são LIMITADAS  e  só até dia 2 (6ª feira).
 
Poderão adquirir as entradas nas seguintes pessoas:
 
Viana: Quinito (Escape) 96 547 50 41   ;  Rita Rafael  96 431 39 41   ; Bengalinha 96 256 10 82
 
Alcáçovas: João Pereira  96 523 65 34   ; Diogo Grosso 96 961 73 23 ; Manuel Lucilio: 96 789 09 82 
 
Aguiar: Paulo Manzoupo : 96 723 05 98 ; Nuno Latas: 96 974 16 27
 
 
Vamos participar em força  neste jantar de  candidatura!!!!!!

publicado por alcacovas às 18:12
| comentar

Partidos e clubes

 

Numa conversa entre amigos, numa análise aos resultados das eleições de Domingo, alguém disse: isto de ser e votar num determinado partido é como nos clubes (futebol).

Uns são do Benfica, outros do Porto ou do Sporting (para só falar dos clubes do poder).

Na política uns são do PS ou do PSD (para só falar dos partidos do poder).

Eu sou do PS e voto sempre nele mesmo que perca ou governe mal. É como o meu Porto, ganhe ou perca, sou sempre do Porto.

O consenso foi geral, mas um dos presentes colocou uma questão: vocês são sócios do vosso clube e membros do vosso partido?

Uns eram sócios dos respectivos clubes, outros não. Quanto aos partidos nenhum dos presentes era membro do seu partido.

Então, como é que vocês reagem se o vosso clube não ganha e joga mal?

E, quanto ao vosso partido como é?

Bem, respondeu um, no futebol eu gosto que o meu clube jogue bem, mas o mais importante é ganhar.

Já na política é mais complicado, é difícil saber se estamos a ganhar e, mais ainda se estamos a governar bem.

E o que é vocês fazem para mostrar o vosso descontentamento se o clube não ganha ou o partido governa mal e perde eleições?

Bom, respondeu outro, no futebol assobiamos, mostramos lenços brancos, chamamos nomes aos treinadores e directores.

Mas na política é diferente, discutimos entre nós, lastimamo-nos, mas pouco mais podemos fazer. E, por norma, voltamos a votar no nosso partido com o mesmo ou outro leader.

No futebol todos protestamos, quando as coisas correm mal, sejamos sócios ou apenas simpatizantes.

Na política é diferente pois poucos são militantes. E só esses é que, eventualmente, poderão ir aos congressos e criticarem

Mas isso não é fácil disse alguém. 

Pois não, não se vai para um congresso assobiar e chamar nomes ao chefe.

Horas depois, após terem bebido uns cafés e umas cervejas acabaram por chegar a uma conclusão. Isto de clubes e de partidos tem algo de comum. Todos adoramos os nossos, dificilmente mudamos e pouco podemos fazer, porque não queremos ou não sabemos como.

AC

publicado por alcacovas às 17:34
| comentar
Segunda-feira, 28 de Setembro de 2009

A maioria que não votou (39,4%)

 

Editado por António Costa da Silva

publicado por alcacovas às 19:28
| comentar | ver comentários (1)

O Futuro?

 

Vamos ter um Governo em minoria. É bom ou é mau para o País? Esta deve ser a questão que todos deveríamos estar a colocar.
Se por um lado, temos a vantagem de não estarmos sujeitos à prepotência e arrogância de Sócrates. Por outro lado, temos um Governo frágil, sujeito às pressões que os partidos minoritários lhe possam fazer. Aliás, deu para perceber o exagero vitorioso de Louça, tentando mostrar que o comando do País vai passar a estar sob a sua alçada.
Na minha perspectiva, tendo em conta a situação crítica em que o País se encontra, exige-se que o Governo seja reformista e que faça uma governação responsável para que o futuro de Portugal não fique comprometido. Obviamente, uma gestão no sentido do facilitismo será extremamente grave para o nosso País. Menos arrogância, sim, mas espera-se exigência governativa.
Também do PSD, apesar do seu péssimo resultado eleitoral, espera-se responsabilidade. Aliás, na minha perspectiva deveria ser o PSD a garantir estabilidade governativa ao Governo do PS. A questão não passa pela criação do Bloco Central, mas sim permitir a apenas a governação, pensando simplesmente no futuro de Portugal.
Para mim, existem 3 áreas que necessitam de um consenso nacional (que poderiam envolver mais partidos), A estabilidade em áreas-chave do País são tão importantes que deveria ser garantida a estabilidade de políticas para não se hipotecar o futuro do País. Essas áreas são as seguintes:
1)      Sistema de Justiça e Simplificação da lei – a situação do sistema de justiça português deveria ser resolvido o mais rápido possível. Garantir que o sistema funcione eficazmente, que os processos judiciais não emperrem, que o acesso á justiça seja democrático, etc, etc: Não resolver esta chaga significa que não há justiça em Portugal, que os processos não andam, que a economia não funciona bem, que nada acontece aos criminosos, etc, etc;
2)      Sistema Educativo – é necessária uma verdadeira reforma no sistema educativo, onde se consigam promover verdadeiros índices de conhecimento e de cultura dos nossos cidadãos, onde se estimule a iniciativa, a criatividade e o desenvolvimento intelectual, e que a educação seja para todos. Mas também planear o futuro, ou seja saber prever quais são as nossas reais necessidades do amanhã;
3)      Reforma Administrativa – O País não pode continuar dependente de um sistema burocrático ferrugento, que complica a vida das pessoas e das empresas. O Estado tem que estar mais próximo do cidadão, as decisões não podem ficar apenas nos grandes centros, deverão passar para perto dos cidadãos. Nos países desenvolvidos os sistemas políticos funcionam debaixo para cima, ou seja, são os cidadãos e os organismos que lhes estão mais próximos que estimulam o processo do desenvolvimento e consequentemente a melhoria do sistema democrático. Portugal tem que melhorar estes aspectos.
Com a estabilização das políticas nestas áreas, através da criação de acordos abrangentes e duradouros, é possível promover o desenvolvimento em todos os seus domínios.
A partir daí sim, cabem as diferenças políticas e ideológicas dos diferentes partidos políticos. Mas sempre depois do interesse de Portugal e dos portugueses.
Parece-me mesmo que é isso o que os cidadãos mais desejariam.
 
António Costa da Silva
publicado por alcacovas às 15:26
| comentar

E depois?

O nosso PM, vencedor das últimas eleições, vai tentar combater os grandes problemas que assolam o país.

Sem maioria, vai procurar soluções com coligações, negociações, compromissos com os partidos à sua direita e à sua esquerda.

A crise que nos arrasa é muito complexa, com pecados próprios (crise nacional) e pecados importados (crise global).

O nosso PM terá que mostrar ser um génio para atacar e controlar o terrível desgaste que afecta tudo e todos. Fazer reformas estruturais e ao mesmo tempo resolver os problemas do dia a dia.

Reformar, por exemplo, o nosso sistema de educação e, ao mesmo tempo, pacificar as relações com os professores.

Criar empregos com apoios fiscais com uma economia frágil e, em muitos casos, asfixiada pela burocracia, pela justiça, pelos impostos.

Diminuir as despesas públicas sem reformar a administração pública.

Exemplos não faltam e julgo que todos estamos conscientes disso.

A grande discussão está na capacidade, ou não, do PM ser capaz de vencer esta luta.

Todos nós, portugueses de esquerda ou de direita ou do centro, queremos que o país se desenvolva e ganhe um ritmo de crescimento, quantitativo e qualitativo, capaz de nos levar para o nível médio da UE.

Desejar que o Sr. Eng. Sócrates falhe só para nos dar razão seria estúpido e até irracional.

O que eu penso, sinceramente, é que o nosso Pm vai fazer história. Mas essa história tem dois caminhos. O caminho da glória ou o caminho do desastre.

O Sr. Eng Sócrates vai ser um dos piores (ou o pior) PM do Portugal democrático ou o melhor entre todos.

O enorme desafio que o PM e a sua equipa têm pela frente não admite meias prestações, 

É o tudo ou nada.

AC  

publicado por alcacovas às 14:33
| comentar

Comentando as eleições

LEGISLATIVAS 2009 versus 2005

 

 

 

 

Partidos

2005

2009

Saldos

PS      %

45,0

36,6

8,4

           D

121

97*

24

PSD

28,7

29,1

0,4

 

75

81*

6

CDS

7,2

10,5

3,3

 

12

21

9

BE

6,3

9,9

3,6

 

8

16

8

PC

7,8

7,9

0,1

 

14

15

1

Abstenção

35,7

39,4

3,7

Inscritos

 

9337314

 

 

 

 

 

D-nº deputados

 

 

* Estimativa com deputados da emigração

 

Ao analisar este quadro ocorrem-me alguns comentários:

 

1 – De certa maneira o país perde ou afasta-se da política que temos. Mais abstenção, mais radicalismo, mais instabilidade.

2 – O PS perde muito em % de votantes, fica dependente dos outros partidos o que implicará uma governação à “vista”, impeditiva de grandes reformas estruturais.

3 – O PSD perde não nos números, mas na fraqueza da percentagem de votos obtida. Ganha alguns deputados com um efeito importante: recupera a capacidade de bloqueio da maioria qualificada de dois terços na AR.

4 – O CDS é o grande vencedor, melhora em toda a linha e ultrapassa as metas planeadas.

5 – O BE é também um grande vencedor, mas não consegue ser a 3ª força política como previra.

6 – O PC continua na mesma, cada vez menos importante no cenário legislativo.

Um facto a realçar é o do número de inscritos nos cadernos eleitorais para estas eleições. 9.337.314 eleitores. Como é isto possível?

Afinal qual é realmente a nossa abstenção?

 

AC

 

publicado por alcacovas às 12:02
| comentar

A minha análise de fecho.

Se extrapolássemos os resultados legislativos para as eleições autárquicas do concelho de Viana do Alentejo, muitas análises poderiam ser efectuadas. Obviamente os eleitores distinguem bem as eleições e nas autárquicas votam sobretudo pelas pessoas que fazem parte das respectivas listas partidárias.

 

Alguns aspectos parecem-me evidentes e que poderão ser ponderados:

1)      O PCTP que aparece nas legislativas com 3% dos resultados, parece-me que são votos resultado de lapsos de alguns eleitores que apenas votam na “foice e martelo” em vez da CDU;

2)      O CDS-PP não concorre para as eleições autárquicas, e que representa 5% do eleitorado;

3)      O BE obtém um espantoso 11% dos resultados totais (317 votos) que não acredito que se venham a reflectir-se nas autárquicas no mesmo partido;

4)      O PS teve uma grande quebra de votos concelhios. Comparando evidentemente as legislativas de 2005 com 2009;

5)      O PSD está melhor em Alcáçovas, mas não arranca em Aguiar.

 

Na prática, a aritmética simples não funciona nestas coisas, apenas especulações. As autárquicas são eleições completamente diferentes e daqui a 15 dias cá estaremos a analisar os resultados e a fazer as respectivas comparações.

 

António Costa da Silva

 

publicado por alcacovas às 00:08
| comentar
Domingo, 27 de Setembro de 2009

Noite eleitoral - VI

Dou por terminada a minha participação na noite eleitoral aqui no “Alcáçovas”.

 
Pontos a destacar:
i)              Vitória clara do PS;
ii)             Derrota do PSD;
iii)            CDS é a terceira força política (felizmente);
iv)           O PCP avança com toda a confiança! Para o último lugar!
v)            Felizmente os extremistas do bloco de esquerda não são a 3ª força política, mas preocupa-me que os portugueses como alternativa de esquerda votem num partido de radicais.
 
Ricardo Miguel Vinagre
publicado por alcacovas às 22:44
| comentar

Noite eleitoral - V

Porque será que o Sr. Estêvão que se juntou à uns tempos aos “tudologos” da blogosfera não comenta os resultados eleitorais no seu blog.

Talvez seja porque o PCP avança com toda a confiança! Para o último lugar!
 
Ricardo Miguel Vinagre
publicado por alcacovas às 22:00
| comentar

Noite eleitoral – IV

Comecei a ser atacado pelo terrível comentador, José Maria e que por vezes assina como Zé qualquer coisa.

Estranha coincidência, este inteligente comentador só ataca quando se fala do BE.
Estou a fazer um esforço enorme para adivinhar.
 
Lamento mas o que aconteceu à dias neste blog não vai acontecer hoje pois não vou aprovar os seus inteligentes comentários.
Peço imensa desculpa aos leitores por os privar de tais tesourinhos deprimentes, mas podem sempre ler os pensamentos inteligentes do José Maria num blog espectacular que está na nossa barra de links.
 
Ricardo Vinagre
publicado por alcacovas às 21:48
| comentar

Uma Análise.

 

 

Vencedores:

1)      José Sócrates – Mantém inequivocamente a liderança do País;

2)      Paulo Portas e o CDS – Sobe exponencialmente em percentagem e número de deputados. Para quem dava Portas morto, bem pode estar enganado. Foi quem fez a melhor campanha;

3)      Bloco de Esquerda – Sobe fortemente. Muito pelo descontentamento das pessoas. Foi o voto de protesto.

 

Derrotados:

1)      Manuela Ferreira Leite. Apesar de gostar da pessoa, parece-me que fez uma espécie de anti-campanha. Obviamente não resultou;

2)      PS – Perdeu a maioria. Perdeu muitos deputados e muitos votos;

3)      PSD - Praticamente manteve o mau resultado de Santana Lopes.

 

Empate:

1)      CDU – Não perdeu, mas também não beneficiou (tal como o BE) do descontentamento dos portugueses. Parece-me que cumpriram os objectivos

 

António Costa da Silva

 

publicado por alcacovas às 21:43
| comentar

Resultados Concelho de Viana do Alentejo

resultados do concelho de Viana do Alentejo red

 

Retirado do http://peixe-banana.blogspot.com/

 

Editado por António Costa da Silva

 

publicado por alcacovas às 21:32
| comentar | ver comentários (1)

Resultados Freguesia das Alcáçovas

alcaçovas red

 

Retirado do http://peixe-banana.blogspot.com/

 

Editado por António Costa da Silva

 

publicado por alcacovas às 21:32
| comentar | ver comentários (3)

Resultados Freguesia de Viana do Alentejo

vana red

 

Retirado do http://peixe-banana.blogspot.com/

 

Editado por António Costa da Silva

publicado por alcacovas às 21:31
| comentar

Resultados Freguesia de Aguiar

aguiar red

 

Retirado do http://peixe-banana.blogspot.com/

 

Editado por António Costa da Silva

publicado por alcacovas às 21:29
| comentar | ver comentários (1)

Publicado por:

André Correia (AC); António Costa da Silva; Bruno Borges; Frederico Nunes de Carvalho; Luís Mendes; Ricardo Vinagre.

Posts recentes

***

“Alcáçovas Vila Global”

Inauguração da obra de Re...

Recordação do nosso Blog:...

Há 6 anos atrás começou a...

Vitória

Um brinde à Arte Chocalhe...

O Fabrico de Chocalhos já...

Mostra de Doçaria de Alcá...

Para onde vamos?

Arquivos

Outubro 2016

Agosto 2016

Fevereiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Blogs

Visitas a partir de 5/3/2006

De onde nos visitam?

outils webmaster
contador

Pesquisar neste blog