Sexta-feira, 30 de Setembro de 2005

Clima económico em Portugal

O indicador de clima económico em Portugal melhorou em Setembro, para 88,6 pontos, 0,4 pontos acima de Agosto, indicou hoje a Direcção-geral de Assuntos Económicos e Financeiros (DG Ecfin), da Comissão Europeia.

O inquérito às empresas e consumidores aponta para um aumento do pessimismo na construção e obras públicas e nos serviços em Setembro, uma melhoria na indústria e na confiança dos consumidores e uma estabilização no comércio a retalho.

No entanto, todos os indicadores para Portugal se mantiveram em Setembro abaixo da média de longo prazo.

O indicador de confiança dos consumidores situou-se em menos 41 por cento, na construção também em menos 41 por cento, no comércio a retalho em menos 19 por cento, na indústria em menos 10 por cento e nos serviços em menos 1 por cento.

A DG Ecfin salienta que o indicador de clima económico na zona euro teve uma assinalável melhoria, desafiando a instabilidade dos preços do petróleo, e subiu 1,7 pontos em Agosto e Setembro, fixando- se em 98,6 (base 100 igual à média de longo prazo).

Também na União Europeia (UE) se verificou uma melhoria no indicador de clima económico, que atingiu 100,1, ligeiramente acima da média de longo prazo.

Tanto na UE como na Zona Euro se verificou uma estabilização na confiança dos consumidores e uma melhoria na indústria, construção, comércio e serviços.

in: lusa

rmgv
publicado por alcacovas às 11:37
| comentar | ver comentários (1)

Falta de Combate

Quando no título me refiro à falta de combate não me refiro como todos devem saber, a seja ao que for que envolva confronto físico, refiro-me sim ao facto de nesta terra onde muitas poucas coisas aconteceu um simples cidadão como eu ainda não se deu por a verdadeira campanha eleitoral, pois não estando por dentro dos partidos políticos não sei o que eles querem ao não fazer, eu sei que a campanha eleitoral já começou porque ouvi na rádio que no dia 27 de Setembro a campanha começava, é verdade ouvi na rádio mas o que é que isso mudou na minha terra que também tem uma campanha eleitoral? Nada, rigorosamente nada, continuo a ver as mesmas caras nos mesmos cartazes uns maiores que outros, continuo a saber que existem reuniões e discussões internas de como é que vão ganhar o poder. Mas o que é isto aos olhos do comum dos cidadãos. Eu tenho o direito que me digam o que querem fazer com a minha terra, tenho o direito de conhecer as ideias e os projectos, para desenvolver e modernizar, com confiança e segurança o meu concelho e a minha terra.
Eu sei que dentro de poucos dias os partidos sairão a rua com a sua caravana, que muitas das vezes parece as caravanas dos antigos circos que desfilavam com toda a espécie de animais, malabaristas e palhaços pelas ruas das aldeias para atrair os seus habitantes aos espectáculos, e assim vai a campanha. Isso a mim não me interessa eu quero é verdades, quero desenvolvimento, quero emprego, quero basicamente que a minha terra esteja no mapa por aspectos positivos e não pelos negativos do costume (falta de empregos, desertificação, envelhecimento da população, etc.).
Eu quero debates, quero saber as ideias dos candidatos confrontadas com as dos outros candidatos, eu não quero que me entreguem um simples papel com 100 promessas eleitorais quando nem 10 são para cumprir, eu quero saber da boca dos candidatos e daqueles que fazem as propostas como as vão fazer, não basta dizer “eu faço”, eu tenho o direito de saber como. Não quero palmadinhas nas costas, nem sorrisos amarelos isso a mim nada me diz eu não quero um relações públicas para presidente do meu concelho quero alguém que trabalhe, que se esforce, que se sacrifique por as promessas que fez e por e principalmente desenvolver a minha terra e o meu concelho.

rmgv
publicado por alcacovas às 00:56
| comentar

Listas do PS

Câmara Municipal deViana do Alentejo

Rui Manuel Batista Varela Gusmão
Marcos Júlio Calado Caleiro
Alexandre Manuel Sebastião Dias
Manuel Adriano Camelo Dias
Maria Laurência Grou Parreirinha Gemito
Célia de Fátima Pinto Torrinha
José Joaquim Viegas da Silva
José António Azedo Mendes

Assembleia de Freguesia das Alcáçovas

Adriano Beija Pisco
Sara Cristina Cupido Carmo Grou Sim Sim Pajote
Héder António Silva Merca
António José Galvão
Feliciano Luís Fita Monteiro
Maria Manuel dos Santos Xavier
Rui Fernandes Casaca
João Francisco Grosso dos Santos
Maria Gertudes Neves Salsinha Garcia
Gil dos Santos Boteta
Jacinto Manuel Rocha
Sónia Isabel Grosso Remourinho

rmgv
publicado por alcacovas às 00:55
| comentar | ver comentários (1)
Terça-feira, 27 de Setembro de 2005

Autarquicas 2005

Dentro de dias vamos escolher os futuros autarcas para o Concelho de Viana do Alentejo.
Como por todo o País os eleitores vão avaliar as diversas candidaturas e, sobretudo avaliar os cabeças de lista, partidários e independentes.
Penso que as eleições autárquicas são a expressão mais humana da democracia, pois aqui vamos votar num ser real e não num ente "virtual". Os candidatos são pessoas que eu conheço, com as quais me cruzo na rua, que se sentam ao meu lado no café.
Nas eleições nacionais os candidatos são imagens num ecran de TV, vozes na Rádio, fotos e entervistas nos Jornais.
Presumo que são seres de carne e osso como eu, mas não os conheço.
Tenho que admitir a sua existência e, mais complicado, tenho que acreditar que o carácter, a personalidade, a competência, a honestidade desses candidatos são o que os respectivos Partidos e, sobretudo os Media, nos mostram, nos transmitem.
Quantas vezes oiço alguém dizer: "cicrano parece ser duro, intransigente, pouco
simpático" para logo alguem atalhar:"olha que cicrano não é nada disso, já falei com ele e pareceu-me uma excelente pessoa, afável, delicado, muito diferente do que parece na TV".
Nas eleições nacionais a escolha dos eleitores faz-se mais por partidos do que por pessoas, sendo estas sempre escolhidas pelos partidos. Só nas autárquicas é que podemos escolher pessoas, independentes, ou até afastadas pelos seus partidos.
Bem ou mal a nossa escolha é ou pode ser baseada no conhecimento que temos dos candidatos, colocando a opção partidária num segundo plano.
Aqui se encontra a verdadeira escolha democrática directa ou quase directa.
Mesmo depois das eleições temos a possibilidade de interpelarmos ou criticar directamente os autarcas que elegemos o que não é possível a nível dos orgãos nacioais.
Outro aspecto que considero importante é o da continuidade dos mandatos.
Os poderes, responsabilidades e autonomia dados às autarquias locais permitiram um desenvolvimento local a todos os níveis, com significativo envolvimento cívico das populações, que são, para mim, a maior vitória do 25de Abril.
Infelizmente o sucesso, a abnegação e a isenção iniciais começaram a esmorecer, a definhar e, nalguns casos, a evoluir no sentido mais perverso, corrupção, nepotismo, etc.
É triste, mas pode e deve ser remediado e uma das decisões fundamentais será a da redução do número de mandatos, que foi agora aprovada, tarde e tímida.
Vai ser difícil e demorado inverter alguns dos muito erros cometidos. A duração prolongada de mandatos, transformaram algumas Câmaras em sistemas complexos, pesados, com baixa produtividade, carentes de competências, infectados por interesses diversos (partidários, económicos, corporativos...) que não mudam pelo simples facto de mudarem os autarcas.
Autarquias geridas pelas mesmas pessoas durante muitos anos criaram uma espécie de regimes vitalícios que não querem mudanças e vão resistir tenazmente a quaisquer alterações/reorganizações/inovações.
Mas tem que ser feito e o mais depressa possível.
Vamos conversando.
André Correia
27/09/2005
publicado por alcacovas às 08:37
| comentar
Segunda-feira, 26 de Setembro de 2005

LIstas do PSD

Por motivo de falta de tempo só agora é que podemos publicar as listas do Partido Social Democrata, pedimos desculpa pelo atraso. Por motivos de ordem técnica as listas do Partido Socialista só esterão disponíveis a partir de quinta-feira.

Câmara Municipal

António Francisco Costa da Silva
Jacinto José Barrigoto Laranjeira
João Almeida Farrica
Francisco Aquilino Chibeles Mestre
Daniel José Gafanhoto Gomes
Roberto Marcelo Louro Vinagre
Élio António Ferreirinho Piteira


Assembleia de Freguesia de Alcáçovas

Martinho Manuel Fadista Lebre
Célia do Carmo Mendes R. P. Sabino
Ana Isabel Água-Morna Braga de Carvalho
Maria Emilia Marques Grave Caldeirinha
Bruno António Arcadinho Chio
Francisco Gabriel Cavaco Sim Sim
Francisco Aquilino Chibeles Mestre
António Manuel dos Santos Sousa
António Joaquim Morita Chora
António Joaquim Maia Chora
Joaquim António Fontes Gomes
Inacío Augusto Rainha
publicado por alcacovas às 22:38
| comentar
Quarta-feira, 7 de Setembro de 2005

Listas da CDU

Foram ontem distribuídas pelos lares alcáçoveses as listas de candidatos pela CDU às próximas eleições autárquicas, como acho que é uma matéria de elevada importância publico o nome de alguns dos candidatos aos órgãos de governo do nosso concelho e da nossa freguesia:

Câmara Municipal

Estevão Manuel Machado Pereira
João Luís Batista Penetra
Manuel António Mendes Fadista
Rui Manuel Pires Penetra
Vera Lúcia Calca Bonito Cardoso
Angélica de Jesus Riço Baixinho
José Augusto Machado Magro
Francisco José Galrote Vinagre
Margarida Isabel Silvestre Pereira
Manuela de Jesus Folgôa de Abreu


Junta de Freguesia de Alcáçovas

José Jacinto Bento Grave
Vera Lúcia Calca Bonito Cardoso
José Inácio da Mata dos Santos
Paula Alexandre M. Maurício Pia
Dora de Jesus Fura Lima
Paulo Alexandre Seco Banha
Maria de Jesus P. Parreira da Silva
Custódio João de Carvalho
Carménio Sim Sim Moncarcha

rmgv
publicado por alcacovas às 11:58
| comentar
Quinta-feira, 1 de Setembro de 2005

Somos:

socialistas
comunistas
bloquistas
sociais
democratas
democratas cristãos
católicos protestantes
muçulmanos
Somos pessoas abertas e sem preconceitos. Queremos conversar, discutir tudo com todos sem ferir nem ofender.
publicado por alcacovas às 15:39
| comentar

Publicado por:

André Correia (AC); António Costa da Silva; Bruno Borges; Frederico Nunes de Carvalho; Luís Mendes; Ricardo Vinagre.

Posts recentes

***

“Alcáçovas Vila Global”

Inauguração da obra de Re...

Recordação do nosso Blog:...

Há 6 anos atrás começou a...

Vitória

Um brinde à Arte Chocalhe...

O Fabrico de Chocalhos já...

Mostra de Doçaria de Alcá...

Para onde vamos?

Arquivos

Outubro 2016

Agosto 2016

Fevereiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Blogs

Visitas a partir de 5/3/2006

De onde nos visitam?

outils webmaster
contador

Pesquisar neste blog