Domingo, 30 de Março de 2008

S. C. ALCAÇOVENSE - CABRELA

 

Só Faltou Mesmo a Vitória

 

S. C. ALCAÇOVENSE - CABRELA

 

 

Iniciámos o jogo com a seguinte equipa: Guarda-Redes: Pernas; Defesas: Grazina, Chico Valente (Molezas), Batalha, Nelson ; Meio-Campo: Rui Querido, Manuel Jorge; Hugo Painho Atacantes: José Samora, Jorginho e Paulo Rodrigues.

 

Tivemos em campo um SCA muito solto. Foram várias as oportunidades de fazer golo.

0004syqp

Foto do Jogo em Cabrela

 

Na primeira parte o jogo foi claramente dominado pelo SCA. A principal oportunidade surgiu dos pés do Hugo Painho quando este marcou muito bem um livre, mas a bola embateu na barra.

0004tg4r

Foto do Jogo em Cabrela

 

Na segunda parte o SCA voltou a dominar o jogo. Daí, ter surgido com toda a naturalidade o golo da nossa equipa marcado por Manuel Jorge.

 

A partir daqui foram vários os falhanços da nossa equipa ao nível da concretização. Uma espectacular surgiu quando o Zé Samora surgiu isolado frente à baliza do Cabrela, tentou efectuar um “chapéu” mas a bola saiu ao lado.

 

Já no final da partida o Cabrela conseguiu igualar a partida.

 

Entraram na segunda parte o João Neves e o Nuno Maurício (Chinês)

 

Resultados:
Arraiolos 2-0 Morense
Brotense 2-0 Santana
Valenças 2-0 Giesteira
Alcaçovense 1-1 Cabrela
Cortiço 1-0 Canaviais

 

Classificação:

1º Arraiolos 43

2º Morense 40
3º Valenças 38
4º Cabrela 34
5º Giesteira 26
6º Alcaçovense 25
7º Cortiço 25
8º Brotense 19
9º Canaviais 16
10º Santana 11
11º Aguiar 1

 

INFANTIS

 

Alcaçovense 0-2 Borbense

 

 

ESCOLAS

 

Alcaçovense 7-1 Canaviais

 

 

Pela Direcção do SCA

 

António Costa da Silva

publicado por alcacovas às 21:01
| comentar | ver comentários (6)

FESTA NO SCA - 5 DE ABRIL

 

Pela Direcção do SCA

 

António Costa da Silva

publicado por alcacovas às 20:41
| comentar
Quinta-feira, 27 de Março de 2008

Moita – Viana do Alentejo - Inscrições para a VIII Romaria a Cavalo

As inscrições para participar na VIII Romaria a Cavalo Moita – Viana do Alentejo, que irá decorrer entre os dias 23 e 27 de Abril, podem ser feitas a partir do dia 31 de Março, no Departamento de Assuntos Sociais e Cultura da Câmara Municipal da Moita (Rua João da Nova, n.º 3, 2860-469 Moita) ou através do telefone 210817016.

 

A Associação de Romeiros da Tradição Moitense, a Associação Equestre de Viana do Alentejo e as Câmaras Municipais da Moita e de Viana do Alentejo, formam a Comissão Organizadora que promove a VIII Romaria a Cavalo que junta, habitualmente, centenas de romeiros de todo o País.


Inicialmente de carácter religioso, a Romaria a Cavalo veio retomar um costume antigo de fazer deslocar os animais a Viana do Alentejo para que fossem benzidos pela Nossa Senhora D’Aires (padroeira dos animais). Actualmente, esta iniciativa tem uma vertente mais lúdica, promovendo o convívio e divertimento entre todos os participantes

 

Retirado do rostos.pt - o seu diário digital

 

Editado por António Costa da Silva

 

 

publicado por alcacovas às 00:50
| comentar

Deputado Luís Rodrigues (PSD) preocupado com eventual reestruturação de serviços de Finanças

Évora, 26 de Mar (Lusa) - O deputado social-democrata Luís Rodrigues manifestou-se hoje preocupado com a eventual reestruturação de Serviços Locais de Finanças (SLF) no Alentejo, que poderá passar dos actuais 47 para 15, o que implica a extinção de 32.

 

Luís Rodrigues, eleito por Setúbal, refere-se ao relatório final da Comissão Técnica do Programa de Reestruturação da Administração Central do Estado (PRACE), elaborado em 2006 e publicado na página da Internet do Ministério das Finanças e da Administração Pública (MFAP).

 

Em termos nacionais, o relatório, explica o deputado, em comunicado enviado hoje à agência Lusa, propõe a extinção de nove das actuais Direcções de Finanças e a transformação das restantes 13 em Direcções Regionais, assim como o fecho de 121 SLF.

 

Manifestando preocupação sobre os efeitos desta "eventual reestruturação" nos três distritos do Alentejo, bem como no distrito de Setúbal, Luís Rodrigues revela ter entregue terça-feira no Parlamento quatro requerimentos em que questiona o Governo acerca desta matéria.

"Sublinho `eventual reestruturação` porque, apesar de publicadas no site do MFAP, as propostas da Comissão Técnica ainda não foram assumidas politicamente pelo Governo", ressalva.

Relativamente ao Alentejo, o deputado considera que, a concretizarem-se, tais medidas serão "mais graves" do que "na maior parte do território nacional", pois, "as distâncias a percorrer pelas populações são muito maiores".

 

Dos 47 municípios da região, contando com os quatro concelhos alentejanos do distrito de Setúbal, 32 deles poderão deixar de ter SLF, se as propostas forem implementadas, sublinha o deputado.

 

"Numa região em que os aglomerados urbanos são muito afastados, os transportes públicos que os interligam quase inexistentes e onde a população está muito envelhecida, considero esta proposta inadmissível", afirma.

 

Nos quatro requerimentos, um por cada distrito, Luís Rodrigues traça o cenário previsível em Beja, Portalegre, Évora e Setúbal, explicando ainda estar prevista uma Direcção Regional de Finanças (DRF) para o Alentejo, com a extinção das direcções distritais, e outra para a Península de Setúbal.

 

No que toca aos SLF, as propostas passam pela extinção de dez e a existência de quatro em Beja: um para a sede de distrito, outro para Ourique, Castro Verde, Mértola e Almodôvar, um terceiro para Vidigueira, Alvito, Cuba, Ferreira do Alentejo e Aljustrel e o quarto para Serpa, Moura e Barrancos.

 

Em Évora, a previsão engloba a extinção de nove SLF e a criação de cinco: um para Évora, outro para Alandroal, Reguengos de Monsaraz, Portel e Mourão, o terceiro para Borba, Redondo e Vila Viçosa e o quarto para Vendas Novas, Montemor-o-Novo e Viana do Alentejo.

 

A extinção de 15 SLF em Portalegre, a materializar-se, irá implicar a existência de apenas três serviços: um para seis concelhos (Gavião, Nisa, Crato, Castelo de Vide, Marvão e Portalegre), outro para cinco (Ponte de Sor, Mora, Avis, Alter do Chão e Fronteira) e o último para quatro (Monforte, Arronches, Elvas e Campo Maior).

 

Já o Litoral Alentejano, poderá ficar servido por três SLF, agrupando Alcácer do Sal e Grândola, Odemira e Sines e um último em Santiago do Cacém.

 

O deputado do PSD pretende saber se o ministro das Finanças vai assumir as propostas da Comissão Técnica e, em caso afirmativo, onde ficará situada a DRF do Alentejo, quais os SLF a extinguir ou a manter em cada distrito e se o Governo estudou as distâncias a percorrer, os custos e o tempo gastos pelos cidadãos para aceder a esses serviços.

 

RRL.

 

Lusa/Fim

 

Retirado do http://ww1.rtp.pt/noticias/

 

Editado por António Costa da Silva

publicado por alcacovas às 00:46
| comentar

MENAGE A TROIS........!!!


A propósito da intenção manifestada pelas finanças de questionarem os noivos recém casados, afim de poderem apanhar as empresas de organização de eventos, fotógrafos, floristas, etc...
Visto no http://opiolhodasolum.blogspot.com/
Editado por António Costa da Silva
publicado por alcacovas às 00:36
| comentar

Os jogos da hipocrisia

 

 

Também retiradas ao http://jumento.blogspot.com/

 

Editado por António Costa da Silva

publicado por alcacovas às 00:32
| comentar

IMAGEM DE 4000 SOLDADOS MORTOS NO IRAQUE

 

Roubado ao http://jumento.blogspot.com/

 

Editado por António Costa da Silva

publicado por alcacovas às 00:31
| comentar

É ASSIM...

«Sócrates: quem fala em baixar impostos demonstra "leviandade e irresponsabilidade"» [PÚBLICO, 14.03.2008]

«
Sócrates anunciou que o Governo vai baixar taxa do IVA de 21 para 20 por cento [PÚBLICO, 26.03.2008]

Editado por António Costa da Silva

publicado por alcacovas às 00:25
| comentar
Quarta-feira, 26 de Março de 2008

Já lá estamos!

     

 

O nosso Sport Clube Alcaçovense está na final da Taça da Associação de Futebol de Évora, depois de vencer, em jogo das meias-finais, em Mora, a equipa local, por 1-0.

 

Com os adeptos das 2 equipas a comparecerem em peso, nem a chuva que aqui e ali foi incomodando, tirou calor ao jogo, que decorreu dentro do que se podia prever. Com os jogadores empenhadíssimos em não deixar fugir a oportunidade de marcar presença na final, a luta e as cautelas tácticas, de parte a parte, prevaleceram em grande parte do tempo.

 

O S.C.A iniciou o jogo no seu esquema habitual, com Pernas na baliza, Chico Valente e Batalha como centrais, e Grazinha e Galvão nas laterais. No meio campo Zé Eduardo, Rui Querido e Guerreiro, com Paulo Rodrigues pela direita e Samora pela esquerda. Jorginho foi o ponta-de-lança.

 

Zé Eduardo privilegiou pois um meio campo com características de marcação, procurando jogar no erro do adversário.

 

Depois de 2 confrontos em que não conseguiu vencer o SCA, o Morense apresentou-se mais cauteloso e, até ficar em desvantagem, a sua linha defensiva jogou sempre mais recuada que o habitual. O Alcaçovense, procurando nunca perder o posicionamento colectivo, começou por desenvolver algumas boas jogadas de ataque, com Samora a tentar transportar jogo até à área adversária. Nesta fase, com a posse de bola muito dividida, Guerreiro foi importantíssimo nas transições defensivas, recuperando e distribuindo inúmeras bolas. O jogo era, no entanto muito táctico, e só a meio da 1ª parte, após incursão do lateral esquerdo, Espanhol, rematou de cabeça, por cima da barra e com algum perigo para a baliza de Pernas. Respondeu o SCA por Jorginho, que após uma diagonal perfeita rematou de fora da área e falhou por pouco, já com o guarda –redes completamente batido. Minutos depois Rui Querido, após bom trabalho na área, vê o seu remate ser interceptado por um adversário. Nos últimos 10 minutos da 1º parte, aproveitando bem o vento forte que lhe era favorável, o Morense teve o seu melhor período, pressionando a nossa defesa que, no entanto, e bem comandada por Chico Valente, mostrou a habitual segurança. A excepção aconteceu já em cima do intervalo, com Espanhol a escapar-se a Batalha e, numa grande execução, a rematar fortíssimo à barra da baliza de Pernas.

 

Para a 2ª parte ficava a dúvida. Iria o Morense conseguir manter o ligeiro ascendente dos últimos minutos?

 

Com o vento favorável o SCA voltou a equilibrar. Agora as equipas ainda arriscavam menos, mas a diferença acabaria por fazer-se através de 2 factores. Primeiro o SCA, e ao contrário do Morense, estava como peixe na água naquele tipo de jogo e depois, é uma equipa fortíssima nos lances de bola parada. Perto dos 10 minutos, Chico Valente bate para área um livre lateral, o guarda- redes do Morense (como noutros lances) fica a “meio da viagem” e Paulo Rodrigues com seu habitual sentido de baliza cabeceia em arco e faz o único golo do jogo.

 

Estávamos a pouco mais de meia hora da festa. A partir daí o Morense pressionou muito, conseguindo um período de 10/15 minutos com sucessivos cruzamentos e alguns remates. Pernas, mesmo sem ser obrigado a nenhuma grande defesa, foi muito importante nesta fase, mostrando-se seguríssimo.

 

O SCA tentava sair, com Jorginho, mais recuado, a tentar lançar Samora ou Paulo Rodrigues. O líbero adversário (excelente jogador) foi determinante, nesta fase, anulando muitas situações de possível perigo. Com Énio controlado por Guerreiro, foi Gamarra quem tentou levar o Morense para a frente, mas a nossa organização defensiva prevaleceu. Com duas linhas defensivas bem organizadas, e com destaque para Batalha e Zé Eduardo, intransponíveis nas zonas que ocupavam, não permitimos uma única oportunidade de golo ao adversário.

 

Soou o apito, somaram-se abraços, e tentaram-se disfarçar algumas lágrimas… Já lá estamos!

 

Análise Individual:

 

- Pernas: A segurança, a confiança, de quem, aos 42 anos, é o melhor guarda-redes do campeonato.

 

- Grazina: Bravo lutador, fechou sempre bem o seu flanco.

 

- Chico Valente: “El Comandate” não cometeu um erro ao longo de todo o jogo e foi ele quem serenou a equipa nos momentos de maior tensão.

 

- Batalha: Inferiorizado fisicamente, perdeu apenas dois duelos com o seu perigoso adversário directo. Acabou o jogo em grande destaque, impondo-se na sua zona com determinação.

 

- Galvão: Intransponível  a defender, ainda tentou apoiar o ataque na 1ª parte.

 

- Zé Eduardo: Na1º parte esteve activo a tentar lançar o ataque com a sua habitual precisão no passe. Após o golo recuou e no apoio aos centrais impôs a sua capacidade nas bolas divididas.

 

- Rui Querido: Com uma missão eminentemente defensiva, no início ainda foi à frente criar perigo. Depois juntou-se aos centrais e nunca foi ultrapassado.

 

- Guerreiro: Grande início de jogo, a defender e a atacar. Foi baixando com o desgaste, mas sem perder o domínio do espaço aéreo a meio campo e a concentração na marcação ao meio campo adversário.

 

- Samora: Muito activo no início a tentar ser o transportador de jogo pelas laterais, acabou por não conseguir ser o desiquilibrador do costume. Esteve, todavia, muito bem a defender ajudando Galvão a fechar o flanco esquerdo.

 

- Paulo Rodrigues: O herói, autor do golo, fez um jogo de sacríficio, acabando esgotado. Importantíssimo na fase final, a segurar a bola em zonas adiantadas do campo.

 

- Jorginho: Grande Jogo! Com a missão de sacrifício que o modelo de jogo exige, jogou e fez jogar, dando sequência a vários jogadas de ataque.

 

Nélson, Painho e João Pedro: Tempo apenas para mostrarem determinação e grande empenho.

 

 

 

Nota Final:

 

Boa arbitragem, apesar de toda a pressão de jogadores e adeptos.

 

Gamarra, Espanhol e Cª, 1 abraço solidário para todos. Bateram-se bem, mas nós fomos mais felizes.

 

Uma palavra especial para os companheiros que não puderam participar, por opção, por castigo ou por lesão. Todos tiveram o seu papel neste percurso até à final.

 

Para os treinadores 1 grande abraço e o reconhecimento pelo trabalho.

 

Para toda a Direcção do SCA, a grande dedicatória desta vitória, por tudo o que, diariamente, oferecem volutariamente ao Sport Clube Alcaçovense!

 

Por fim, uma referência aos adeptos (o nosso Casimiro Mbombé até rezou), particularmente aqueles fiéis amigos do clube que percebem que este não é um clube qualquer. Bernardo, és o Maior de Todos!

 

Agora, no dia 27 de Abril, espera-nos o Atlético de Reguengos, para tentarmos completar esta página histórica.

 

Serão “os tostões contra os milhões”. Se David venceu Golias…

 

António Padeirinha

publicado por alcacovas às 01:25
| comentar | ver comentários (9)
Segunda-feira, 24 de Março de 2008

Precisamos de uma visita de Estado

Ao ver e ler as notícias da viagem de Estado do nosso Presidente a Moçambique fiquei a pensar com os meus botões se uma visita de Estado ao Alentejo não seria a solução, tão procurada, para dar ao Alentejo aquele impulso por que todos ansiamos para relançar o desenvolvimento, com elevadas taxas de crescimento.

O noos Presidente vinha até cá em viagem de Estado, acompanhado por uma boa comitiva, sobretudo de empresários, daqueles com milhares de milhõs para investir.

Até se poderiam dispensar os ministros, secretários e quejandos.

Mas empresários sim. E muitos.

E muito teriam para ver e admirar: tantas oportunidades, tantos negócios possíveis.

Fábricas de aviões, aeroporto internacional, condomínios turísticos, campos de golf tipo "árabe" (no deserto). Empresas de altas e novísimas tecnologias, com os respectivos centros de investigação. Uma cidade do futuro, na mais encantadora paisagem, ainda pura e tranquila.

Não tenho dúvidas. Com uma viagem de "Estado", com muitos empreendedores teríamos a solução para todos os males que nos apoquentam e vão acentuando a desertificação, geolõgica e humana, deste Alentejo esquecido.

AC

publicado por alcacovas às 21:07
| comentar | ver comentários (4)
Sexta-feira, 21 de Março de 2008

Mas que grande pouca-vergonha

 

 
É habitual ouvir dizer que Portugal é um país de brandos costumes! Mas isso já era, hoje Portugal é um país sem costumes, sem educação.
Mas que pouca-vergonha é esta? Eu não andei à escola assim a tanto tempo, mas no meu tempo ainda se tinha respeito a um professor. Agora chegarmos ao ponto de uma aluna agredir uma professora por causa de um telemóvel que nem sequer deveria ser permitido ter ligado nas salas de aulas! Estamos a chegar ao fundo!
Vamos agora culpar os professores por estes incidentes? Ou vamos atirar a culpa para cima do Ministério da Educação e dizer que toda a reforma da educação leva a que situações destas aconteçam? Não, e é um erro se assim for! Pois sempre ouvi dizer que a educação começa em casa onde os, país devem de educar os filhos.
Portugal como é óbvio, continua a ser um país de brandos costumes e de pessoas educadas e bem formadas, no entanto é importante educar e bem formar as novas gerações.
 
Ricardo Vinagre
 
publicado por alcacovas às 20:49
| comentar | ver comentários (4)

ASSOCIAÇÃO AMIGOS das ALCÁÇOVAS

A AAA foi criada no ano 2000, mas praticamnete suspendeu a sua actividade a partir de 2002 por dificuldades diversas.

Nesse curto período os dirigentes da AAA fizeram um excelente trabalho sobre a recuperação e posterior utilização do Paço dos Henriques, trabalho esse que não teve o devido acolhimento da parte das autoridades que gerem os nossos monumentos.

A luta iniciada tem que ser retomada e, nesse sentido, um grupo de pessoas ligadas à nossa Vila vai apresentar em AG uma lista para os Orgãos Sociais da AAA, que retomarão a actividade desta com os mesmos objectivos: proteger, recuperar, promover, todo o património das Alcáçovas, desde os monumentos até às memórias dos seus habitantes.

A futura Direcção vai procurar obter a indispensável adesão dos alcaçovenses, como sócios ou não.

Aqui ficam os nomes dos membros propostos para os Orgãos Sociais da AAA.

Quem queira aderir, dar sugestões, participar em futuros eventos, pode contacatr com qualquer um da lista abaixo:

Anunciação Baioneta (Sassão)

Frederico Carvalho

Luís Mendes

M. E. Fragoso Fernandes (D. Tallan)

Orlando Botas

Marcos Caleiro

André Correia

João Pereira

António Galvão

António Costa da Silva (Fabi)

Manuel Neves

João penetra

João Ilhéu

AC

publicado por alcacovas às 12:28
| comentar
Quinta-feira, 20 de Março de 2008

DIVULGAÇÃO SEMANA AJAL 2008_Destaques para 21-03-2008 (Sexta-feira)

00026beq

O penúltimo dia da SEMANA AJAL 2008 começa com Paintball logo às 9h30 junto ao Pavilhão Desportivo de Alcáçovas. O convite vai para todos os que queiram experimentar esta actividade radical e que pela primeira vez se realiza em Alcáçovas. A não perder!

 
Durante a tarde, a partir das 15h00 serão realizados alguns Jogos Tradicionais no nosso Jardim Público, jogos esses que ficarão a cargo da Associação de Jovens de Alcáçovas e da Associação Convívio dos Reformados de Alcáçovas. Espera-se pois um agradável convívio entre gerações e acima de tudo, uma tarde bem passada.

 
Para terminar da melhor forma este dia feriado teremos música ao vivo com " O Projecto " no Centro Cultural de Alcáçovas, a partir das 21h00. Este jovem projecto constituído por João Mestre, José Mareco e Otto Fechner promete animar o público pela noite fora...

 
Não esquecer que se encontra ainda aberta a exposição "Novos Com Talento", também ela no Centro Cultural de Alcáçovas.

 
http://ajal.no.sapo.pt

 

Enviado pela AJAL para Divulgação

 

Editado por António Costa da Silva

publicado por alcacovas às 10:56
| comentar | ver comentários (2)

"Ah, le voilá!" (1931) - Erich Salomon



"Ah, le voilà!" (1931) é a mais famosa imagem do foto-jornalista alemão Erich Salomon. A fotografia mostra o exato momento em que o Ministro francês, Aristide Briand, nota a presença de Salomon durante um debate político do qual os jornalistas tinham sido excluídos.


Conhecido como "o rei do indiscreto", Erich Salomon estabelece um papel para o fojornalista: um ser quase invisível que, despercebidamente, registra flagrantes de autoridades em gestos casuais, colocando-os, assim, no patamar de meros mortais.


Em seu primeiro livro, Contemporâneos Famosos em Momentos de Distração, o artista dedicou-se a flagrar políticos, sendo lembrado principalmente pelas suas fotos dos bastidores da conferência de Haia, onde vemos ministros de Estado confabulando, provavelmente sobre o futuro da Europa, entre baforadas de charuto e décor luxuoso.

 

Retirado do http://cimitan.blogspot.com/

 

Editado por António Costa da Silva

publicado por alcacovas às 10:34
| comentar

PÁSCOA

Uma outra forma de desejar boa páscoa

Sabia que...

A Páscoa é sempre o primeiro Domingo depois da primeira lua cheia depois do equinócio de Primavera (20 de Março). Esta datação da Páscoa baseia-se no calendário lunar que o povo hebreu usava para identificar a Páscoa judaica, razão pela qual a Páscoa é uma festa móvel no calendário romano.

Este ano a Páscoa acontece mais cedo do que qualquer um de nós irá ver alguma vez na sua vida! E só os mais velhos da nossa população viram alguma vez uma Páscoa tão temporã (mais velhos do que 95 anos!).

A próxima vez que a Páscoa vai ser tão cedo como este ano (23 de Março) será no ano 2228 (daqui a 220 anos). A última vez que a Páscoa foi assim cedo foi em 1913.

Na próxima vez que a Páscoa for um dia mais cedo, 22 de Março, será no ano 2285 (daqui a 277 anos). A última vez que foi em 22 de Março foi em 1818. Por isso, ninguém que esteja vivo hoje, viu ou irá ver uma Páscoa mais cedo do que a deste ano.
 
Retirado do http://www.blogarcadia.blogspot.com/
 
Editado por António Costa da Silva
publicado por alcacovas às 10:29
| comentar
Quarta-feira, 19 de Março de 2008

Quem quer saber do Tibete?

 

Retirados ao http://cartunesebonecos.blogspot.com/

 

Editado por António Costa da Silva

 

 

publicado por alcacovas às 22:53
| comentar | ver comentários (1)

A todos os Alcaçovenses!

 

20 anos depois da última grande conquista do Sport Clube Alcaçovense, com a vitória no Campeonato Distrital 2007/2008, poderemos voltar a fazer história no próximo sábado.

 

Não sei se venceremos a Taça porque, afinal de contas, saímos do "pote dos pobres", mas tenho poucas, muito pouco dúvidas, sobre a nossa presença na final!

 

Pense então num bom motivo para não ir a Mora no próximo sábado...

 

António Padeirinha

publicado por alcacovas às 20:40
| comentar | ver comentários (4)

Inquisição Alcáçovas(personagens) - Cont.

Manuel Fragoso Velho de Vilalobos - Natural e morador nas Alcáçovas, freguesia de São Salvador, em Viana do Alentejo.

Filho de Rodrigo Vilalobos Fragoso, familiar do Santo Ofício, natural de Viana do Alentejo e de D. Eugénia Velho Fragoso Sequeira, natural de Alcáçovas e aí moradores.

Primo de Luís António Fragoso, Deputado do Santo Ofício e de Rodrigo de Vilalobos e Vasconcellos de Montemor-o-Novo, de António de Sampaio Cogominho e Vasconcellos e de João Antónioo Cogominho de Vasconcellos Sampaio, todos Familiares do Santo Ofício.*

 

*In Arquivo Nacional Torre do Tombo - ANTT - Habilitações do Santo Ofício - Maço 104, deligência nº 1918, Manuel

publicado por alcacovas às 19:41
| comentar

Inquisição Alcáçovas(personagens) - Cont.

Manuel  Estanislau Fragoso (de Barros) - Bacharel formado na Faculdade de Leis da Universidade de Coimbra, havendo lido no Desembargo do Paço e tendo sido juíz de fora em beja e, então clérigo in-minoribus, natural das Alcáçovas.

Filho de Diogo José Fragoso Vieira, Familiar do Santo Ofício, natural das Alcáçovas e de D. Inês Josefa Micaela do Valle, natural de Olivença, moradores nas Alcáçovas.

Irmão germano de António Manuel Fragoso de Barros( já mencionado neste blogue), do Conselho de Sua Magestade e do Conselho Geral do Santo Ofício e Presidente da Inquisição de Évora e, primo pelo lado do coronel Francisco Lagoa Nogueira, Familiar do Santo Ofício.*

 

*In Arquivo Nacional Torre do Tombo - ANTT - Habilitações do Santo Ofício - Maço 11, nº 1078, Manuel.

publicado por alcacovas às 19:10
| comentar

COMENTÁRIOS ANÓNIMOS

Nos últimos dias têm havido uma série de comentários, sobretudo a um texto que eu fiz sobre o site da Câmara Municipal de Viana do Alentejo, que, sob a capa do anonimato, serviram para ofender e difamar algumas pessoas.

 

É claro! Este é um procedimento que já várias vezes repudiámos, mas que, ainda assim, foi-se contendo dentro de alguns limites, mas não tão prejudiciais como os últimos que foram escritos.

 

O texto, obviamente, tem uma intenção crítica, mas não pretendia atingir ninguém. Também para que fique claro, não pretendo deixar de emitir a minha opinião (penso que os meus colegas de blog pretendem fazer o mesmo) sobre aquilo que quer que seja.

 

Para evitar provocar mais danos e para evitar que tentem utilizar este blog para outros fins que não foi pensado, vamos suspender a emissão de comentários directamente no blog.

Infelizmente, há quem não saiba e não perceba os verdadeiros valores da liberdade.

 

Assim, é possível efectuar comentários, mas estes terão que ser assinados e posteriormente editados pelos responsáveis deste blog.

 

António Costa da Silva

publicado por alcacovas às 13:09
| comentar

Publicado por:

André Correia (AC); António Costa da Silva; Bruno Borges; Frederico Nunes de Carvalho; Luís Mendes; Ricardo Vinagre.

Posts recentes

***

“Alcáçovas Vila Global”

Inauguração da obra de Re...

Recordação do nosso Blog:...

Há 6 anos atrás começou a...

Vitória

Um brinde à Arte Chocalhe...

O Fabrico de Chocalhos já...

Mostra de Doçaria de Alcá...

Para onde vamos?

Arquivos

Outubro 2016

Agosto 2016

Fevereiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Blogs

Visitas a partir de 5/3/2006

De onde nos visitam?

outils webmaster
contador

Pesquisar neste blog